Veneza

3
1811

[wp_ad_camp_1]

Ah Veneza! Não sei se me encantas ou se me assustas, acho que ambos…

A minha viagem a Veneza foi uma mistura de sensações e ainda hoje não sei se gosto ou desgosto. Mas longe de querer ferir o sonho de romantismo e beleza que todos idealizam sobre a cidade quero deixar claro que relato aqui a minha experiência, o que vivi e presenciei por lá.

Veneza é única e deve sim estar na lista de lugares de visita obrigatória na Europa. A cidade é cenário de filmes e idealizada como o lugar perfeito para romance e longe e mim querer tirar esse mérito, claro que ela tem o seu charme! Mas também é sombria, com ruas e becos escuros, fria e sem vida longe das proximidades do hotéis durante a noite e no verão pode ter um cheiro muito desagradável. A cidade sofre com problemas frequentes de inundações e as pesquisas apontam que ela continua afundando 2 milímetros por ano,

Apesar desses pormenores ainda  quero voltar lá!

Gi em Veneza.
Gi em Veneza.

Minha experiência em Veneza

Impossível não se apaixonar por Veneza e seus canais, barcos passando a todo instante, varandas e casas que parecem desenhadas para os contos de fada e as famosas gôndolas trazendo os apaixonados pelo Grande Canal, com direito ao gondoleiro cantando “O sole mio”.

Andar pelas estreitas ruas da cidade e perder-se inúmeras vezes, mesmo com mapa, é  quase garantido. Seguir as setas amarelas indicando Piazza San Marco e Rialto e mesmo assim ter sempre a impressão de nunca chegar tem seu charme.

Ao se deparar com a Piazza San Marcos com suas esplanadas e orquestras, num ambiente que transborda sentimentos, faz valer ainda mais pena toda essaa caminhada!

Naiara na Piazza San Marcos.
Naiara na Piazza San Marcos.

Mas a Veneza que me cativou também me amedrontou. O silêncio, as sombras e a sensação de se estar numa cidade fantasma toma conta do seu pensamento e fica pior quando se lembra que podem haver ratos…

Os italianos, que trabalham lá durante o dia, voltam para suas casas em Veneza Mestre a noite. A cidade está a cada ano mais imersa, as pessoas fogem de viver lá. Os apartamentos nos prédios altos são muito caros e os apartamentos muito próximos da água estão apodrecendo, por conta da umidade. A noite só há movimento nos hotéis, os mais caros obviamente.

E se durante o dia chega a ser engraçado se perder várias vezes pelos becos e ruelas da cidade, a noite não! As ruas se transformam em labirintos, tudo fica sombrio e assustador. Não se vê quase ninguém, inclusive a maiorias das casas inabitadas, que durante o dia são um charme, a noite parecem que estão participando de um filme de suspense ou terror.

A sensação de andar as voltas no mesmo lugar e nunca mais chegar em lugar algum é assustadora. É daqueles momentos em que tudo nos confunde, você tem a certeza que já passou por aquela rua só que não sabe quando e nem onde vai chegar.

Por isso a impressão que eu guardo é  de que a doce magia da cidade do amor desaparece junto com a luz do dia.

Como chegar em Veneza

Eu fui para Veneza de trem, partindo de Milão (Estação Milano Centrale para Venezia Sta Lucia. A viagem dura cerca de três horas e o bilhete custa cerca de 35€, ida e volta.

O aeroporto internacional de Veneza, Marco Polo, fica localizado a 12 km da cidade por terra e 10 km por água. A Naiara foi para Veneza pela Easy Jet saindo de Roma, o voo dura cerca de 1 hora. Do aeroporto até a Veneza são cerca de 20 minutos de transfer e o bilhete custa 4€.

Naiara passeando e gondola.
Naiara passeando e gondola.

O que visitar em Veneza

Rialto: A Ponte de Rialto é famosa por ser a mais antiga das 3 pontes para atravessar o Grande Canal. Além de ser o ponto de ser queridinha dos turistas encontra-se por lá muitas lojas, restaurantes e sorveterias. #yumiii!  Visite também a Ponte da Academia, a Ponte della Paglia, a Ponte dos Suspiros e a Ponte dei Pugni.

Ponte de Rialto, Veneza.
Ponte de Rialto, Veneza.

Piazza San Marco: É a praça onde se está localizada a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal e o Campanário.  Lugar de uma beleza incomparável. Durante o dia é comum ver os visitantes brincando e tirando fotos com as pombas que por ali convivem com as pessoas harmoniosamente. 

A noite a rica arquitetura do lugar encontra-se com a música. Os restaurantes proporcionam concertos ao vivo nas esplanadas. Impossível não se encantar com a combinação de arte, música e a bela paisagem. Como tudo na vida tem seu preço, nas esplanadas da Praça de São Marcos um café pode custar até 10€.

A entrada para a Basilica de São Marcos é gratuita de outubro até 31 de março, o horário é das 9h às 16:45h. De 1º de abril até 30 de setembro, das 9h às 17h. Você também pode visitar o tesouro da Basílica (entrada 2€), Pala d’Oro (entrada 1,50 €) e o Museu de São Marcos (entrada 3€).

Passeio de Gondola ou barco: Veneza pede um passeio pela água, seja de barco público, que se chama vaporetto, táxi-barco ou gondola. Passar pelos canais estreitos e admirar o modo de vida único dos venezianos e se surpreender com os barcos de polícia, bombeiros, de carga, de passageiros e até com os sinais de trânsito.

