Nossa experiência com o couchsurfing

  • 1

Nossa experiência com o couchsurfing

15 dias pela Europa, 3 países e 4 couches

Eu e a minha friend Soraya fizemos as malas (de 10 kg da Ryanair) e partimos para uma aventura pela Europa. Londres, Milão, Veneza e Madrid. E sim, nos hospedamos em casa de couchsurfers em todas estas cidades e foi simplesmente gratificante. Conhecemos pessoas que hoje podemos considerar amigos, descobrimos essas cidades de uma forma fascinante, que talvez como turistas ”comuns” jamais conheceríamos.

Londres

Nossa experiencia de ”sofá” em Londres nos abriu o coração para o resto da viagem. Fomos recepcionadas por um rapaz especialmente atencioso e preocupado com o nosso bem estar na cidade. Tivemos visita guiada, experimentamos o típico ”english breakfast” feito em casa. Ele nos deus referências de todos os transportes para jamais ficarmos perdidas. E ainda tivemos companhia para assistir jogos das Olímpiadas de 2012 em pubs tipicamente ingleses, longe do burburinho turístico, mas com gente de ”casa” mesmo, sabe?

Gisele, Mor Persian (surfer em Londres) e Soraya

Gisele, Mor Persian (surfer em Londres) e Soraya

Milão

Longe de conhecer exclusivamente a Milão da moda, das lojas super luxuosas e da Catedral Duomo. Conhecemos o lado super amizade e família da cultura italiana.

Na primeira noite fomos a um jantar (Risotto alla Milanese – incrivelmente delicioso) na casa dos amigos do nosso ‘surfer’. E os demais dias que estivemos por lá passou-se por visitas guiadas aos pontos turísticos da cidade, com direito a aulas de história, incentivo a algumas loucuras “do tipo entrar no chafariz ” porque estava um calor de 40 graus.

Nós, o Paolo (surfer de Milão) e os amigos dele.

Nós, o Paolo (surfer de Milão) e os amigos dele.

Balada boa, com direito a ouvir ”tche tche re rê tche tche” e ver os italianos ao delírio dançando e até cantando. (Sim, depois de alguns anos vivendo fora percebemos que a nossa cultura de massa faz a festa em outros cantos do mundo também haha).

E descobrimos que os italianos gostam de feijoada e de competir com o futebol do Brasil. Eles  estão pensando em ganhar o penta-campeonato na Copa do Mundo no Brasil em 2014. Será?

Veneza

Depois de descobrir que sou amante incondicional de queijo, nosso ‘surfer’ em Veneza fez da geladeira o meu paraíso. Vários tipos diferentes de queijo, hmmm e eu me joguei. Preparou almoços e jantares ao sabor de pasta, pizza, espumante italiano e ”anguria ubriacca” (bebida feito com prosecco e suco de natural de melancia). Leia aqui como me desviei dessa bebida, pois eu não gosto de melancia hehe.

Passeio de barco com o Jacopo (surfer de Veneza)

Passeio de barco com o Jacopo (surfer de Veneza)

Passeamos de barco e festamos com os amigos dele. Ouvimos histórias de uma Veneza que eu jamais pensei conhecer. A cidade do romantismo, mas também das ruas estreitas e por vezes sombrias e assustadoras. Que a noite só os turistas dormem lá. Festa mesmo só nos hotéis. E que os jovens quando completam 18 anos não ganham carros, ganham barcos.

Madrid

Em Madrid nos hospedamos numa casa de estudantes, onde o nosso anfitrião foi um mexicano, o Erik.. Fui recepcionada com chá de vitamina C, porque a esta altura do campeonato eu já estava doente com tanta mudança de clima.

Balada com Éric (surfer de Madrid) e o amigo dele.

Balada com Erick (surfer de Madrid) e o amigo dele.

Uma pequena melhora e fomos de ”cañas y tapas” pelo centro da cidade. Longas conversas sobre a vida. E descobri que um desconhecido pode virar um grande amigo, depende do valor que se dá a esse encontro.

Passou por aqui? Comenta vai! 🙂

Leia também: O que visitar em Madrid; Nossas dicas sobre Londres; O que visitar em Veneza; O que fazer em Milão.

Por: Gisele Almeida

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

Deixe Seu Comentário


About Author

Gisele

Mineira, jornalista, ariana com quase 30. Adora desafios: o mais recente - ser mãe e continuar mantendo o ritmo de viagens. Já morou em Portugal, Irlanda e agora enfrenta o frio nórdico, vivendo em Estocolmo, na Suécia. Fluente em 4 llínguas e já está estudando a próxima. Não acredita no impossível e ainda quer fazer uma viagem de volta ao mundo!

1 Comment

Humberto

October 9, 2014at 12:34 pm

Bom dia,

Adorei a leitura, dá um frio na barriga, mas vou tentar… Só gostaria de tirar uma dúvida: como faz para comprovar hospedagem? digo isso la em Madri, pq a policia pede comprovantes de hospedagem, como proceder?

Abs

Deixe seu comentário

Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close