Tag Archives: Dicas de Viagem

  • 0
Noruega

15 motivos para visitar a Noruega

Tags : 

Não há dúvidas de que a Noruega é um dos destinos com paisagens mais deslumbrantes do mundo. Mas se você ainda não está certo em incluir o país como seu próximo destino, vou listar 15 motivos que certamente te deixará mais animado(a) a pegar o próximo voo para cá. Preparados?

15  motivos para visitar a Noruega

1 – Fiordes

A Noruega é o país que mais tem fiordes no mundo. São mais de mil em todo o país. Aqui é, sim, a Terra dos Fiordes. Para quem não sabe, fiorde é uma grande entrada de mar entre altas montanhas rochosas. Os que mais se destacam na Noruega são: o Geirangerfjord, o Lysefjord, o Nærøyfjord e o Sognefjord, situados na Costa Oeste. Faça um passeio de barco  pelos estreitos corredores e se deixe encantar pela paisagem de beleza estonteante.

 

Noruega

 

Saiba mais sobre o Cruzeiro pelo Lysefjord

 

2 – Aurora Boreal

Este fenômeno indescritível, com condições de visibilidade bem específicas, atrai pessoas de todo o mundo e é uma espetáculo à parte. O “ballet” das luzes que colorem o céu é uma experiência mágica!  As auroras acontecem com maior frequência no Norte do país.

Noruega

 

Leia também o post Qual a melhor época para visitar a Noruega e descubra quando programar sua viagem para ver a Aurora Boreal.

3 – Sol da meia noite

Este é um curioso fenômeno que poder ser observado no verão. Entre os meses de maio e julho, no Norte da Noruega, o sol nunca se põe, o que é curiosíssimo para nós brasileiros. Por aqui, muitos passeios e eventos são organizados durante a noite, exemplo de safaris de observação de baleias, mergulho noturno, cinema ao ar livre.

 

4 – Rotas panorâmica de trem

A Ferrovia de Flåm foi reconhecida como a viagem de trem mais incrível do mundo pela publicação Lonely Planet de 2014. A viagem leva você pelo topo das montanhas e, durante o trajeto de 20 quilômetros, o visual inclui rios cortando desfiladeiros profundos, cachoeiras, cumes nevados e fazendas nos pés das montanhas.

 

5 – As mais belas trilhas

Na Noruega há uma infinidade de opções de trilhas, algumas mais fáceis dentro das cidades e outras mais longas e mais difíceis. Dentre as mais famosas estão as trilhas para Preikestolen (4 quilômetros e cerca de três horas de trilha), para Kjerag (X km e cerca de seis horas) e a mais longa, para Trolltunga (X km e cerca de 11 horas).

 

Noruega

 

Leia também esse post completinho de dicas sobre a trilha para Preikestolen.

 

6 – Comer muito bacalhau

O bacalhau norueguês é muito conhecido por nós brasileiros. Mas comê-lo por aqui é diferente do que no Brasil. Aqui o bacalhau não é salgado, ele é fresco. Sabia que 90% do bacalhau exportado pelo mundo todo sai da Noruega.

Leia também o post sobre o Gladmat, o maior festival gastronômico da Escandinávia.

 

7 – Dirigir por estradas cenográficas

A Atlantic Ocean Road é uma famosa estrada cenográfica ao Norte da Noruega, com 8.3 quilômetros, oito pontes e curvas de tirar o fôlego! É realmente impressionante dirigir por esta estrada!

8 – Cachoeiras

Devido à sua geografia, a Noruega tem milhares de cachoeiras. Eu poderia dizer que é quase impossível você não ver algumas em sua viagem pelo país. Algumas das mais bonitas são: Latefossen, Seven Sisters, Voringsfossen, Langfoss, Manåfossen.

9 – Arquitetura

O uso de madeira lisa e pedras são características comuns na maioria das casas por toda a Noruega, revelando formas simples e suaves, que se integram com perfeição à paisagem. As cores mais tradicionais nas casas de madeira são branco, vermelho e amarelo. Também é comum as casas terem o telhado verde, com gramado. Um charme!!!

 

Noruega

 

10 – A-Ha

O A-ha é uma famosa banda norueguesa de New wave e Pop Rock, formada na capital do país, Oslo, em 1982. O grupo alcançou enorme sucesso mundial nos anos 80, tornando-se imediatamente umas das bandas mais famosas daquela década. O trio é lembrado até hoje por emplacar diversos sucessos mundo afora. Vira e mexe tem um show do A-ha por aqui.

11 – Cultura Viking

Os Vikings, guerreiros e conquistadores que saíram de terras escandinavas em direção à Europa, fazem parte da história da Noruega. Por aqui existem alguns museus sobre o tema e muitas referências à essa cultura. A era viking foi do ano de 800 a 1.050.

Noruega

 

12 – Esquiar o ano todo

Se você curte esportes de inverno, a Noruega é o lugar certo! O país tem estações de esqui que funcionam o ano todo. Próxima à fronteira com a Suécia, a cidade de Trysil tem o maior resort de esqui da Noruega!