Veneza.
Veneza.

Não se admire em ver barcos com música alta e luz neon a toda velocidade pelos canais. É que ao completar 18 anos os jovens da cidade não ganham carros mas sim barcos. E por conta de imprudências como beber e pilotar também há batidas. É considerado difícil pilotar pelas águas movimentadas do grande canal. Até o George Clooney já se envolveu em uma polêmica por pilotar um barco em Veneza, já que para isso seria necessário que ele tivesse uma licença especial.

Passeio de barco em Veneza.
Passeio de barco em Veneza.

Esplanadas: Sentar em alguma esplanada e apreciar o clima de romance e a movida calma como as águas do rio é uma boa pedida! Experimente algum aperitivo típico da cidade como spritz  – que eu achei ruim mas há quem goste rs.. E se tiver a oportunidade de estar com gente de casa, italianos, com certeza vai ter as melhores experiências na cidade.

Aprecie um bom vinho italiano com vários canapés a moda italiana. Tive a sorte de conhecer Veneza com visita guiada por um ‘surfer’ que me hospedou em sua casa através do  Couchsurfing. Assim conheci mais de perto a cultura dos moradores de lá. Ouvi, presenciei e vivi algumas destas histórias com eles e os amigos.

A caminho da balada com a Soraya e o surfer, Jacopo.
A caminho da balada com a Soraya e o surfer, Jacopo.


Ruas:
 Com a particularidade de não existir meios de transporte terrestre dentro da cidade, Veneza convida para fazer longas caminhadas por suas ruas estreitas.

Deixe-se perder por lá durante o dia e   descubra caminhos, lojinhas com luvas, sapatos, canetas de pena, artesanato típico, além de massas, com vários formatos e cores além de produtos típicos para prepará-la. São inúmeras as lojas de máscaras típicas do carnaval de Veneza em todos os estilos, cores e feitios. Se estiver cansado pare nas sorveterias e prove os sabores mais incríveis de gelado.

Ande muito! Esqueça o relógio e o mapa e viva o clima único da cidade.

Ruas estreitas de Veneza.
Ruas estreitas de Veneza.

O que experimentar em Veneza

Mercado de Rialto: Aproveite para ir neste mercado, se visitá-lo de manhã dá para perceber um pouco da rotina da cidade, pois é ali que os proprietários de restaurantes fazem as compras de frutas, verduras, peixes e mariscos. Produtos tão frescos que os frutos do mar chegam a estar vivos.

É possível experimentar alguns pratos feitos com os produtos vendidos no mercado do lado oposto da loja de peixe em um negozio.

Pasta e Pizza: É obvio, em se tratanto de Itália tem que se experimentar a diversidade de massas e pizzas incríveis que tem por lá. Em Veneza é comum encontrar lanchonetes que vendem pedaços de pizza e são enormes. Yummiii!

Lanchonete em Veneza.
Lanchonete em Veneza.

Onde se hospedar em Veneza

1 – Hotel Danieli: Lembram do filme “O Turista”? Seja para a lua de mel ou uma viagem romântica o Hotel Danieli conta com as melhores vistas para o Grande Canal e está a apenas alguns metros da Praça de São Marcos.

Além de restaurante próprio, o hotel tem serviços de SPA, no próprio quarto, visitas guiadas pela cidade, passeios de gondola a noite, além de outras atividades privadas. Também promove eventos, que vão desde reuniões, festas temáticas, banquetes, jantares de gala, almoços e casamentos.   Diárias a partir de 354 € .

2 – Hotel Ai Do Mori: Também localizado próximo a praça de São Marcos une o conforto de um hotel 4 estrelas mas com um preço mais convidativo. Vale mencionar que o hotel foi pontuado com mais de 8 pontos (escala de 0 a 10) pelos clientes. Diárias a partir de 50€ e máximo 150€ (por pessoa).

3 – Hotel Ai Tolentini: Pequeno, mas em local de fácil acesso. O Ai Tolentini tem diárias a partir de 50€ e inclui café da manhã servido em um café a pouco minutos a pé do hotel.  Os comentários de outros hóspedes apontam para a gentileza dos funcionários, acessibilidade do estabelecimento além de estarem satisfeitos com a relação custo/benefício. Boa opção para quem quer economizar um pouco na estadia para gastar mais nas compras. 😉

 

Procurando hotel em Veneza? Recomendamos Booking.com

Passou por aqui? Comenta vai! 😉

Leia também: Histórias que só acontecem em Roma, Como economizar em hospedagem com conforto, Como utilizar corretamente o couchsurfing.

Por: Gisele Almeida

Fontes: BBC Brasil;

 

Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!

3 COMMENTS

  1. Sou de portugal.
    Poderia me enviar o contacto do surf? Estou com dificuldades em arranjar couchsurfing! Muito obg

  2. Veneza é lindo inclusive a noite, a sua experiência pode ter sido traumática por vc não ter se informado bem a respeito da noite de Veneza. As praças lotadas onde todos se encontra para um vinho ou o delicioso Spritz (que for não deixem de provar, bebida típica Veneziana), e conversar bastante, o que falar das festa na Bienale (um local que tem festa sempre, depois da Piazza San Marco). A propósito a cidade não tem mal cheiro no verão, as pessoas sim! O problema de odor na cidade acontece no inverno, no canais mais distantes e menos transitáveis, devido ao tempo que a água fica parada.

    Experiência de que viveu um ano nesse logar ímpar!
    Qualquer dúvida pode mandar o email que eu ajudo.

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.