Tag Archives: Portugal

  • 0

Fotos profissionais da minha viagem ao Porto

Tags : 

O dia que eu resolvi trazer fotos profissionais da minha viagem ao Porto para fazer jus ao meu carinho por essa cidade.

Aquele ditado de que uma viagem vale mais que mil palavras é verdadeiro, especialmente quando se trata de viagens, não é mesmo? Nada como ter como recordação fotografias que nos trazem memórias dos lugares visitados e dos momentos que vivemos naquele lugar.

Fotos profissionais da minha viagem ao Porto

Mas nem sempre conseguimos fazer imagens tão belas como o que vimos pessoalmente, especialmente se estamos viajando sozinha ou mesmo em casal. Raramente temos fotos lindas juntos. Contamos com a boa vontade de outros turistas ou com o famoso pau de selfie. (rs)

Por isso decidi que queria fazer uma sessão de fotos profissionais da minha viagem ao Porto. Para quem acompanhou minha viagem ao Porto pelo instagram @viajarpelaeuropa já viu umas fotos lindíssimas que postei por lá, que já contei, foi obra do talentosíssimo fotógrafo Miguel Barbosa.

Fotos profissionais da minha viagem ao Porto

Como muita gente amou as fotos vim logo contar os detalhes (e mostrar mais fotos) para quem quiser também marcar logo a sua sessão fotográfica. Porque dica boa é para ser compartilhada logo, né?

Fotos profissionais da minha viagem ao Porto

Você já sabe que eu amo o Porto, a primeira cidade que morei na Europa, pela qual tenho um carinho enorme.

O Miguel é um excelente profissional e me deixou bem a vontade durante toda a sessão. Ele foi capturando momentos que descrevem minha paixão pelo Porto. Inclusive a Ribeira é o meu lugar favorito e foi aqui que muitas vezes passei minhas tardes lendo livros ou apenas admirando a movida desse lugar fotogênico.

O Miguel também capturou esse momentos mágicos em que eu mostrava o Porto que tanto amo para a Nicole. Essas imagens vão ficar sempre guardadas  em um canto especial do meu coração e da minha casa, pois em breve vou imprimir todas. Amei de verdade!

Obrigada Miguel ]Barbosa por capturar esses momentos inesquecíveis!

Para fazer um sessão fotográfica profissional no Porto, linda como essa, entre em contato com o Miguel Barbosa através do email geral@miguelbarbosaphotography.com  e diga que é leitor do Viajar pela Europa.

E você, gosta de ter fotos profissonais das suas viagens?

 

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

  • 0
Onde Dormir no Douro

Onde dormir no Douro – Quinta Padres Santos

Tags : 

Na minha última passagem por Portugal, fiz um exclusivo passeio de barco pelo Douro. Além da paisagem deslumbrante da região, uma das experiências mais marcantes dessa viagem foi minha estadia na Quinta Padres Santos.

Onde Dormir no Douro

A Quinta Padres Santos é um empreendimento de Agroturismo que alia a agricultura ao patrimônio etnográfico. Podemos dizer que trata-se de um estilo de hotel fazenda típico de Portugal.

Onde Dormir no Douro

Se você procura onde dormir no Douro, não espere aqui uma hospedagem comum. Logo ao chegar na Quinta Padres dos Santos, você será recebido na porta, pela própria dona, a Lina, que dará as boas-vindas como quem recebe um membro da família. Lá, espera-se que o viajante se sinta em casa, de verdade.

A Quinta Padres Santos é um lugar calmo e aconchegante onde podemos admirar as montanhas da região, tomar banho de rio no meses de verão e até mesmo colher cerejas no pé. Um cantinho perfeito para fazer uma pausa na vida agitada das cidades e aproveitar os encantos da natureza da região do Douro.

Vale lembrar que a hospedagem pode incluir também as refeições. Nesta aconchegante sala de jantar, provamos as muitas delícias típicas da região do Douro.

Além da hospitalidade calorosa, ressalto que as delícias preparadas para o nosso jantar tornou nossa estadia ainda mais inesquecível. Foram horas de uma conversa agradável, apreciando os pratos preparados pela dona Lina.

Acredita que esta mesa era só a das entradas?

Onde Dormir no Douro

Para o café da manhã, além de frios, queijos e frutas, são servidos bolos, croissants e pães feitos na cozinha da Quinta. Quer luxo maior que acordar com aquele cheirinho de pães e bolos feitos na hora?

Onde Dormir no Douro

Leia também: Passeio de barco exclusivo pelo Rio Douro

O local conta ainda com um SPA e dispõe de um jacuzzi com vista para o vale. Isso sem contar a sauna, o banho turco, a academia e a piscina exterior.

Durante minha estadia não tive tempo de aproveitar o SPA e ainda estava frio para dar uns bons mergulhos na piscina. Mas ficou aqui uma boa desculpa para retornar à Quinta dos Padres Santos. =)

Onde Dormir no Douro

Ao todo, a Casa da Quinta possui 5 quartos duplos ou twin, 2 suítes nos moinhos de água e 2 casas de um quarto.

Todos os quartos  da Quinta Padres Santos são temáticos, e  no lugar de números, eles levam o nome de uma fruta produzida no lugar. Fiquei hospedada no quarto cereja, que tem uma decoração super aconchegante e com detalhes em vermelho – minha cor favorita.

Sem contar os mimos com sabor de cereja que estavam disponíveis…

Onde Dormir no Douro

O que posso dizer sobre minha estadia na Quinta Padres Santos é que o universo atendeu a todos os meus pedidos, me levando a um local de ambiente e aconchego familiar.

Decidi retornar a Portugal para matar a saudade dos amigos e fugir um pouco da escuridão e frio da Suécia. O inverno por aqui às vezes castiga, não só pelas baixas temperaturas, mas também pelo isolamento e solidão. No meu círculo de amigos, quase todo mundo viaja nessa época e fica bem complicado passar por esse período longe da família. Nessa hora a saudade aperta, sabe?

Então eu viajei para o Porto para abraçar os amigos e sonhar com umas férias com gostinho de visita à família. E foi exatamente o que eu tive na Quinta Padres Santos. Voltei para Estocolmo fazendo parte do que a própria Cátia Gonçalves, proprietária do local, afirma ser sua grande família. Nem preciso dizer que espero voltar em breve, né?

Você também quer se hospedar na Quinta Padres Santos? Envie um email para quintapadressantos@gmail.com e diga que é leitor do blog Viajar pela Europa 🙂

Site oficial: Quinta Padres Santos


  • 0
Passeio de Barco pelo Douro

Exclusivo passeio de barco pelo Douro Vinhateiro com Douro à Vela

Tags : 

Nos quatro anos que vivi na cidade do Porto, aprendi a admirar as curvas do belo rio que banha a cidade. O delicado Rio Douro, que nasce na Espanha e se encontra com o Oceano Atlântico na Foz do Douro.

Nesse tempo, muito ouvi falar das belezes do Douro, lá em cima, mais ao Norte, na região do Douro Vinhateiro. Mas por ter tido outras prioridades, acabei adiando esse passeio.

Nessa última viagem ao Porto, decidi que, finalmente, iria conhecer a região e aceitei um convite que me tentava há muitos anos.

Conheço a empresa Douro à Vela praticamante desde que foi fundada pelo simpático Sr. António Pinto. Na época, eu trabalhava para a revista Time Out Porto e fui uma das primeiras a escrever sobre os passeios oferecidos por eles.