 

13 – Ver animais silvestres

A Noruega possibilita ao viajante a observação de grande variedade de espécies de animais silvestres em seu habitat natural. Você facilmente encontra alces, renas, ovelhas e águias de cauda branca durante seus passeios por áreas selvagens ou mesmos passeando nas áreas mais calmas de cidades pequenas. Eu mesma já tive a oportunidade de avistar, ainda que rapidamente, um alces passeando por uma floresta em Stavanger.

 

14 – Paisagens deslumbrantes

A Noruega é fascinante também por contar com paisagens contrastantes e variadas, com seus fiordes espetaculares e imensas geleiras ao Norte. Pense em cachoeiras cristalinas, florestas verdejantes, penhascos dramáticos e campos de neve atraentes,… você não vai conseguir parar de tirar fotos! Com tantas paisagens deslumbrantes, você estará diante de um cartão postal a cada momento.

 

Noruega

 

15 – Igrejas de madeira

Uma das maiores referências da arquitetura típica da Noruega são as antigas igrejas de madeira Stavkirker, que levam o nome dos pilares de madeira (Norueguês: stav) que as sustenta. Cerca de 30 destas igrejas são preservadas. A mais antiga é a Igreja de Urnes, erguida em 1132, que integra a lista de patrimônios da UNESCO. Já a Heddal é a maior igreja de madeira da Noruega e está localizada na região de Telemark.

 

Noruega

Agora me conta, qual desses motivos mais te faria visitar a Noruega?

 

 

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

  • 28
inverno na Europa

Como se vestir para o inverno na Europa

Tags : 

O inverno na Europa é uma época muito especial. É uma estação que, apesar das baixas temperaturas, atrai muitos brasileiros para cá. Todos querem aproveitar o romantismo dessa época, desfilar seus looks de frio e  praticar esportes de inverno.

Para aproveitar o melhor dessa época, sem passar frio, é preciso se vestir adequadamente. Então tenho aqui alguns truques que aprendi vivendo na Noruega.

Como se vestir para o inverno na Europa

A regra de ouro para não passar frio no inverno na Europa é vestir -se em camadas.  Isso não quer dizer necessariamente colocar várias blusas grossas, sem nenhuma estrutura, pois, além de não se proteger do frio, a escolha errada das peças pode ainda atrapalhar a sua flexibilidade.

 

A primeira camada deve ser uma segunda pele térmica ou de lã. Essa segunda pele serve para manter o corpo aquecido e evitar a perda de calor. Essas peças são encontradas facilmente em lojas de esportes ou especializadas. Essa da foto é da Uniqlo, uma marca japonesa especializada em roupas de inverno.

Para a parte debaixo o ideal é  vestir uma calça térmica ou de lã, essa peça em contato com a pele ajuda a manter o corpo aquecido. Por cima use a calça que preferir. Mas, se possível, evite o jeans, pois esse  tende a ser um tecido que fica gelado.

Aqui na Noruega eu compro meia-calça com 60% de lã. Isso me permite uma certa liberdade para montar looks. Acabo usando  vestidos, shorts e saias, mesmo inverno. Além de quentinho fica elegante. Eu adoro!

 

Sua próxima camada deve ser uma blusa de manga longa, que pode ser de tricot também, lã ou cashmere. Se não estiver um frio absurdo, (digamos, temperaturas negativas), pode-se usar blusas de manga longa que temos para o dia a dia no Brasil ou até mesmo camisas.

Sempre com um bom casaco por cima, claro.

Por falar em casaco, essa é a peca mais importante de um look de inverno. Eles devem ser compridos, a prova de água,  corta vento  e com enchimento de penas ou plumas de ganso. As penas de ganso regulam a temperatura e fazem com que a peça possa ser usada em temperaturas negativas.

Na Escandinávia essas temperaturas podem chegar a -5ºC ou -25ºC nos meses de Dezembro a Fevereiro. É muito frio!

 

Inverno na Europa

Vale lembrar que sobretudo de lã não é um ítem adequado para o inverno na Europa. Ele pode ser usado em épocas com temperaturas  amenas, como o outono ou a primavera.

Temos esse post aqui falandos sobre o que vestir no outono na Europa.

As botas devem ter solado de borracha, ser a prova d´água, ter revestimento de lã e, é essencial, que sejam anti-derrapantes, se for para serem usadas em lugares com neve.

Caso sua bota não seja própria para neve, uma sugestão é comprar palmilha de lã para ajudar a manter os pés quentinhos. Quem usa muito esse truque é a Gi. Inclusive ela fez um vídeo mostrando na prática como ser vestir para o inverno na Europa.

Aperta o play e veja como ela veste tudo isso na prática. =)

Agora que você viu o vídeo, já sabe que também é essencial proteger o pescoço, não é mesmo? Além de ajudar manter o corpo aquecido, os cachecóis ajudam a previnir resfriados.

