Como irritar um Sueco com comportamentos tipicamente brasileiros

1
330

Brasil e Suécia têm costumes muito diferentes. Passei por alguns perrengues e paguei muitos micos até entender algumas regras de convivência social no país escandinavo. As diferenças começam pelo jeito de ser. Enquanto nós somos apaixonados e intensos, os suecos são formais e apreciam a organização.

Nós gostamos de calor humano, de abraços e beijos, e quando estamos empolgados com uma conversa geralmente falamos mais alto. Os suecos mantêm uma certa distância e nunca alteram o tom de voz. Nem se ganharem o prêmio Nobel (rs).

Refletindo sobre essas peculiaridades decidi fazer uma lista de como irritar um sueco e se divertir com essas diferenças culturais.

1. Abrace ou beije um sueco quando o conhecer

Os suecos acham muito estranho essa nossa mania de beijar na bochecha as pessoas que acabamos de conhecer. Eles preferem se apresentar dizendo o nome e oferecer um frio aperto de mão. Mas, calma! Os suecos não são tão gelados assim. O aperto de mão é um rito. Se você o encontrar novamente ele certamente vai te abraçar.

2. Gesticule e não faça sons enquanto o sueco fala

Brasileiros são apaixonados quando falam e costumam gesticular bastante. Os suecos não são assim. Na verdade, eles acham muito estranho quando alguém usa demais as mãos para se expressar. Entretanto, eles precisam saber que você está prestando atenção na conversa.

Como fazer isso? Bem, eles têm uma série de sons engraçados e palavras que, basicamente, significam “estou ouvindo”. Alguns exemplos são “jaha”, “nehe”, e até mesmo o som de quem toma um susto puxando o ar para dentro com a boca.

3. Chegue atrasado

Suecos odeiam atrasos. Pode ser apenas “cinco minutinhos”. Sabe aquela nossa mania de chegar em uma festa uma ou duas horas depois do horário marcado? Esqueça! Aqui, chega-se na hora e no minuto marcados.

Se o combinado é 3h30 na sua casa e um sueco estiver no local às 3h20, ele não vai tocar a sua campainha. Provavelmente dará uma volta no quarteirão para gastar esses dez minutinhos.

4. Entre de sapato na casa de alguém

Suecos são como os japoneses e em hipótese alguma usam os sapatos utilizados na rua para andar dentro de casa. Mesmo quando você for convidado para um jantar formal na casa de um sueco, precisará tirar os sapatos. Ou seja, use meias limpas e bonitas.

Até mesmo algumas empresas fazem a exigência de que os trabalhadores fiquem descalços no ambiente organizacional. Para frequentar uma academia, você precisa ter um tênis que não tenha sido usado na rua.

5. Chegue de mãos vazias quando for convidado para um jantar

Suecos são formais até mesmo com amigos próximos. Quando se convida pessoas para um almoço ou jantar em casa, é de bom tom levar flores ou vinho.

Leia também: 9 curiosidades sobre a vida na Suécia

6. Não agradeça pela comida ou pela visita do dia anterior

Todos os dias, meu noivo fala “tack för maten” que significa “obrigado pela refeição”. Inicialmente, achei que ele estivesse tirando onda com a minha cara (rs). Mas, na verdade, todos os suecos fazem o mesmo, quase como um mantra.

7. Fure fila

Se tem uma coisa que suecos levam à sério, essa coisa é fila! Suecos não demonstram muitas emoções, sejam elas boas ou ruins. Mas haverá duas situações em que você poderá ver um sueco perder as estribeiras: quando presenciarem alguém gritando ou batendo em crianças e quando perceberem alguém furando fila.

Aliás, sabe aquele nosso costume de guardar fila para o amigo? Não traga essa mania para cá. (rs)

8. Fale alto

Sabe aquele almoço de família em que todo mundo fala junto gritando, mas todos se entendem? Pois é, isso, definitivamente, não faz parte da realidade sueca. Eles não suportam gritaria e vão te falar para baixar o tom de voz assim que você pensar em falar mais alto.

9. Chegue muito perto do sueco

Muitos países europeus têm a regra do “espaço pessoal” que nada mais é que a circunferência que se faz com seu braço em volta de si mesmo. Suecos vão achar que você não bate bem se invadir esse espaço sagrado.

10. Toque música alta na festa

O décimo comportamento brasileiro não irrita um sueco, mas é algo que os intriga bastante. Vocês já imaginaram uma festa no Brasil sem música? Impossível, não é? Bem, na Suécia isso é bem normal, embora muito estranho.

É difícil convidar suecos e fazer da sua casa uma balada porque eles vão achar isso bem estranho. E acredite, ninguém vai dançar a não ser que esteja bêbado.

O jeito é preparar umas caipirinhas bem fortes para ver se esses vikings fofos se soltam um pouco, né?
E você, já conseguiu irritoar os sueco com manias tipicamente brasileiras? Conte nos comentários e não me deixe passar vergonha sozinha. haha
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!
468x60_reload-V2

Deixe Seu Comentário

1 COMMENT

  1. Vanessa morei na Suécia por um ano e por sorte só demos um fora. Chegamos a uma festa no horário marcado, mas como não éramos o convidado especial deveríamos ter chegado 15 minutos antes. Fizemos grandes amigos e a despedida foi com beijos, abraços e muito choro de ambas as partes.

Deixe seu comentário