Desta vez eu estava viajando apenas com a Nicole e a garantia era de que o passeio seria ideal também para famílias. Então eu não podia recusar, não é mesmo?

Passeio de barco pelo Douro

Passeio de barco pelo Douro com Douro à Vela – Turismo fluvial

Douro à Vela – Turismo fluvial  oferece passeios privados e exclusivos pelo Douro Vinhateiro.

Caso ainda não saiba, o Alto Douro Vinhateiro é uma zona de Paisagem Cultural, declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

A paisagem cultural do Alto Douro combina a beleza do vale do rio Douro com belas montanhas que se tornam ainda mais incríveis por terem sido adaptadas para o cultivo de uvas para a produção dos famosos vinhos portugueses.

A paisagem é tão linda que parece ter sido desenhada à mão!

passeio de barco pelo douro

Eu já vi paisagens e fenômenos incríveis na minha vida, como os fjords da Noruega,  a Aurora Boreal na Suécia ou as praias cristalinas da Grécia, mas confesso que as belezas das montanhas e curvas do Rio Douro entraram definitivamente para minha top list de lugares mais lindos que já visitei.

Minha dica extra é: marque seu passeio próximo ao horário do pôr do sol. 😉

Passeio de barco pelo Douro

Como foi o nosso passeio de barco pelo Douro com  Douro à Vela

Pegamos o trem do Porto para a Régua na estação de Campanhã, no Porto, às 9:15 da manhã. A duração da viagem é de cerca de 2 horas.

Assim que chegamos na estação da Régua, o Sr. Antônio já nos esperava. De lá ele nos conduziu até o cais Folgosa do Douro localizado bem em frente ao famoso  Restaurante DOC, do Chefe Rui Paula.

No cais, o barco que seria nosso transporte durante as horas seguintes  já nos esperava. Navegamos durante toda a tarde pelo Rio Douro.

Vale lembrar que os passeios com Douro à Vela são exclusivos e personalizados. Basta dizer sua disponibilidade e preferência que o Sr. António com certeza irá adaptar o passeio às suas escolhas. Podendo, inclusive, ir te buscar na Cidade do Porto.

A empresa oferece desde passeios de duas horas ao dia inteiro e podem ainda incluir almoço ou jantar a bordo ao estilo picnic.

É possível programar pedidos de casamentos, aniversários ou comemorações de outras datas especiais.

Optei pelo passeio de barco com almoço-picnic e fiquei apaixonada pelos quitutes feitos em casa com todo carinho pela Margarida. Deliciosos petiscos típicos da região norte de Portugal.

passeio de barco pelo douro

Depois do nosso delicioso almoço no barco, fizemos uma parada para conhecer a bela estação do Pinhão, que, além de uma vista exuberante para o Douro, tem as paredes cobertas por azulejos pintados à mão, com imagens que contam a história das pessoas que vivem na região.

passeio de barco pelo douro

Logo a seguir, visitei a Quinta do Bonfim, um dos principais produtores de vinhos de qualidade superior do Porto.

A Quinta do Bonfim é responsável por cerca de 32% do total da produção de vinho de categorias especiais da região.

Nada como ser atendida por uma equipe atenciosa, aprender um pouco mais sobre  a produção do vinho e, ao final do passeio, poder degustar dois tipos de vinho do Porto com essa vista incrível.

passeio de barco pelo douro

Retornamos ao cais Folgosa do Douro e o Sr. António nos conduziu para a Quinta Padres Santos, onde nos hospedamos por uma noite. Em breve vou contar como foi nossa experiência.

Já posso adiantar que foi uma das estadias mais gratificantes da minha vida.

E agora você já sabe que o passeio de barco pelo douro com Douro à Vela pode incluir também estadia em um dos hotéis ou Quintas da Região do Douro.

 

Quer fazer esse exclusivo passeio de barco pelo Douro? Envie email para info@douro-a-vela.pt e diga que é leitor do do Blog Viajar pela Europa! =)

Site oficial: Douro à vela – Turismo Fluvial no Douro

Quinta do Bonfim

Fontes: Unesco Portugal e Visit Portugal


  • 0

Vídeo II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros

Tags : 

Voltar ao Porto para participar do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros foi uma experiência muito marcante para mim.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Vocês que me acompanham a mais tempo sabem que a primeira cidade que eu morei na Europa foi o Porto e sempre que volto lá a emoção toma conta de mim. Quem não ama reencontrar amigos queridos e reviver bons momentos em um lugar tão incrível, não é mesmo?

Recontrando a best friend da faculdade! <3

Recontrando a best friend da faculdade! <3

Já escrevemos alguns posts onde contamos o que teve no IIEEBB. Mostramos um pouco da gastronomia do Porto, reviews de restaurante e hotel e também relatamos todo o aprendizado desse Encontro.

Dessa vez eu venho mostrar em imagens o que vivemos nesse Encontro inesquecível, porque elas valem mais do que palavras, não mesmo?

Aperte o play para conhecer um pouco mais do Porto e saber o que fizemos no IIEEBB.

SPOILER: Assista até o final pois está emocionante! Só de assistir eu choro outra vez  😀

E você, o que achou do Porto?

Ah! Se vocês quiserem eu faço um post em breve contando o que é a Tuna, esse grupo que fez a serenata e tanto me emocionou!<3 (É só deixar nos comentários)


  • 0

Turismo criativo: pinte seu proprio azulejo no Porto

Tags : 

E se pudéssemos juntar um passeio histórico para conhecer os azulejos do Porto com um workshop onde se aprende a pintar o seu próprio azulejo?

Essa ideia brilhante foi idelizada pela Rita Branco do blog O Porto Encanta e pela galega lusodescendente Ninoska Trillo, especialista em técnicas de pintura em azulejos.

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar25

Passear e azulejar é uma experiência de turismo criativo que permite conhecer mais sobre a história dos azulejos do Porto. O percurso do passeio te leva a locais fora da rota turística convencional da cidade. É uma oportunidade única para conhecer fatos curiosos sobre os azulejos que só a Ninoska sabe contar!

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar5

Prestem atenção: a Ninoska vai falar sobre azulejos!

Passear…

O passeio começa no Banco de Materiais, um dos lugares mais interessantes do Porto para os apreciadores de azulejos. Descobri tanta coisa interessante neste local! É lá que se guarda e se recupera azulejos e diversos elementos vindos das fachadas dos edifícios e casas abandonadas da cidade. A recolha destes materiais tem como objetivo deixar à disposição da comunidade, tanto para quem deseja conhecer mais sobre este material, como também para quem deseja reviver uma fachada através dos belíssimos desenhos e cores dos azulejos. Interessantíssimo, né?

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar2

Depois de uma introdução sobre a história dos azulejos no Porto é hora de regressar ao século XV e ver painéis compostos pela primeira utilização conhecida do azulejo. Hispano – mourisco é uma técnica com assimilação do gosto pela decoração geométrica e vegetalista. Segundo as explicações de Ninoska, é uma espécie de “horror ao vazio” devido ao excesso de revestimento decorando o espaço total.

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar14

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar13

Seguimos pelas ruas do Porto e fazemos uma verdadeiro viagem ao século XVI através de painéis compostos pela técnica Majólica, que em Portugal foi utilizada nas fachadas por representações de padrões policromados pela influência dos ricos tapetes de tecidos do oriente.

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar22

Com o desuso dos tapetes, os lindos painéis figurativos ganharam vida novamente! Mas desta vez em porcelana. Foi desta técnica que a cor azul tornou-se um fenômeno dominante na aplicação dos azulejos.