Aliás, este é um bom truque para variar os looks! Ouse nas cores e estampas deste acessório para dar um ponto de cor na sua produção. Uma ótima oportunidade para brincar com os looks e não parecer estar sempre com a a mesma roupa nas fotos. {risos}

Não podia terminar esse texto sem falar da importância de proteger as extremidades: cabeça, mãos e pés. Lembre-se sempre do gorro e das luvas. Esses pontos devem estar sempre bem aquecidos, pois é por ali que perdemos calor facilmente.

Para lugares com neve as luvas devem ser à prova d’água.

 

Para temperaturas negativas os gorros/tocas devem ser forrados com lã, como a Gi mostrou no vídeo.

 

Como se vestir para o inverno na Europa

No inverno também é importante hidratar os lábios, rosto e o corpo, pois esse clima de inverno é um grande vilão para a pele, que além de ressecar rápido pode acabar machucando. Mas esse é assunto para outro post. =)

E você, também tem dicas de como ser vestir para o inverno na Europa?

 

 

 

 

 

 


  • 0
Como é o natal na Noruega

Como é comemorado o Natal na Noruega

Tags : 

Como num piscar de olhos, lá se vai 2016… Mas o Viajar pela Europa conta para você como é comemorado o Natal na Noruega. As tradições são bem diferentes por aqui mas o charme desse época do ano, além dos costumes típicos, fica pela paisagem natural, quase sempre branquinha de neve.

Confira agora pois quem sabe não te inspiramos a visitar a Noruega no próximo ano e passar o natal em terras escandinavas!

Como é comemorado o natal na Noruega

– Advento (em norueguês Advent)
As celebrações começam no primeiro domingo do Advento. O período refere-se às quatro semanas que antecedem o Natal. Normalmente, as famílias têm uma coroa ou guirlanda do Advento com quatro velas coloridas ou numeradas. Cada uma representa uma semana do mês e a cada domingo, uma vela é acesa.

Também no primeiro domingo do Advento são inauguradas as iluminações das árvores de Natal das cidades. Ano passado, fomos na celebração no centro de Stavanger, em frente à Catedral. Parecia que todos estavam lá, reunidos com suas famílias. Tivemos apresentações de coros com canções natalinas e a tradicional contagem regressiva para o acendimento das luzes da árvore.

– Biscoito de Natal e cidade de biscoito (Pepperkake e Pepperkake Byen)
Durante a inauguração das árvores de Natal também é muito comum as pessoas comerem uns biscoitos de canelas e especiarias decorados e em formatos de boneco. Há biscoitos de vários tamanhos. Alguns, para a alegria da criançada, são enooormes.

Outra tradição é montar casinhas e maquetes de cidades com biscoitos. Essas delícias docemente arquitetadas muitas vezes vão parar em exposições e até em concursos entre escolas, times e restaurantes. Eu mesma já visitei uma exposição na biblioteca do Centro de Stavanger, a Sølvberget Stavanger Culture House.

 

Como é comemorado o natal na noruega

 

– Estrela de Natal ou Estrela do Advento (Julesstjerne ou Adventsstjerne)
A estrela do Natal ou do Advento também é um ornamento muito típico e comum nas casas norueguesas nessas época do ano. Andando pelas ruas, observamos inúmeras casas com suas estrelas iluminadas nas janelas. A Gi falou sobre esse costume e outros, também comuns na Suécia, no vídeo 11 curiosidades sobre o natal na Suécia.

Leia também: Qual a melhor época para visitar a Noruega

– Calendário de Natal (Juleskalender / Adventskalender)
A partir do dia 1º de dezembro, cada uma das 24 janelinhas dos tradicionais calendários de Natal é aberta. Essas janelas são estampadas com elementos relacionados à data: um sino, uma estrela, uma vela, um presépio… dentro delas há doces ou brinquedinhos simples.

Hoje em dia, esse calendários não são apenas direcionados às crianças, afinal de contas não são apenas elas que esperam ansiosamente o período natalino.

O calendário é também muito útil para as famílias que realizam atividades entre membros. Cada dia tem uma tarefa ligada ao Natal: ouvir uma história ou cantar uma música de Natal, fazer casas de biscoito,… particularmente, adoro esse costume, pois é algo divertido e que une ainda mais as famílias.

Como é comemorado o natal na noruega

 

– Árvore de Natal (Juletre)
A árvore de Natal é um dos símbolos mais populares das celebrações natalinas pelo mundo. Por aqui, normalmente, a árvore de Natal é um pinheiro natural, vendido em feiras de árvores pela cidade. Mas elas também podem ser artificiais. As lojas estão cheias de opções.
O pinheiro simboliza a vida, pois é uma das poucas árvores que estão sempre verdes, mesmo no inverno!
Seguindo a tradição, as famílias enfeitam as árvores com objetos que remetem à data. Algumas famílias montam suas árvores apenas na véspera de Natal e logo em seguida, após o término dos festejos, logo se desfazem delas. O normal, no entanto, é montar essas árvores no início do Advento.

Como é comemorado o natal na noruega

 

– Refrigerante de Natal (Julebrus)

Esta é uma bebida típica vendida apenas perto do período natalino, a partir do início de novembro. Este refrigerante, apesar da coloração escura, tem sabor tuti-fruti. Os noruegueses adoram! Conheço algumas pessoas que compram vários litros e estocam para continuar no clima natalino (risos).

