O que o Wesley Safadão pode te ensinar sobre solidariedade – #aquele1porcento

11
446
Wesley Safadão

Estou na correria dos preparativos para as minhas próximas viagens. Em breve vou realizar alguns sonhos antigos, como viajar para Índia e conhecer a exótica Islândia. Antes dessas viagens, retornarei ao Porto, cidade que tanto amo, onde tenho amigos e uma história de vida.

Em meio de tantas conquistas, parei para pensar no quanto sou abençoada pela vida, de ter essa oportunidade  incrível de conhecer o mundo, de experimentar culturas, de vivenciar lugares novos. Sou grata por isso todos os dias!

Mas existe um bichinho inquieto dentro de mim sempre dizendo que minhas vivências e oportunidades também podem e devem beneficiar outras pessoas.

Afinal, o que o Wesley Safadão tem a ver com essa história?

Faz alguns meses que conheci o projeto #reseproncenten, uma iniciativa da blogger sueca Linda Engström,  autora do blog www.155cm.se . O projeto tem por objetivo incentivar viajantes a doarem um pequeno percentual do seu orçamento de viagem para ajudar a quem precisa.

Você já pensou que 1% do orçamento da sua viagem pode ajudar alguém ou alguma causa? Pois é, a Linda não só pensou, como tem colocado essa ideia em prática e inspirado outras pessoas a fazerem o mesmo.

Bem, o Wesley Safadão já provou que aquele 1% é que faz toda a diferença, então por que não utilizar esse aprendizado para uma causa nobre, não é?

Wesley Safadão

 

“Infelizmente, viajar  o mundo é um luxo que nem todas as pessoas têm”, reflete Linda no texto de introdução do projeto. Enquanto nossa preocupação de viajante passa pela burocracia de um visto ou por aquele dilema entre sentar na janela ou do corredor em um avião, muitas pessoas não têm o básico para alcançar voos mais altos em suas vidas.

Mas, assim como Linda, acredito que podemos sempre fazer algo. Por isso resolvi compartilhar essa ideia.

É certo que não  vamos mudar completamente o mundo dessa forma, mas está em nossas mãos fazer uma pequena diferença e somar na vida de alguém, não é mesmo? #aquele1porcento

Mas do que se trata esse projeto?

A ideia surgiu quando Linda Engström conheceu no Instagram a história de um homem rico que se hospedou em uma suíte de 780 metros quadrados em Dubai durante 55 dias. Cada noite custava mais de R$70 mil, o que totalizou mais de R$3 milhões!

“É muito mais do que o que eu vou ganhar por toda a minha vida. Ao mesmo tempo, faço uma viagem ao redor do mundo que pode custar mais do que um fazendeiro pobre em Mali ganhará ao longo da vida. As condições econômicas e oportunidades são diferentes entre os indivíduos e grupos em todo o mundo”, explica Linda, evidenciando como surgiu a ideia do projeto.

A iniciativa #reseprocenten (porcento da viagem,  em tradução livre) tem como objetivo incentivar as pessoas a doarem 1% do seu orçamento de viagem a alguma instituição, projeto ou mesmo a uma pessoa diretamente.

Agora vamos pensar juntos: quantos viajantes estão lendo esse texto agora? Quantos amigos/familiares viajantes você tem?  Podemos ajudar também levando a palavra, certo? Já dizia minha sábia avó: de grão em grão a galinha enche o papo. =)

Como e quem você pode ajudar?

A sugestão da idealizadora do projeto é que as doações sejam feitas de diversas maneiras: o valor pode ser doado diretamente para uma família de uma aldeia pobre, a uma ONG que trabalhe com apoio às crianças desabrigadas ou a alguma organização que trabalhe para fortalecer a autonomia e os direitos das mulheres.

Se você ainda tem dúvidas  de onde e a quem você pode ajudar, tenho algumas sugestões:

Malala Fund: Uma fundação que defende, a nível local, nacional e internacional, recursos e mudanças políticas necessárias para garantir que meninas tenham o direito de completar 12 anos de escola. 

Malala Yousafzai foi baleada em 9 de outubro de 2012, quando voltava da escola. Um pistoleiro mascarado entrou em seu ônibus escolar e chamou Malala pelo nome. Ela foi baleada com uma única bala que passou por sua cabeça, pescoço e ombro. O motivo do ataque se deve ao fato de que Malala lutava pelo direito de meninas paquistanesas irem à escola. 

Apesar de ainda sofrer ameaças, Malala continua lutando pela causa. Em 2014 ela ganhou o prêmio Nobel da Paz e doou todo o valor do prêmio para a construção de uma escola para meninas no Paquistão.

 

Wesley Safadão
https://www.malala.org/girls-education

Latin American Womens Aid Refuge: O Refúgio Latino-Americano de Assistência às Mulheres (LAWA) é uma instituição de caridade do Reino Unido dirigida por e para mulheres latino-americanas, negras, e de outras minorias étnicas que capacita e apoia mulheres e crianças vítimas de violência doméstica oferecendo alojamento de emergência e uma gama de serviços de apoio a essas mulheres e crianças.

Você também pode fazer doação para alguma instituição que já conheça ou alguém mais próximo. Aquela criança que ainda não comprou o material escolar, aquela família que está precisando de alimentos, instituições que estão recebendo refugiados de guerra em sua cidade.

As possibilidades para fazer algo de bom com aquele um por cento do seu orçamento de viagem são intermináveis!

Marque uma foto da sua viagem com #travelshare #reseprocenten ou #aquele1porcento, e nos diga a quem o a qual instituição você vai ajudar na sua próxima viagem.

Para conhecer mais sobre a iniciativa acesse: http://www.155cm.se/2016/02/25/reseprocenten/

Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!
468x60_reload-V2

Deixe Seu Comentário

11 COMMENTS

  1. Oi Gisele… eu admiro muito quem consegue pensar nos outros, nas pessoas e no seu bem estar. Tento me espelhar constantemente nesses exemplos de maneira a me tornar um ser humano melhor porque é tão fácil mergulhar na gente mesmo e nos tornarmos egoístas não é verdade? Esse projeto foi inspirador! Me fez pensar e gosto disso!

    Em tempo: Índia? Islândia? Voltar ao Porto!!!! Vou junto hein?! beijos

  2. Gisele, que ideia maravilhosa!!! Acho super válido também ajudar os locais como forma de agradecimento à cidade por nós receber!

  3. Ideia massa!
    Ajudar e compartilhar, isso é muito bom.

    As vezes nos falta essa disposição para ajudar quem precisa e as vezes, são pequenas atitudes que fazem toda diferença.

    Muito obg por compartilhar esta iniciativa!

  4. Gente, adorei esse projeto! E durante esse meu ano sabático viajando pelo mundo, penso sem parar nas discrepâncias financeiras mundo afora. Vou participar!

  5. Oi Gisele, achei bem interessante a iniciativa da campanha. Ainda não conhecia. Fora que o texto fazendo a comparação com o Wesley Safadão ficou ótimo. Parabéns.

  6. Iniciativa sensacional, adorei conhecer o projeto e vou me preparar para colaborar assim que possível! E eu entendi a ideia do 1%, mas fiquei esperando alguma doação gigando do Wesley Safadão. Hahahahahahahaha

    Abraços e parabéns pelo post!

Deixe seu comentário