O passeio segue para o século XVIII que foi marcado pelo período áureo da azulejaria portuguesa. Isso mesmo! O pintor Gabriel del Barco foi o grande percursor ao introduzir uma pintura mais liberta do contorno rigoroso do desenho nos azulejos. Os pintores passaram a aplicar às suas obras uma original espontaniedade na utilização mais livre e pictórica das gravuras, e na criatividade das composições de azulejos ajustadas aos espaços arquitetônicos.

Adorei! Viva a liberdade de expressão nos azulejos!

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar21

Painéis de azulejo da Biblioteca Municipal do Porto. Uma verdadeira galeria!

Com o intuito de reduzir o tempo de pintura e garantir uma maior uniformidade dos detalhes dos azulejos, surge no século XIX os azulejos produzidos através de estampilha. Esta técnica baseia-se na passagem de um pincel sobre os espaços vazios de uma ou mais molduras. Simples e perfeitamente possível de manter o efeito decorativo do azulejo pintado manualmente.

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar16

Do passado até os tempos atuais o passeio encerra destacando fatos curiosos dos séculos XX e XXI. O destaque maior vai para a revalorização dos azulejos através de importantes artistas como Júlio Resende, Jorge Colaço, Jorge Barradas, entre outros.

Na Estação São Bento o que encanta mais: a história ou a dimensão dos painéis de azulejo pintados pelo artista Jorge Colaço?

Na Estação São Bento o que encanta mais: a história ou a dimensão dos painéis de azulejo pintados pelo artista Jorge Colaço?

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar24

Gente! Ainda tem fatos para “dar e vender” sobre a história dos azulejos no Porto, mas não vou “entregar o ouro para o bandido” (rs). Fica aqui só uma pincelada da parte histórica do tour, o resto vocês descobrem passeando com a Ninoska e com a Rita. Combinado?

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar17

Uma aula a céu aberto

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar9

Através de azulejos expostos pelas fachadas do Porto será possível conhecer as diversas técnicas de produção e pintura dos azulejos em várias épocas do ano. Vai desde técnicas centenárias que passaram do artesanal ao industrial sem nunca deixar de ter o trabalho manual e artístico em cada azulejo. Tudo impressiona, pode acreditar! E não só – a experiência tem direito a prova e avaliação. Será que você vai passar nessa prova? Desafio!

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar4

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar6

Eu que vivi no Porto por duas temporadas nunca prestei tanta atenção aos detalhes dos azulejos expostos em fachadas, igrejas, edifícios, casas… Mas depois dessa incrível aula a céu aberto não há azulejo que escape dos meus olhos.

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar11

Azulejar…

Confesso! Estava eufórica para pintar o meu próprio azulejo. Sou extremamente ansiosa e impulsiva, e fazer aulas de pintura está nos meus planos futuros para controlar essas duas características da minha personalidade, portanto: havia muita euforia para pintar um azulejo. O Snapchat naiara.back (segue lá!) não parou de publicar a cobertura do “Passear e Azulejar”.

Ninoska relembra alguns apontamentos de duas técnicas: Majólica (pintar livremente) e Estampilha (pintar com molduras) e lhe deixa livremente a vontade para escolher a técnica que mais lhe traz segurança.

Eu escolhi a Estampilha. Embora tenha muita vontade de praticar pintura, não há muita habilidade em pintar livremente, quem sabe numa próxima, neh?

viajarpelaeuropa_porto_passeareazulejar7

Esse foi o meu molde de estampilha 🙂

Sobre pintar o meu próprio azulejo: orgulho de mim! Algumas linhas ficaram desalinhadas, mas o meu azulejo ficou lindo, não ficou?

viajarpelaeuropa_passeareazulejar_porto

Vai para o Porto? É um apreciador dos azulejos portugueses? Quer aprender a pintar um azulejo? Não espere mais!

A experiência “Passear e azulejar” dura cerca de 2:30h à 3:00h. Os leitores do Viajar pela Europa ganham um descontinhode 20%, impossível não aproveitar, neh?

A experiência “Passear e azulejar” foi um convite da Rita Branco do blog O Porto Encanta, mas as experiências relatadas são todinhas pessoais.


  • 1

Porto Palácio Congress Hotel & Spa: um verdadeiro palácio na cidade do Porto

Tags : 

Quando pensamos em viajar a primeira coisa que nos vem em mente é arrumar a mala, passagens, avião, hospedagem. Não é? A palavra viajar nos leva para longe! Mas nem sempre a viagem tem de ser para um destino a quilômetros de distância. Ela pode ser para a cidade vizinha ou até mesmo a própria cidade.

Foto por: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Foto por: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Geralmente as viagens para uma cidade vizinha acabam sendo no estilo “bate e volta”, o que acaba por dispensar uma hospedagem. Isso acontece com muita frequência nas minhas idas ao Porto, cidade que está localizada apenas 55km de Braga, onde eu moro atualmente. E além disso é super acessível de comboio (trem).

Até o II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros as minhas hospedagens no Porto eram as casas de amigos… Mas desta vez o convite foi especial, pois veio da Associação de Turismo do Porto juntamente com o Porto Palácio Congress Hotel & Spa. Impossível recusar, neh?

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto2

Eu e as minhas Naiarisses 😛 Sempre tem em snapchat naiara.back. Me segue 🙂

Confesso que tinha grandes expectativas quanto a hospedagem no Porto Palácio Congress Hotel & Spa, afinal, estamos falando de um dos melhores hotéis 5 estrelas da cidade. É muita tradição e responsabilidade que este nome leva, portanto… as expectativas eram grandes mesmo!

Características

O nome Porto Palácio Congress Hotel & Spa não nega o seu ar de nobreza. Assim que se passa pela porta, sente mesmo que entrou num palácio: lustres, móveis de linhas retas e cor castanho, recepcionistas elegantes. Logo no check-in somos mimados com uma taça do vinho do Porto. Recepção digna de nobreza, não é mesmo?

Localização

O Porto Palácio está localizado na Avenida da Boavista, aproximadamente a 15 minutos de caminhada da Casa da Música e da estação de metro que leva o seu nome. De lá é perfeitamente possível visitar as diversas atrações caminhando ou utilizando o serviço de transportes públicos da cidade do Porto. É muito prático!

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto1

Os quartos

O Porto Palácio tem 192 quartos executivos e todos estão equipados com mobiliário novo de madeiras nobres, aço e vidro. Chique, não? Além de todos aqueles outros detalhes que enriquecem a experiência como, por exemplo, mini-bar com posição ergonômica e garrafeira, mesa de trabalho com iluminação específica, roupeiro com iluminação interior, cofre individual, televisão de plasma… e um abre aspas para a “vista do Porto”.

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto3

Ver do alto uma cidade é uma experiência que me leva a outro lugar, sem sair do lugar. Vocês também sentem isso?

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

São detalhes que fazem toda a diferença, mas não posso deixar de dizer que o que mais me agradou foi a confortável cama dupla Queen Size na medida de 180X200. Ainda mais para mim que sou uma viajante de pequena estatura, e fiquei praticamente viajando naquela cama (rs).

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Banheiro

O banheiro do Porto Palácio é super espaçoso e tem uma ducha enorme, uma delícia relaxar enquanto cai a água quentinha. Ah… e tem também todas aquelas regalias de roupão e chinelos, kit de higiene e aquilo que todo viajante adora, principalmente quando a viagem é no período de inverno: toalheiro e piso aquecido. Bom demais!