Como é comemorado o natal na noruega

 

Roupas de Natal (Julegenser)

É muito comum um noruegueses terem uma roupa ou um pullover bem típico para usá-lo na noite de Natal. E se engana quem pensa que esse costume se estende apenas às crianças. Não! Os adultos também entram nessa brincadeira! Pode ser um pullover com desenho de árvore de Natal, de rena, de boneco de neve ou do papai Noel. Acho muito divertido!

E você, já conhecia algum desses costumes de Natal na Noruega ?


  • 12

O que fazer em Copenhague no natal?

Tags : 

Todos os anos, a partir de novembro, várias cidades da Europa se enchem de encantadores mercados de natal, na Dinamarca não poderia ser diferente. A capital dinamarquesa se enfeita para celebrar a época mais bonita do ano e podemos apreciar toda essa encatadora atmosfera natalina em todos os cantos da cidade. O famoso Parque Tivoli, localizado bem no centro da cidade, reúne diversas atrações em um só lugar, portanto é uma ótima opção do que fazer em Copenhagen no Natal.

O que fazer em Copenhague no natal 1

Foto por: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

Mercado de Natal na Europa

Os mercados de Natal têm origem alemã, mas essa tradição  se espalhou por toda a Europa e hoje em dia é super popular, principalmente nos países nórdicos. Eu adoro visitar os mercados de Natal, experimentar comidas típicas naquelas charmosas barraquinha de madeira, tomar o delicioso vinho quente, ou mesmo chocolate quente para aquecer o frio. Um ambiente super agradável para as comprinhas de fim de ano.

Agora imagina quando esse mercado de natal está localizado em um dos parques temáticos mais lindos do mundo!

O que fazer em Copenhague no natal Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

O que fazer em Copenhague – Parque Tivoli

O Tivoli Gardens é um dos parques temáticos mais visitados do mundo. Inaugurado em 1843, o local recebe mais de 4 milhões de visitantes todos os anos. O Tivoli está localizado a poucos minutos a pé da Estação Central de Copenhague, sendo super acessível chegar até lá caminhando da estação ou do centro da cidade. O parque  tem uma aconchegante mistura de exuberantes jardins, diversas atrações e ótimos restaurantes. Parte do segredo do Tivoli Gardens é que há sempre algo que agrada a todos os gostos. Dizem também que ele serviu de inspiração para Walt Disney.

O que fazer em Copenhague no natal 2Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

O parque Tivoli é uma atração super tradicional em Copenhague e com a decoração de Natal ele fica ainda mais especial. Todos os anos o parque reabre no mês de novembro com uma decoração natalina diferente. O tema deste ano é Castelo de bolo de mel. Confira o calendário oficial antes da sua viagem, pois o parque fica fechado alguns períodos do ano para arrumação da nova decoração e dos jardins.

Leia também: O que visitar em Copenhague

O que fazer em Copenhague no natal 3Foto: Visit Copenhagen

Além do mercado de Natal, durante o mês de Dezembro, você pode ainda assistir ao espetáculo de águas e luzes no Lago do Tivoli . O evento acontece diariamente de hora em hora, a partir das 19:45. O espetáculo é  lindo!  As águas que dançam ao som de belas músicas, além de luzes coloridas  e até mesmo  fogo que acompanha todo esse ritmo. Faz lembrar muito o show das águas em Las Vegas. Até me pergunto se o Hotel Bellagio  também não tenha se inspirado por aqui!

mercado_de_natal_tivoliFoto: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

Outra atração dessa época  é o papai Noel, que chega no teatro do Tivoli para uma sessão de fotos com as crianças. Vale lembrar que não é permitido tirar fotos com a própria máquina fotográfica. As fotos são feitas apenas pela equipe do parque.

mercado_de_natal_tivoli-julemanden-hilser-pa-barn-3994
Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Se você procura o que fazer em Copenhague no Natal ou Réveillon poderá assistir ainda ao festival de fogos de artifício do Tivoli. Eu não tive a oportunidade de assistir mas imagino que seja lindo.

Tivoli, the 170-year-old amusement gardens in central Copenhagen, used to be only a summer pass-time. In 1994, however, the first Christmas in Tivoli opened, and Tivoli’s special magic proved to be longer lasting than the short Danish winter days. With thousands of lights adorning the historic buildings and gardens, and with charmingly themed villages and shops full of tasty treats and dazzling decorations, Tivoli oozes Christmas. Add to that the wonderful restaurants and the many thrilling rides, and you are set for a day’s adventure.Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Leia também: Os melhores perfis de Instagram para você seguir o natal na Europa

Para entrar no Tivoli existem diferentes tipos de ingresso. Tem uma opção que lhe dá direito apenas a entrada no parque, permitindo passear pelos jardins e ir aos restaurantes. O que nessa época de Natal já é bem legal, porque tem todo o encanto da decoração e todas as barraquinhas do Mercado de Natal.

Caso mude de ideia e também queira ir aos brinquedos ainda sim é possível comprar tickets avulsos dentro do próprio parque.

mercado_de_natalFoto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Se você já estiver certo que pretende ir ao brinquedo, compre um ticket que além de dar acesso ao parque você poderá brincar em todos eles. Eu acho ótimo que tenham diversas alternativas, pois se você quiser só conhecer ou ir a um restaurante paga um valor menor, concorda?

Os brinquedos vão dos mais tradicionais, como carrossel e trenzinhos, aos mais radicais como aqueles que despencam das alturas ou montanhas-russas com loopings, aquelas inversões de 360° impulsionadas pela velocidade proveniente de uma descida ou lançamento impulsionado.

mercado_de_natal

Foto: Tivoli Gardens

Eu fui nos brinquedos mas confesso que foi apenas nos menos radicais. Posso colocar a culpa no frio?! {risos} Mas ainda sim experimentei a montanha-russa Rutschebanen (foto abaixo), que tem partes dentro de uma montanha e fora. Adorei e até repeti! Essa não tinha looping  mas para quem gosta de adrenalina tem vários brinquedos com mais emoção, se é que me entendem!

Tivoli Gardens amusement park in Copenhagen is a must for all visitors to the city, young and old. Tivoli is located just a few minutes walk from City Hall, and with the Copenhagen Central Station as its nearest neighbour it is very easy to get to. Tivoli Gardens was founded in 1843 and has become a national treasure and an international attraction. Fairy tale writer Hans Christian Andersen visited many times, as did Walt Disney and many other celebrities, who all fell in love with the gardens. Part of Tivoli Gardens' secret is that there is something for everyone. The scenery is beautiful with exotic architecture, historic buildings and lush gardens. At night, thousands of coloured lights create a fairy tale atmosphere that is completely unique.Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Eu visitei o Tivoli a noite, pois queria ver o parque todo iluminado e o show das águas. Milhares de luzes coloridas criam uma atmosfera de conto de fadas que é completamente única e confesso que fiquei com vontade de voltar durante o dia. Mas assim fico com um bom motivo para voltar a Copenhague, não é mesmo?

E você, também tem dicas do que fazer em Copenhague no Natal?

 


  • 15

Natal na Europa – Perfis de Instagram para você seguir agora!

Tags : 

O natal na Europa é uma época ainda mais especial para visitar e apreciar as cidades por aqui. As decorações nas lojas e nas ruas, os mercados natalinos cheios de gostosuras típicas dessa época, e a neve, que cai em alguns países, deixando todo esse clima ainda mais envolvente. Eu adoro! Aliás, quem não gosta, né?

Estou tão empolgada que até  preparei uma listinha de perfis de Instagram para você seguir agora e entrar no clima do natal na Europa. Prepare-se para ser contagiado por tanta lindeza!

Natal na Euopa

ola_ericson-christmas_market-5255

Tenho visto lindas fotos do natal na Europa no Instagram. Muitos mercados natalinos já estão funcionando de vento em polpa. A iluminação das árvores de natal já foram inaugurada com o primeiro domingo de advento e com isso podemos acompanhar tudindo quase em tempo real!

Nosso feed está cheinho de fotos do natal em Estocolmo, Copenhagen e  Stavanger. Adiciona @viajarpelaeuropa para não perder nenhum click! 😉

Leia também: Mercado de Natal em Gamla Stan, Estocolmo.

Além de postar no Instagram do Viajar pela Europa também eu tenho postado muitas fotos das decorações de natal no meu perfil pessoal @lidialbuquerque.

 A Ana Luiza Souza, do Pelo mundo blog, mora na Suíça, e o perfil dela está de encher os olhos!

Liliana Carneiro , autora do blog Catálogo de viagens, também adora o espírito natalino e tem postado várias fotos de Londres, além de outras cidadezinhas fofas na Inglaterra.

 

Monique Bianchi também mora na Suíça, tem fotos de tirar o fôlego o ano todo e com a chegada o mês de dezembro ela tem nos feito sonhar ainda mais com o país. É muita foto inspiradora nesse Instagram, minha gente!

A Camilian Pereira é guia em Munique, e está sempre mostrando lugares lindos na cidade.  O feed do Destino Munique também já está em clima de natal na Europa.

Como não se apaixonar por este clima natalino por todos os lados?! 🎅❤🌲❄ #destinomunique #natalemmunique #oezEtt filmklipp publicerat av D e s t i n o M u n i q u e (@destinomunique)

A Marisa Pedro Pfeiffer, do Suiça-Brasileiros Mundo afora está abusando da beleza e nos presenteando com esses belos clicks.

A Juliana Guimarães, do blog Pelo mundo eu vou, também está mostrando as belezuras do natal na  Suíca. Parece que o pessoal está me convencendo que o natal por lá é mesmo incrível! rs

O Europe Vacations é um Instagram muito inspirador que  apresenta de várias cidades europeias. Através dele podemos fazer uma “viagem pela Europa” e acompanhar o natal em diversos países. Está demais!