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto

Amenities que agradam até pela embalagem fofa! 😀

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto2

Check in

Não tenha pressa ao realizar o check in! Desfrute desse momento e também da taça de vinho do Porto que irão lhe oferecer. Essa é uma das provas que o Porto sabe muito bem acolher os viajantes.  Enquanto desfruta deste momento, aproveite para conversar com os simpáticos recepcionistas a respeito de todas as informações do Porto Palácio: horários, café da manhã, serviços… Não quero ser estraga prazer, mas posso adiantar algumas coisinhas do check in… assim quando chegar lá a conversa pode ser mais íntima, não é?

– O Porto Palácio possui no 19º andar um bar panorâmico com vistas incríveis para a cidade.  Mal termine o check in, o próximo momento de desfrute é um coquetel e ver o Porto do alto.

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

– Também há serviço de spa! O IIEEBB tinha uma agenda bem preenchida e a “brechinha” para uns 15 minutos de spa vai ficar para uma próxima… E tem gente que acha que vida de blogger é moleza rsrs.

– Independente do que acontecer… dêem um jeitinho de experimentar a Solinca Health and Fitness que é uma academia com equipamentos tope de gama. Sem contar nas duas piscinas interiores, jacuzzi, sauna, banho turco, squash, massagem e cardio fitness para dar resposta às diferentes necessidades e exigências de cada pessoa que lá se hospeda. Infelizmente não consegui dar um jeitinho de experimentar 🙁 Vê se pode uma falha dessas? Porto Palácio me convida de novo!

– A fama e o prestigio do Porto Palácio vem também do Centro de Congressos que ocupa os dois pisos do hotel. Pelo que nos foi informado é um baita de um espaço cheio de tecnologias de comunicação, acústica e de imagem e com capacidade para receber até 600 pessoas. Uma ótima opção para realizar qualquer tipo de evento. Inclusive os futuros Encontros Europeus de Blogs Brasileiros 😉

Café da manhã

O café da manhã do Porto Palácio é um verdadeiro banquete: diversos tipos de pães e frios, doces e salgados. Para aqueles que adoram cometer o pecado da gula tinha crepe e chocolate. Hummm… Tanta opção que era até difícil escolher!

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto4

E para aqueles que adoram começar o dia de uma forma saudável, tinha vários tipos de cereais, frutos secos, sucos naturais, iogurtes e frutas. #yummyy

Viajarpelaeuropa_portopalacio_porto5

Mas era também um banquele para quem assim como eu preferem um bom bacon…

Mas há sempre quem prefere um bacon :P rsrs saco vazio não para em pé :)

O Porto Palácio oferece uma hospedagem de excelente qualidade e conforto! Fica aqui a minha recomendação para quem deseja se hospedar num verdadeiro Palácio da cidade do Porto 😉

A hospedagem no Porto Palácio Congress Hotel & Spa foi um convite do hotel e da Associação de Turismo do Porto, mas as experiências relatadas são todinhas pessoais.


  • 3

8 coisas que aprendi no IIEEBB

Tags : 

Sabe aquela vontade de sair correndo e abraçar todo mundo, e mais… aquela vontade de mudar o mundo? Às vezes basta uma música, um filme, uma imagem, uma conversa para despertar essa vontade. O II Encontro Europeu de Blogs Brasileiros despertou tudo isso e muito mais!

Abraçooo na nossa mini viajante <3

Abraçooo na nossa mini viajante <3 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Durante um final de semana, 12 e 13 de Novembro de 2015, estávamos todos juntos no Porto, conversando, interagindo, aprendendo e fazendo aquilo que a gente mais gosta: viajar. Até para mim, que já morei na cidade, estar no Porto dessa vez foi muito mais especial. Fui de mala vazia e voltei com ela, a mente e o coração lotados de coisas que aprendi.

O IIEEBB tinha uma participação limitada, somente 43 bloggers puderam participar do evento. Mas além dessa seleção VIP, o time de palestrantes também foi escolhido a dedo. No total foram 6 blogueiros que vieram compartilhar suas experiências e nos motivar a trabalhar ainda mais nos nossos blogs de viagens. Olha só o que aprendi com eles!

1. Vivemos de emoções

Se tem um  sentimento que move a vida de um blogger ele se chama emoção. Cada palavra que compõe um artigo tem o objetivo de emocionar quem lê. Para mim as viagens não são guiadas apenas pelo roteiro que crio, são guiadas pelo sentimento. É o sabor de uma comida típica, um show que encheu meus olhos de lágrimas, um monumento que me surpreendeu, histórias que levantaram os pelos dos meus braços, o medo e a alegria de cada descoberta…

Me emociono todas às vezes que vou comer francesinha. Agora... uma mini francesinha é para morrer de emoção, neh?

Me emociono todas às vezes que vou comer francesinha. Agora… uma mini francesinha é para morrer de emoção, neh?

Ah são tantas as emoções! E no IIEEBB esse sentimento esteve presente em vários momentos:

– O vídeo que fizemos em conjunto para parabenizar todo o empenho e dedicação da blogueira fantástica Rita Branco do O Porto Encanta. Parabéns! A organização do evento foi impecável  e um super parabéns também para a Associação de Turismo do Porto, patrocinadora oficial do evento!

Confesso! A gente queria ver a Rita chorar rsrsr Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Confesso! A gente queria ver a Rita chorar rsrsr Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

– Mas não foi só a Rita, nós também fomos homenageados. A Dilene, leitora de vários blogs, fez um vídeo super lindo contanto como os blogs de viagens são importantes para ela e como a gente a leva viajar todos os dias para diferentes destinos da Europa. Muito amor por você Dilene! <3

– E quando a Tuna de Medicina apareceu no almoço de domingo no restaurante Barão Fladgate… A Gi não aguentou de emoção e derrubou as lágrimas ao reviver os tempos acadêmicos na cidade do Porto. Até eu chorei rsrs… E acho que mais gente também chorou, neh Daniel? 😛

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

– E ver pela primeira vez aqueles blogueiros que há anos você conhece apenas no mundo da blogsfera? Ameiiii desvirtualizar gente!

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Não há como esconder. Vivemos de emoções e amamos transmiti-las para todos vocês!

2 – O lado humano da blogsfera

Se tem algo que nunca falha nas minhas pesquisas de viagens é a procura por blogueiros que residem na cidade de destino. Simplesmente adoro dedicar uma parte do meu roteiro para interagir com um blogger local, e se der, para conhecer a cidade acompanhada por eles, melhor ainda!

Eu e a minha best blogger de moda Luli do Trend Tips divando na zona de Belem em Lisboa :P

Eu e a minha best blogger de moda Luli do Trend Tips divando na zona de Belem em Lisboa 😛

Viajar pelo Porto, desvirtualizar e aprender um com os outros eram os convites do IIEEBB. Dentro desta temática, a palestra da Cristina Rosa do Sol de Barcelona veio reforçar pontos importantes do profissionalismo dos blogs e também de como é possível formar uma comunidade de blogueiros.

Há diversos blogs que falam de viagens pela Europa. Acabamos, muitas vezes por falar das mesmas coisas, mas todas elas possuem uma perspectiva diferente. Afinal, cada blogger tem um modo peculiar de viajar, pensar e ver as coisas.

A prova disso são as centenas de posts que os 43 bloggers produziram relacionados ao IIEEBB e ao Porto. Embora a temática seja a mesma, cada um deles tem um “tchan” diferente. Acredite!