O Instagram do Vou pra Alemanha também está  recheado de fotos dos mercados de Natal. Já estou quase comprando as passagens para lá só para conferir de perto essas belezas. #quero

 Agora me conta, qual o seu Instagram favorito para admirar fotos do natal na Europa?

Vale também deixar o seu perfil nos comentários, vai que a gente goste até atualize essa lista! ;)Aproveita e veja também o vídeo da Gi com várias curiosidades sobre o natal na Suécia.


  • 18

O que fazer na Noruega – Flor og Fjære – uma ilha tropical em Stavanger

Tags : 

Geralmente quando pensamos em Noruega logo imaginamos montanhas e muita neve, não é mesmo? Mas o país apresenta paisagens deslumbrantes e bem diversificadas, sendo que no verão, podemos até mesmo nos aventurar  em um jardim tropical exuberante, acreditam? Flør og Fjære,  ou Ilha das Flores, fica localizada próximo a Stavanger, e, trata-se de uma ilha que parece ter saído de um conto de fadas.

img_7151

Em um passeio pelo porto da cidade, logo que me mudei para Stavanger, vi um barco estampado com flores lindas. Parecia um lugar encantador! O interesse foi tamanho que parti em busca de informações sobre aquele lugar lindo. Era um pedacinho de Flør og Fjære. Como a temporada de visita à ilha se encerra no final de setembro, só consegui visitar o local este ano. Gostei tanto que já fui duas vezes nesta temporada!

img_7176

Um pouco da história:

Em 1965, Åsmund e sua esposa Else Marie revelaram a amigos o desejo de plantar flores na ilha. Ninguém deu muito crédito. “Como seria possível um jardim florido em um país como a Noruega?”, eles devem ter se perguntando. Mas deu certo! O grande jardim abraçado pelo mar tem mais de 50 mil espécies, entre rosas, palmeiras, cactos, bonsai, bamboo, árvores frutíferas e muitas outras. Um verdadeiro deleite visual!

img_7167

Atualmente, é Olav Bryn, filho de Åsmund, que está à frente dos jardins. Ele cria e estuda novas combinações durante o inverno para apresentar uma nova coleção maravilhosa de flores e cores a cada temporada. Olav diz se inspirar no arco íris para ampliar esse colorido jardim.

img_7240

Desde 1995, Flør og Fjære é aberto ao público com uma mistura de um exuberante jardim e uma deliciosa refeição com vista para o mar e os fiordes. Cerca de 30 mil visitantes desfrutam desse santuário por temporada (que vai de maio a setembro). Uma curiosidade: em 2007, a Rainha da Noruega, Sonja Haraldsen, celebrou o aniversário de 70 anos na ilha.

img_7363

Leia também: O que visitar em Stavanger

O passeio:

O acesso à ilha é somente de barco. O percurso, saindo do porto de Stavanger, leva cerca de 20 minutos. Ao chegar em Flør og Fjære, o turista é guiado em um tour de 30 minutos pela ilha. Assim ele conhece um pouco da história e das curiosidades dos jardins.

img_7368

Após o tour, os visitantes são direcionados ao restaurante para apreciar uma deliciosa refeição assinada pelo chef André Mulder. Tudo com uma agradável vista para os fiordes. Ah, e não se desespere! Após o almoço ou jantar você terá mais tempo para apreciar os jardins e tirar mais fotos! [risos] E, acredite! Você vai querer tirar fotos em cada pedacinho dessa ilha mágica.

img_0751

O menu é aberto com a Fisk Soup, prato típico norueguês. Para mim, foi a melhor que já provei na Noruega até hoje! Uma explosão de sabores! Só de lembrar me dá água na boca!

img_7182

Em seguida, o buffet apresenta opções de peixes (normalmente bacalhau e salmão, saladas), massas e carnes. Por fim, é servida a sobremesa. Vale lembrar que, caso você tenha alguma restrição alimentar, basta contactar o local com antecedência para a preparação de um menu especial.

img_7189

Bom, finalizada a refeição, os turistas retornam para os jardins para aproveitar toda a beleza da ilha.

img_7252

Todo o passeio tem cerca de cinco horas de duração, entre tempo de barco, tour, refeição e tempo livre. Você pode optar por visitar esse paraíso pela manhã ou a noite. Eu já estive em Flør og Fjære nos dois turnos. Como a ilha só está aberta para visitação durante a primavera e verão, não se preocupe, o dia estará claro, não importa o turno escolhido para o passeio.

img_7358

Informações úteis: 

– Faça sua reserva online aqui;

– Aberto de segunda a sábado, de maio a setembro;

– Normalmente você pode optar entre 2 turnos (almoço ou jantar);

– Acesso somente de barco, saindo do Porto de Stavanger;

– Preços: 1.090 NOK para adulto, 390 NOK crianças entre 3 a 12 anos e 150 NOK para crianças de 0 a 3 anos; (cerca de 121 €, 43€ e 17€ respectivamente).

E você, já tinha pensado em visitar um jardim tropical na Noruega?


  • 20

Qual a melhor época para visitar a Noruega ?