Passeio de barco a convite da Douro Azul :) Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Passeio de barco a convite da Douro Azul 🙂 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Não é a toa que Rita Branco vive dizendo “Somos feitos de pessoas e não de números”. Essa é a nossa essência!

3. Viver de blog

viajarpelaeuropa_porto_IIEEBB8

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Daniel Duclos, autor do Blog Ducs Amsterdam veio responder a questão  “É possível viver de blog?” Sim! Não! Talvez?… Pode ser que sim!… Ducs não veio trazer a fórmula mágica e sim dizer tudo o que ele testou.

Digamos que dar vida a um blog é como ter uma receita de bolo que necessita constantemente ser alterada e implementada. Oh – até rimou (rs). E essa é a verdade! Antes de nos questionarmos se é possível viver de blog, devemos nos questionar se queremos viver de blog e o que estamos dispostos a fazer para viver de blog. Por exemplo:

– Você trocaria um jantar ou uma festa com um grupo de amigos para escrever um artigo?

– Você prefere dormir ou entrar madrugada a dentro escrevendo, editando fotos e vídeos?

– Quantas horas por dia trabalhará no blog?

– O que é prioridade na sua vida?

– Como é que você quer ver o seu blog daqui um, cinco ou 10 anos?

4. Blogger como profissão

Parece self, mas é vídeo para o Snapchat viajarpelaeuropa - segue lá :P Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Parece self, mas é vídeo para o Snapchat viajarpelaeuropa – segue lá 😛 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

A profissionalização de blogs é assunto sério! A Rita Branco costuma dizer “Parece férias, mas é trabalho” e mesmo assim há quem duvide. Que feio! (haha). Enquanto levantamos a ideia de estar de “férias” estamos atentos nos mínimos detalhes que possamos fazer a diferença na vida de outras pessoas, estamos também a procura de algo especial e que seja sensacional contar para vocês. Estamos a espera de nos encantar com o recepcionista que nos recebe numa hospedagem, com o sabor do que vão nos servir ao almoço, da história que aquele lugar conta e de todos os elementos culturais que possam nos emocionar. O trabalho de blogger é “non stop” e tem um valor ainda maior porque é feito com emoção!

Eu e a Gi sonhando com a próxima matéria do blog :P Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Eu e a Gi sonhando com a próxima matéria do blog 😛 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

5. Qual é o plano para o seu blog?

“Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.” Mestre Arievlis.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Quem lê os meus posts já deve ter percebido que eu tenho manias de organização e limpeza e que adoro criar listas para tudo. Eu sempre tenho um plano, mesmo que ele não se concretize eu já tenho outro e mais outro… e assim segue a lista. Não é a toa que me identifiquei com as falas da palestra da Susana Ribeiro, autora do blog Viaje Comigo. Ela veio tocar no coração dos blogueiros e compartilhar diversos acontecimentos importantes da sua trajetória profissional e principalmente tudo o que ela arriscou para sair de um escritório e se aventurar viajando como freelancer.

Nós no self da Susana :P

Nós no self da Susana 😛 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Tudo o que ela disse me inspirou tanto, mas tanto que faço questão de compartilhar algumas frases que, certamente, irão influenciar nos planos do Viajar pela Europa e porque não o de vocês, quer seja para quem tem um blog, um projeto em particular ou para a vida!

 “Se o Plano B não der certo. Não tem problema o alfabeto tem 26 letras”.

“Porque ficamos num emprego que nao gostamos?”

“Quantos passos preciso dar até dar um salto alto?”

“Taj Mahal: muda-te”

“Tem certeza? Não. Mas vou fazer”

 “O que vai ganhar e o que vai perder?”

“Se esperarmos pelas condições perfeitas nunca vamos fazer nada”

6. Turismo criativo é tendência de viagens

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

A Elena Paschinger, autora do Creative Elena nos contou sobre as suas experiências de viagens criativas e aprofundou o tema a respeito da tedência turismo criativo – que é considerado como uma nova geração de turismo, que implica a participação dos viajantes em atividades criativas, com a população local.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Entretanto, o turismo criativo não é para qualquer tipo de viajante. Ele atrai mais as pessoas que têm interesse pelas especificidades e setores concretos dos locais de destino do que pelos aspectos mais generalistas. É um tipo de turismo que, às vezes implica num investimento maior de tempo e dinheiro. É uma nova forma de descobrir uma cultura através de programas diversificados como workshop, artesanato, cursos de curta duração e outras atividades.

O tour "Passear e azulejar" do Porto Encanta é uma experiência de turismo criativo. Experimente!

O tour “Passear e azulejar” do Porto Encanta é uma experiência de turismo criativo. Experimente!

7. Como vender uma ideia

CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

A Heloísa Righetto, do Aprendiz de Viajante, lançou em dezembro de 2014 o Guia de Londres Para Iniciantes e Iniciados. No IIEEBB ela falou de todo o processo que ela passou para vender uma ideia, ou seja, o ebook que posteriormente se tornou um guia impresso.

O Viajar pela Europa ainda não dispõe de um guia – quem sabe em 2016, hein? Mas na verdade todos os dias estamos vendendo as nossas ideias, quer seja para os leitores como também para anunciantes que se interessam em promover o seu negócio para os apaixonados por viagens. As nossas ideias são vendidas através dos nossos conteúdos e das nossas lindas fotos, e tudo isso tem sempre a intenção de motivá-los a terem incríveis experiências de viagens pela Europa. Acha fácil?

Exige muito trabalho para vender ideias através de um blog, e de um guia então…

Helo Palestra

Foto por: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

 A Helo, com muito bom humor e criatividade, compartilhou vários detalhes: do pré-lançamento as mais diferentes formas de pagamento. Com ela aprendi que a venda de uma ideia segue o lema “aqui e agora, ou nunca”! Para concretizar uma venda a resposta tem de ser instantânea, é necessário ter várias opções do produto – digital e impresso,  ter muitas maneiras de realizar a distribuição (pessoalmente, online, correio…), dispor de todas as formas possíveis de pagamento e acima de tudo amar e acreditar no valor da ideia que está vendendo.

Lembre-se, as pessoas só vão comprar o que você vende, quando elas acreditarem no que você acredita!

viajarpelaeuropa_porto_ribeira

Será que ainda é preciso mais? Pode ser que sim, pode ser que tudo mude… mas enquanto isso a gente vai experimentando, descobrindo e compartilhando tudo o que é possível para vender uma ideia. Quer comprar?

8. Otimizar a conta do Instagram

Ivo sempre interage nas suas palestras sobre o Instagram :)

Ivo sempre interage nas suas palestras sobre o Instagram 🙂 segue ele no Insta para acompanhar várias dicas!