Tags : 

O verão é a minha estação favorita para viajar pela Noruega. Adoro aproveitar os dias longos e temperaturas amenas para fazer trilhas e visitar os famosos fjordes noruegueses. Mas a verdade é que esse país escandinavo, de paisagens deslumbrantes, oferece atracões inesquecíveis em qualquer época do ano.

Fjords

Foto: Robin Strand

Se está pesquisando a melhor época para viajar para a Noruega saiba que realmente depende  de você e do seu estilo viajante. De cruzeiros, a  eventos ao ar livre e a famosa aurora boreal. O país oferece experiências únicas em qualquer estação. Vou fazer aqui um resumo das atividades mais comuns de cada uma delas para te ajudar a escolher a época que combina mais com seu perfil, combinado?

O que fazer na Noruega na Primavera / Verão

A primavera é muito celebrada pelos noruegueses. Depois de meses no frio e na escuridão é hora de voltar a apreciar o charme das flores que começam a brotar e colorir as cidades, os dias passam a ser mais longos e quentes, e a população volta a aproveitar os passeios ao ar livre.

Nessa época do ano as pessoas amam visitar parques! É comum ver famílias inteiras sentadas na grama pegando um solzinho (no meio da cidade) e fazendo picnics nas praças. Inclusive,  várias atrações e bares só reabrem nos meses na primavera. Portanto, esse período é indicado para quem quer aproveitar ainda um pouco de “friozinho ” nórdico e conhecer uma Noruega mais colorida e animada.

Leia também: Onde comer barato na Noruega

IMG_0004

Alguns passeios são apenas possíveis no verão. As três trilhas mais famosas da Noruega: Preikestolen ou Pulpit Rock, Kjeragbolten (aquela com uma pedra presa entre uma fenda nas montanhas) e Trolltunga, a lingua do Troll, podem ser exploradas apenas durante o verão europeu. É entre os meses de maio a setembro que podemos nos aventurar com segurança por essas paisagens por conta da ausência de neve no trajeto. Vale lembrar que mesmo na primavera a neve costuma resistir e ainda dificultar esse tipo de aventura.

Para quem vai  fazer trilhas é aconselhável verificar sempre as condições do tempo no dia do passeio. Se ele estiver instável, é melhor deixar para fazer adiar. Quando fui pela primeira vez a Preikestolen não verifiquei nada disso. Era um dia lindo, estava sol e céu azul mas ventava bastante. A trilha foi tranquila mas quando chegamos no alto o vento quase levava a gente [risos]. É bem perigoso, sem contar que atrapalha as fotos.

Leia também: Tudo que você precisa saber para visitar Preikestolen, a trilha mais famosa da Noruega

preikestolen-pulpit-rock-and-the-lysefjord-lysefjorden-tr-fn254ahm_800

Foto: Terje Rakke

Os cruzeiros também são muitos comuns na primavera e verão. Eles conduzem os turistas aos majestosos fjords da Noruega e oferecem ângulos incríveis para fotos. São passeios muito populares, não apenas para turistas, mas também entre os próprios noruegueses.

IMG_7781

O sol da meia noite é um curioso fenômeno que poder ser observado no verão. Entre os meses de maio e julho, no norte da Noruega, o sol nunca se põe. No resto do país o pôr do sol  acontece por volta das 11 da noite mas nunca chega a escurecer realmente. O céu fica apenas em um tom azul escuro até o amanhecer, que acontece por volta das 3 da madrugada.

Aproveitando esse fenônemo, curiosíssimo para nós brasileiros, muitos passeios e eventos são organizados durante a noite, como: safari de observação de baleias, mergulho noturno, cinema ao ar livre.

img_0869

Para quem quer apreciar um pouco mais da cultura norueguesa, visitar o país no Dia da Constituição Norueguesa, comemorado em 17 de Maio. As ruas do país ficam lotadas. Os noruegueses se vestem com trajes típicos e celebram sua nacionalidade. Em Oslo, capital do país, o desfile é prestigiado pela família Real. Tem um post completo sobre esta data tão comemorada aqui na Noruega.

dia-nacional-da-noruega-em-frente-ao-palacio-real-foto-por-visitoslo-heidi-thon

Foto: Heidi Thon

Se você gosta de boa gastronomia, em julho acontece o principal festival de comida dos países nórdicos, o Gladmat, na cidade de Stavanger. É literalmente uma delícia aproveitar todos os dias deste festival de comilança, o evento é uma verdadeira vitrine para os alimentos, a gastronomia e a cultura local. Além disso é de Stavanger que partem vários passeios para os incríveis fjords noruegueses e para a famosa trilha de Preikestolen.

img_1496b

O que fazer no Outono / Inverno na Noruega?

Essas são as estações que normalmente os brasileiros evitam por medo do frio. Na verdade aqui é bem frio mesmo (rs), mas, como diz um ditado norueguês: “Não existe tempo ruim e sim roupas inapropriadas”. Então é preciso se agasalhar bem, vestir as roupas e acessórios certos  e curtir as atividades incríveis que só acontecem nessas estações.