O Instagram é ótimo para promover um blog de viagens, pois é nesta rede social que conseguimos transmitir emoções e sentimentos através de imagens e vídeos incrívelmente apelativos e muitas vezes instantaneamente. Sem contar nas diversas formas de expor conteúdo e no engajamento que as ações despertam, não é? Nós já promovemos o blog através da conta Viajar pela Europa e também nos nossos perfis pessoais – segue a gente Naiara Back e Kifke. Mas há sempre dicas e truques que podemos implementar para melhorar a comunicação com vocês.

viajarpelaeuropa_porto_IIEEBB22

Os bastidores do self do Ivo 🙂 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

No IIEEBB, Ivo Madaleno, profissional da área digital, trouxe contributos importantes para otimizar uma conta de Instagram. Entre as dicas e truques, Ivo destacou que devemos:

– Deixar muito bem especificado na descrição da conta os tipos de conteúdos que as pessoas vão encontrar: viagens, gastronomia, moda…

– Dar muita atenção as palavra-chave

– Usar emoticons, links e geocalização

– Utilizar as ferramentas disponíveis na internet para pesquisas #, bem como criar as # que ajudem a estabelecer uma corrente do blog com seus seguidores. A exemplo temos o #viajarpelaeuropa e o #IIEEBB como também as # das campanhas que realizamos com outros blogs como o #veraoeuropeu e o #blogamigo

– Ser claro e objetvo ao dizer o que as pessoas têm de fazer: se é para atribuir um coração, comentar, marcar um amigo…

– Pesquisar sobre coleções no Instagram, top post e interagir com outras contas

Ah… mas lembre-se que as imagens e vídeos publicadas no Instagram devem ser incrívelmente apelativas! De nada adianta seguir essas dicas e truques se o que publica não tem emoção e sentimento!

As imagens são processadas pelo nosso cérebro 60 mil vezes mais rápidas do que um texto. Portanto: capriche no conteúdo!

Paparazi nos flagra trabalhando :P Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

Paparazi nos flagra trabalhando 😛 Crédito: CC BY-NC-ND Associação de Turismo do Porto e Norte, AR.

O II Encontro Europeu de Blogs Brasileiros já passou, mas o que aprendi com os blogueiros palestrantes e com os outros participantes vai ficar para sempre. Agora… fica o desafio de aplicar tudo isso aqui no blog!

E vocês sabem que vontade de fazer acontecer é tanta como a vontade de viajar pela Europa todos os dias. Espero também que tudo o que eu aprendi possa, de um modo ou outro ajudar você aí do outro lado, nem que seja em alguma coisinha! 😀

Enquanto o IIIEEBB não chega – Berlim que nos aguarde!… Reviva a segunda edição através das hashtag #IIEEBB #visitporto #followporto e #viajarpelaeuropa!


  • 2

Tascö – Deliciosa comida portuguesa. Com certeza!

Tags : 

O Porto está passando por uma grande transformação e é incrível a quantidade de novos estabelecimentos que surgiram na cidade em apenas alguns anos.

Para alegria de nós viajantes, os portuenses finalmente entenderam sua verdadeira importância para o turismo na Europa, colocaram a mão na massa e resolveram investir em sua própria cidade. Uma grande prova disso é o empreendedorismo jovem, que  marca esse renascimento da cidade em grande estilo!

Tascö - AgendaBerlim (5)

Tascö – Foto por: Nicole e Pacelli Blog Agenda Berlim

Um desses locais, marca da juventude empreendora portuense, é o delicioso restaurante Tascö, situado no coração do Porto, na Rua da Almada, bem no meio do burburinho da Baixa. Local famoso por ser cheio de bares, restaurantes e baladas.

O local desenvolvido por Telmo,  Miguel e Helder conquista logo que entramos lá, pois apresenta uma aconchegante decoração que lembra tipo o jardim de casa, sabe?

A deliciosa comida típica portuense, servida no restaurante Tascö, é trazida à mesa sempre com um sorriso no rosto e com uma vontade de servir bem, outra caraterística da receptividade portuguesa, principalmente no norte do país.

O local é conhecido por atender jantares de grupo, com opções de menu por 20€ ou 30€ por pessoa, incluindo sangria à descrição. Um detalhe que me chamou a atenção é que meu copo estava sempre cheio. Os atendentes de lá estão sempre atentos para que você nunca espere de copo vazio. Adoro pessoas assim, que lêem nossos pensamentos desse jeito! haha

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Jantamos no Tascö na nossa viagem ao Porto logo após a participação no II Encontro Europeu de Blogueiros de Viagem, claro que eu fiquei mais dias antes e depois do evento para aproveitar ao máximo a viagem, né! Então essa foi a nossa despedida, juntamente com outros blogueiros de viagens e foi uma oportunidade para reencontrar amigos queridos que moram no Porto.

Imagina que recordação incrível! Boa comida, uma mesa cheia de amigos queridos e um lugar especialmente aconchegante! Não poderia ter sido melhor!

Tascö - AgendaBerlim (16)

Tascö – Foto por: Nicole e Pacelli Blog Agenda Berlim

Vamos falar de comida?

Nosso jantar no restaurante Tascö foi um rodizio de “Tapas”, em que são servidos várias  porções de petiscos, estilo de jantar espanhol mas que também é  muito comum em Portugal. Ótima pedida para quem é indeciso assim como eu,  assim dá para provar um pouco de tudo. Adoro!

Para iniciar os trabalhos  foi servido uma tábua de queijos e enchidos típicos da região. Agora você imagina a alegria da mineira aqui, frente a frente com essa variedade de queijos!

Queijo do Restaurante Tasco do Porto

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Logo a seguir foi servido um bife super suculento, e adivinha só! Com mais queijo!

Bife com queijo

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Tascö - Porto Portugal

Tascö – Foto por: Nicole e Pacelli Blog Agenda Berlim

E claro, mais sangria porque no Tascö do Porto ninguém pode passar sede, não é mesmo?

Sangria Restaurante Tasco do Porto

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

E quando você pensa que acabou, chegam essas maravilhosas pataniscas de bacalhau com arroz de tomate.  Gente, esse arroz estava tão absurdamente delicioso que eu até queria ter trazido para casa.

E eu garanto, só não levei uma quentinha para o hotel para comer no almoço do outro dia porque o Daniel não deixou (rs). Sabe como é! Eu moro longe, e quando volto ao meu amado Porto é com a inteção de matar a saudade de tudo: dos amigos, da cidade linda e também da comida…

Arroz de Tomate do Restaurante Tasco

Foto por: Carolina Kina. Blog Carta sem Portador.

Para finalizar essa experiência fantástica no Tascö, escolhi um delicioso cheesecake de maracujá. Vocês já sabem que eu não sou a maior fã de sobremesa, não não resisto a um CHEESEcake ainda mais se for assim com essa mistura azedinho e doce! #yummy

Tascö - AgendaBerlim (28)

Tascö – Foto por: Nicole e Pacelli Blog Agenda Berlim

Para você ter certeza de que a cidade está investindo em atrações incríveis assista ao vídeo do Tour Gastronômico que fizemos no Porto.

Se você quer saber um pouco mais sobre o renascimento do Porto através da gastronomia, leia minha matéria “Delicias do Porto” para a Revista Vox Objetiva.

Agora me conta, qual restaurante você recomenda no Porto?

As fotos lindas desse post foram gentilmente cedidas pelos queridos Nicole e Pacelli do blog Agenda Berlim e pela querida Carolina Kina do Blog Carta sem Portador. Obrigada pessoal! Já estou louca de vontade de ir logo para Berlim e reencontrar vocês. “Vem ni mim” #IIIEEBB 😀

Estavam presentes Paula, do blog No Mundo da Paula,  a Renata, do blog Direto de Paris, minhas amigas Mariana Pontes e minha doida Soraya Monteiro, Naiara Back e o Daniel Kifarkis do Viajar pela Europa e minha princesa Nicole!

O jantar foi organizado pela Rita Branco do blog O Porto Encanta à convite do Tascö.  A opinião é minha! 😉

 


  • 2

4 passeios imperdíveis para descobrir o Porto

Tags : 

Qual é o seu tipo de passeio preferido para conhecer uma cidade? Para mim, não há passeio melhor do que aquele onde percorremos por ruelas, becos, bairros, sítios desconhecidos, tudo e mais alguma coisa caminhando. Mas não podemos nos limitar apenas às nossas preferências, não é mesmo? Quando viajamos temos de estar sempre aberto ao novo. É por seguir esse lema que quebrei “preconceitos” e me surpreendi com muitos passeios incríveis que já experimentei pela Europa afora.

viajarpelaeuropa_cruzeironodouro_porto

E por falar em “incrível”, é impossível não falar dos imperdíveis passeios para descobrir o Porto. Eu que morei lá duas vezes em períodos distintos (2010 e 2012) ainda tenho muitos encantos daquela cidade para descobrir. No IIEEBB, realizado no Porto, mais de 40 blogueiros foram convidados a descobrir a cidade através de 4 passeios diferentes. Nada mais justo do que eu contar para vocês e motivá-los a fazer o mesmo. Porque o Porto é um encanto e tem muitas atividades adoráveis e atrações lindas  para serem descobertas. Vamos lá?

DSC01345

1 – Caminhando

DSC08478

Esse é o passeio mais tradicional para descobrir o Porto. Se perder nas ruelas da Sé a caminho da Ribeira ou então pelas cores e cenários artisticos da Rua das Flores. Subir as ladeiras e suspirar ao ver a vista… Ah! A caminhada compensa! É caminhando que se surpreende com os detalhes: reduza o rítmo da caminhada, pare, olhe e tire fotos. Pensa se fica alí mais uns minutos e então encontra outro atrativo bem perto, num piscar de olhos. É caminhando também que o contato com as pessoas, turistas ou locais, acontece de maneira mais fácil: basta pedir uma informação qualquer. Alias! Quando estiver no Porto ou em outra cidade de Portugal, peça informação da localização de determinado destino. Por quê? Pergunte e descobrirá! 😉

DSC08452

2 – Vou de bike, você sabe…

viajarpelaeuropa_passeardebicicletanoporto

A bicicleta é meu transporte preferido! Um dia ainda vou morar numa cidade da Holanda ou da Alemanha. Ah… Barcelona também está na lista das possibilidades rsrsr. Tem coisa mais gostosa do que pedalar rápido e depois descansar as pernas enquanto aprecia uma vista e sente o vento refrescante no rosto? Não importa se é frio ou calor, ir de bike sempre será um passeio a considerar.

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto

Descobrir o Porto de bicileta é um passeio inperdível. Na minha primeira pedalada pelo Porto o passeio foi da Foz até o Passeio Alegre. Posso dizer que não foi algo muito rápido, pois o Porto nos convida a parar e descer da bicicleta inúmeras vezes, afinal com tantas vistas e detalhes para serem descobertos não há como resistir e dar a aquela pausa estratégica para se encantar com a paisagem incrível.

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto2

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto3

O nosso passeio de bicicleta foi um convite da Bike Tours Portugal. Experimente também!

3 – Elétrico

viajarpelaeuropa_passeardeeletrico_porto

O passeio de elétrico é um dos mais genuínos no Porto. Esse transporte nos leva a descobrir a cidade através de uma autêntica viagem no tempo. Há diversos percursos, como por exemplo, os que passam pelas principais ruas da Baixa e a região da Foz. Independente da escolha, o passeio é pura diversão e claro um charme, afinal você descobrirá paisagens do Porto através da janela de um meio de transporte que é um ícone na cidade! Mesmo quem já trilhou caminhando o percurso do elétrico, mais de uma vez, experimente o passeio do elétrico. Seja aberto para o novo e veja o Porto numa outra perspectiva, ok?

viajarpelaeuropa_passeardeeletrico_porto2

4 – Cruzeiro

O cruzeiro das seis pontes do Rio Douro é um dos passeios de barco mais famosos do Porto. É uma descoberta as margens do Porto, Gaia e da arquitetura das seis pontes por onde o barco passa.

viajarpelaeuropa_cruzeironodouro_porto2

A primeira vez que fiz este passeio o embarque foi no cais de Gaia e a segunda no cais do Centro Congressos da Alfândega. As duas opções são ótimas, pois junto do cruzeiro é perfeitamente possível conciliar outras atraçãos no Porto, como por exemplo uma visita nas Caves ou um passeio pela Alfândega.

O nosso cruzeiro no Rio Douro foi uma oferta do Douro Azul. Super recomendamos 😉

Já escolheram um dos 4 passeios para descobrir o Porto? Na dúvida: experimente todos!

O convite para descobrir o Porto através destes 4 passeios imperdíveis foi parte da programação do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, organizado pela Rita Branco do blog O Porto Encanta e patrocinado pela Associação de Turismo do Porto.


  • 1

Tour Gastronômico pelo Porto

Tags : 

Olá pessoal,

está no ar o nosso primeiro vídeo da viagem pelo Porto! Viajamos para o Porto para participar do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros. Para quem acompanha o blog Viajar pela Europa no Facebook e Instagram sabe que o que mais fizemos nessa viagem foi comer (rs) …. E comer bem!

viajarpelaeuropa_gastronomia_porto

Por isso resolvi mostrar para vocês o deliciso tour gastronômico que fizemos com a empresa Taste Porto Food Tours, uma passeio pelo centro da cidade indo literalmente de mesa em mesa para degustar pratos típicos  deliciosos!

Aperte o play e atenção: é um vídeo de dar água na boca! 😀

E você, qual o seu prato típico preferido da cidade do Porto?

 


  • 14

II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros no Porto

Tags : 

A cidade do Porto terá sempre um lugar de destaque no meu coração. Foi a primeira cidade que morei na Europa, fiz amigos, concluí minha faculdade e onde nasceu o blog Viajar pela Europa.

viajarpelaeuropa visitar porto

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Voltar ao Porto para reencontrar os amigos queridos que ainda moram lá, levar a Nicole para visitá-los, conhecer pessoalmente vários blogueiros que já “convivo” no mundo virtual e ainda divulgar o turismo na cidade tinha um sabor mais do que especial para mim. Foi tudo perfeito!

Viajamos para o Porto especialmente para participar do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, um evento que começou em Barcelona, em 2014, quando a querida Cristina Souza do Blog Sol de Barcelona e a Magê do Blog Milão nas mãos, tiveram a brilhante ideia de reunir os blogueiros que vivem na Europa para trocar experiências sobre a profissão e fazer isso de uma forma que todos nós amamos: viajando!

viajarpelaeuropa visitar porto

O IIEEBB foi organizado pela blogueira que melhor conhece a cidade do Porto, a Rita Branco, do Blog O Porto Encanta, e patrocinado pelo Associação de Turismo do Porto.

viajarpelaeuropa_visitar_porto

O evento começou oficialmente na sexta-feira, dia 13 de  Novembro, onde fomos recebidos em hotéis cinco estrelas da cidade. O Sheraton Porto, Crowne Plaza Porto e Porto Palace. Vamos contar sobre esses maravilhosos hotéis em um novo post. Aguardem!

Durante os dias do evento visitamos vários lugares incríveis no Porto, nos divertimos muito, e fomos recebidos à melhor maneira portuense: com hospitalidade e mesa farta, sempre!

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Em breve vamos falar sobre todos os lugares que visitamos nesses dias maravilhosos que passamos no Porto e vem muita dica imperdível sobre a cidade. Enquanto isso acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram  e através das hashtags #IIEEBB #followporto e #visitporto você pode ver as fotos maravilindas postadas por todos os blogueiros durante o evento!