O charme das caminhadas pelas montanhas e florestas para contemplar a exuberância das cores outonais. Tempeturas ainda amenas, e uma explosão de cores que com certeza renderão fotos que mais parecem pinturas!

outono4

Essa também é a época da colheita de amoras e cogumelos, ingredientes muito apreciados na gastronomia da Escandinávia.

cogumelo2

Na medida em que o fim do ano se aproxima as temperaturas vão diminuindo e os primeiros flocos de neve começam a cair é dada a largada para a temporada de esportes de inverno. Patinação no gelo, esqui, e é também muito divertido brincar como criança nos parques cobertos de neve, com trenós ou pranchas para deslizar pelos morros. Esta é uma diversão comum entre os noruegueses e, o melhor de tudo, é grátis!

foto 2

Quem vem à Noruega no inverno geralmente vem em buscca de conhecer a  fantástica Aurora Boreal, não é mesmo?  Esse fenônemo indescritível, com condições de visibilidade bem específicas, atrai pessoas de todo o mundo e é um  atração à parte. O “ballet” das luzes que colorem o céu é uma experiência mágica! Os melhores meses para ver a Aurora Boreal são entre setembro e março. As Auroras acontecem com maior frequência no norte do país.  

A Suécia também é outro local indicado para ver a Aurora Boreal. Confira aqui onde e quando ver a Aurora Boreal na Suécia.

Aurora Boreal em Tromsø

Seja qual for a sua preferência a Noruega é um lugar de paisagens e atrações inesquecíveis e tem programação o ano todo. Primavera de muitas flores e festas, verão do sol da meia noite e das trilhas imperdíveis, outono de cores incríveis e o inverno da majestosa Aurora Boreal e esportes de inverno.

E agora? Conseguiu decidir quando programar sua viagem para a Noruega?

 

 

 


  • 3

Como aproveitar sua viagem de inverno e sobreviver na neve

Tags : 

Depois de alguns anos morando em Estocolmo e depois de ter passado vários invernos na Europa me tornei expert em enfrentar tempetaruras negativas e já tenho até meu próprio manual de como sobreviver na neve.

Se você acompanha o Facebook do blog Viajar pela Europa deve ter visto que as vezes neva na Suécia até mesmo nos meses de primavera e  também que a neve não é apenas glamour. Busco sempre mostrar a realidade dessa vida abaixo de zero e tive de aprender muitos truques para viver por aqui com estilo e sem medo de sair de casa mesmo nos dias mais congelantes.

Para sobreviver aos meses de inverno é necessário tomar alguns cuidados. As quedas por exemplo, podem levar a fraturas. É no inverno que os hospitais registram uma alta no número de braços e pernas quebrados por conta desses acidentes.

Como sobreviver na neve

1- Devagar, devagarinho

Caminhe devagar! Por mais que pareça bobagem nós, brasileiros, não estamos acostumando a andar na neve. Então essa forma de andar é um novo aprendizado. Para evitar a acidentes é melhor andar bem devagarinho.

2- Ande na neve que ainda está fofinha

Evite passar pelos lugares mais lisos, geralmente onde várias pessoas já pisaram pois essa camada super fina de gelo é bastante escorregadia.

3- Use o sapato certo

As botas próprias para neve, além de mais quentinhas, têm um solado anti-derrapante. Muito provavelmente você vai escorregar mesmo usando os sapatos adequados, mas com certeza bem menos do que escorregaria com um sapato comum.

Veja também: Como se vestir para o inverno na Europa

4-Tenha um bom hidratante labial

No frio os lábios ressecam em minutos. A mão e o rosto também costumam sofrer muito ressecamento nessa época do ano. Ande sempre com um bom hidratante labia e se possível pelo menos um creme para as mãos na bolsa.

5- Camadas de roupa

Por incrível que pareça usar roupa fina, que fica em contato com a pele, é mais aconchegante  que se encher de roupas grossas e pesadas. Uma segunda pele, uma blusa de manga comprida e um casaco próprio para temperaturas mais baixas são suficientes.

Aperte o play e veja na prática como eu faço para me vestir para o inverno na Europa. Mostrei exatamente como usas as camadas de roupa e qual o material adequado para se vestir em diferentes temperaturas.

6- Escolha a luva certa

Para quem está turistando e pretende tirar muitas fotos, super recomendo uma luva touchscreen. Esse tipo de luva geralmente, não é a mais quentinha mas você pode até usá-la embaixo de outra luva.  Se você pretende fazer vários clicks durante a viagem de inverno esse será um bom investimento

7- Fuja do frio sempre que puder

Durante seus passeios procure entrar em lugares fechados,  nem que sejam as estações de metro. Assim você uma pausa do frio e reaquece o corpo. Pausas pequenas de 2 a 5 minutos já ajudam. Você precisa desse break para se reaquecer e continuar as suas aventuras.

8 – Compre bebidas quentes em takeaway

Sempre que possível compre um café, chocolate quente ou chá para aquecer as mãos.

E você, tem alguma dica de sobrevivência no inverno na Europa?


Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close