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Mais de 40 blogueiros participaram do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros. O próximo, em 2015, já tem cidade marcada: Berlim aqui vamos nós!

Confira a lista de todos os blogueiros que estiveram presentes no IIEEBB. Só gente linda e compentente!

Ducs Amsterdam | Sol de Barcelona | Creative Helena | Aprendiz de Viajante | Brasileiros Mundo Afora | Agenda Berlim | Milão nas Mãos | Almost Locals | Barcelona Emociona | Chicken or Pasta | Direto de Paris | De café por Barcelona | Travel With Pedro | Esto es Madrid! | No Mundo de Paula | Rumo a Madrid | That Good Trip | Ka entre nós | Turismo em Roma | Cartas em Portador By Savanna Home & Kids handmade| Eu ando pelo mundo | Brazuka | Vivi em Madrid | O mundo que eu vi | Catalogo de viagens | Trend Tips | 360 Meridianos | Cultuga | Euro Dicas | Cantinho da Irina

 
 E você, gostou de conhecer os blogueiros brasileiros que vivem na Europa ?
 

 


  • 2

5 motivos para visitar a região da Beira do Interior de Portugal

Tags : 

Quem é que tem manias de organização e limpeza? É só eu? Mas aposto que você também gosta de fazer listas, quer seja de supermercado, de presentes de natal, de compras em geral, de roteiros de viagens… Não é?

E listas de motivos para visitar um lugar ou fazer tal coisa num lugar? Tudo bem se não tem essas manias, mas acontece que eu ADORO e é por isso que entrego de bandeja 5 motivos para visitar a região da Beira do Interior em Portugal. Anotem tudo porque é imperdível!

1- Serra da Estrela

A Serra da Estrela é a serra mais queridinha dos portugueses e turistas. Super famosa no país, é daqueles destinos imperdíveis numa viagem a Portugal, principalmente no inverno quando ela está toda coberta de neve.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela3

Mas engana-se quem pensa que a Serra da Estrela é um destino apenas de inverno. É sim um local para se visitar em todas as estações. Sério! Se tiver oportunidade, programe-se, pelo menos uma vez na vida, e faça uma viagem para a serra em qualquer uma das estações ou quem sabe pelo menos uma vez em cada uma delas. O outono é tão colorido quanto a primavera e o verão é tão cheio de atrações quanto o inverno. Vale super à pena!

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela

Blogtrip e Phototrip: Viajar pela Europa e O Porto Encanta 🙂

E além disso o caminho para a Serra da Estrela é recheado de atrações e chegando lá há de tudo: trilhas de bicileta ou a pé, rota dos queijos ou uma caça aos sabores gastronômicos da região, museus, spas e cabanas acolhedoras, esportes radicais, aldeias históricas… Atrações e motivos é o que não faltam, neh?

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela2

2- Casa do Comendador Francisco

Depois de 14 anos fechada a sete chaves, a Casa do Comendador Francisco, conhecida também como Casa Senhora dos Verdes, abriu as portas para muito bem receber. E os motivos? Reviver memórias através de histórias das várias gerações da família de Tereza de Jesus e do comendador Francisco Esteves.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_casadocomendadorfrancisco2

Localizada na vila de Manteigas, a casa que agora é um alojamento local, dispões de um total de três quartos e duas suítes para muito bem hospedar os apaixonados por história. Além dos serviços de hospedagem, a casa está de portas abertas para eventos familiares e sessão fotográfica. Tudo no mais puro estilo “reviver memórias”.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_casadocomendadorfrancisco

3- Belmonte

Confesso que Belmonte não estava na minha listinha de destino de viagens para 2015. Mas como não se pode recusar um convite para por o pé na estrada (obrigada minha amiga Sandra da agência Simply B), fiz as malas e fui descobrir a terra daquele que descobriu o Brasil. Sim! É ele: Pedro Alvares Cabral. O mais incrível de viajar para Belmonte é conhecer a história do nosso país na versão portuguesa e ter a consciência que numa história sempre existe dois lados.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte

Na terra de Cabral, atrações não faltam: o Castelo que foi administrado pela família Cabral, a Igreja de Santiago e o Panteão dos Cabrais, o Museu dos Descobrimentos e o Museu Judaico de Belmonte, a Sinagoga Judaica… e lá se vai mais uma listinha.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_museudosdescobrimentos2

Ficaram curiosos em saber mais de tudo de bom que há em Belmonte? Eu conto no próximo post. Fiquem atentos as novidades através do nosso Facebook e Instagram 😛

DCIM102GOPRO

DCIM102GOPRO

4- Sabores da Beira do Interior

Existe delícia maior do que adentrar na cultura local do que pelo pecado da gula? Se tem ítem de uma listinha da qual eu não abro mão é a de provar a comida típica do local. E a região da Beira do Interior sabe nos agradar muito bem: a vila de Manteigas tem enchidos de encher olhos e barriga; e a Serra da Estrela tem os melhores e inconfundíveis queijos da serra.

Em Belmonte eu provei um bacalhau que entrou para o top dos melhores pratos típicos da vida: o bacalhau Assado na Telha. E porquê gaúcha não vive sem carne, não pude resistir ao delicioso Segredos de Porco, se querem saber qual é o segredo eu conto: é a barriga do porco cortada em fatias bem fininhas e servido com batata frita e purê de couve-flor. Uma combinação e tanto. Humm…

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_restaurantedocastelo

Se pensam que acabou, “cá” em Portugal não se sai da mesa antes de uma sobremesa e um café. Para fechar o espaço da barriga um rodízio de doces variados: arroz doce, tijelada, leite creme e panacota.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_restaurantedocastelo2

5- Hospedagens genuínas

E põe genuína nisso! O Convento de Belmonte é a hospedagem perfeita para quem procura um local para gastar as energias e descansar. Sua estrutura é uma recuperação das ruínas do antigo Convento de Nossa Senhora da Esperança, sobre uma Ermida construída no século XIII e é bem provável que por lá estejam alguns vestígios de antigos lugar de culto pagãos.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_conventodenossasenhora

Conseguem imaginar esse local? Eu ajudo! Assim como a Casa do Comendador Francisco, o Convento preserva integralmente toda a herança histórica de um convento, ou seja, toda a arquitetura em anfiteatro, entre os pinhais da Serra da Esperança e uma deslumbrante paisagem sobre a região da Cova da Beira e Serra da Estrela.

Os quartos possuem nomes de santos e o bar é na sacristia. Um pecado é não ficar lá hospedado quando viajar para a Beira do interior! 😉

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_conventodenossasenhora2

Ah…. e já ia me esquecendo. Devem estar se perguntando porque é uma hospedagem perfeita para gastar energias e descansar, não eh? Não fiquei lá hospedada, mas não pude deixar de sentir a atmosfera calma e aconchegante de um convento, principalmente nos quartos, os quais possuem uma vista de rezar e agradecer.

E quanto as energias, não vejo a hora de gastá-las numa “caça aos cogumelos” e depois num workshop gastronômico. Ainda há diversas opções de lazer que o Convento de Belmonte indica aos hospedes.

DCIM102GOPRO

Acha que ainda precisa de mais motivos para viajar para a Beira do Interior? Chame pela Simply b, uma agência que organiza experiências originais e memoráveis. Independente da viagem iniciar no sul ou norte de Portugal, a Simply b vai lhe proporcionar uma viagem à medida!

Nós já experimentamos! E também já incluímos a Beira do Interior na listinha dos destinos mais incríveis de Portugal.

E você? Malas prontas?

 


Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close