Tag Archives: Atrações

  • 0
Noruega

15 motivos para visitar a Noruega

Tags : 

Não há dúvidas de que a Noruega é um dos destinos com paisagens mais deslumbrantes do mundo. Mas se você ainda não está certo em incluir o país como seu próximo destino, vou listar 15 motivos que certamente te deixará mais animado(a) a pegar o próximo voo para cá. Preparados?

15  motivos para visitar a Noruega

1 – Fiordes

A Noruega é o país que mais tem fiordes no mundo. São mais de mil em todo o país. Aqui é, sim, a Terra dos Fiordes. Para quem não sabe, fiorde é uma grande entrada de mar entre altas montanhas rochosas. Os que mais se destacam na Noruega são: o Geirangerfjord, o Lysefjord, o Nærøyfjord e o Sognefjord, situados na Costa Oeste. Faça um passeio de barco  pelos estreitos corredores e se deixe encantar pela paisagem de beleza estonteante.

 

Noruega

 

Saiba mais sobre o Cruzeiro pelo Lysefjord

 

2 – Aurora Boreal

Este fenômeno indescritível, com condições de visibilidade bem específicas, atrai pessoas de todo o mundo e é uma espetáculo à parte. O “ballet” das luzes que colorem o céu é uma experiência mágica!  As auroras acontecem com maior frequência no Norte do país.

Noruega

 

Leia também o post Qual a melhor época para visitar a Noruega e descubra quando programar sua viagem para ver a Aurora Boreal.

3 – Sol da meia noite

Este é um curioso fenômeno que poder ser observado no verão. Entre os meses de maio e julho, no Norte da Noruega, o sol nunca se põe, o que é curiosíssimo para nós brasileiros. Por aqui, muitos passeios e eventos são organizados durante a noite, exemplo de safaris de observação de baleias, mergulho noturno, cinema ao ar livre.

 

4 – Rotas panorâmica de trem

A Ferrovia de Flåm foi reconhecida como a viagem de trem mais incrível do mundo pela publicação Lonely Planet de 2014. A viagem leva você pelo topo das montanhas e, durante o trajeto de 20 quilômetros, o visual inclui rios cortando desfiladeiros profundos, cachoeiras, cumes nevados e fazendas nos pés das montanhas.

 

5 – As mais belas trilhas

Na Noruega há uma infinidade de opções de trilhas, algumas mais fáceis dentro das cidades e outras mais longas e mais difíceis. Dentre as mais famosas estão as trilhas para Preikestolen (4 quilômetros e cerca de três horas de trilha), para Kjerag (X km e cerca de seis horas) e a mais longa, para Trolltunga (X km e cerca de 11 horas).

 

Noruega

 

Leia também esse post completinho de dicas sobre a trilha para Preikestolen.

 

6 – Comer muito bacalhau

O bacalhau norueguês é muito conhecido por nós brasileiros. Mas comê-lo por aqui é diferente do que no Brasil. Aqui o bacalhau não é salgado, ele é fresco. Sabia que 90% do bacalhau exportado pelo mundo todo sai da Noruega.

Leia também o post sobre o Gladmat, o maior festival gastronômico da Escandinávia.

 

7 – Dirigir por estradas cenográficas

A Atlantic Ocean Road é uma famosa estrada cenográfica ao Norte da Noruega, com 8.3 quilômetros, oito pontes e curvas de tirar o fôlego! É realmente impressionante dirigir por esta estrada!

8 – Cachoeiras

Devido à sua geografia, a Noruega tem milhares de cachoeiras. Eu poderia dizer que é quase impossível você não ver algumas em sua viagem pelo país. Algumas das mais bonitas são: Latefossen, Seven Sisters, Voringsfossen, Langfoss, Manåfossen.

9 – Arquitetura

O uso de madeira lisa e pedras são características comuns na maioria das casas por toda a Noruega, revelando formas simples e suaves, que se integram com perfeição à paisagem. As cores mais tradicionais nas casas de madeira são branco, vermelho e amarelo. Também é comum as casas terem o telhado verde, com gramado. Um charme!!!

 

Noruega

 

10 – A-Ha

O A-ha é uma famosa banda norueguesa de New wave e Pop Rock, formada na capital do país, Oslo, em 1982. O grupo alcançou enorme sucesso mundial nos anos 80, tornando-se imediatamente umas das bandas mais famosas daquela década. O trio é lembrado até hoje por emplacar diversos sucessos mundo afora. Vira e mexe tem um show do A-ha por aqui.

11 – Cultura Viking

Os Vikings, guerreiros e conquistadores que saíram de terras escandinavas em direção à Europa, fazem parte da história da Noruega. Por aqui existem alguns museus sobre o tema e muitas referências à essa cultura. A era viking foi do ano de 800 a 1.050.

Noruega

 

12 – Esquiar o ano todo

Se você curte esportes de inverno, a Noruega é o lugar certo! O país tem estações de esqui que funcionam o ano todo. Próxima à fronteira com a Suécia, a cidade de Trysil tem o maior resort de esqui da Noruega!

 

13 – Ver animais silvestres

A Noruega possibilita ao viajante a observação de grande variedade de espécies de animais silvestres em seu habitat natural. Você facilmente encontra alces, renas, ovelhas e águias de cauda branca durante seus passeios por áreas selvagens ou mesmos passeando nas áreas mais calmas de cidades pequenas. Eu mesma já tive a oportunidade de avistar, ainda que rapidamente, um alces passeando por uma floresta em Stavanger.

 

14 – Paisagens deslumbrantes

A Noruega é fascinante também por contar com paisagens contrastantes e variadas, com seus fiordes espetaculares e imensas geleiras ao Norte. Pense em cachoeiras cristalinas, florestas verdejantes, penhascos dramáticos e campos de neve atraentes,… você não vai conseguir parar de tirar fotos! Com tantas paisagens deslumbrantes, você estará diante de um cartão postal a cada momento.

 

Noruega

 

15 – Igrejas de madeira

Uma das maiores referências da arquitetura típica da Noruega são as antigas igrejas de madeira Stavkirker, que levam o nome dos pilares de madeira (Norueguês: stav) que as sustenta. Cerca de 30 destas igrejas são preservadas. A mais antiga é a Igreja de Urnes, erguida em 1132, que integra a lista de patrimônios da UNESCO. Já a Heddal é a maior igreja de madeira da Noruega e está localizada na região de Telemark.

 

Noruega

Agora me conta, qual desses motivos mais te faria visitar a Noruega?

 

 

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

  • 12

O que fazer em Copenhague no natal?

Tags : 

Todos os anos, a partir de novembro, várias cidades da Europa se enchem de encantadores mercados de natal, na Dinamarca não poderia ser diferente. A capital dinamarquesa se enfeita para celebrar a época mais bonita do ano e podemos apreciar toda essa encatadora atmosfera natalina em todos os cantos da cidade. O famoso Parque Tivoli, localizado bem no centro da cidade, reúne diversas atrações em um só lugar, portanto é uma ótima opção do que fazer em Copenhagen no Natal.

O que fazer em Copenhague no natal 1

Foto por: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

Mercado de Natal na Europa

Os mercados de Natal têm origem alemã, mas essa tradição  se espalhou por toda a Europa e hoje em dia é super popular, principalmente nos países nórdicos. Eu adoro visitar os mercados de Natal, experimentar comidas típicas naquelas charmosas barraquinha de madeira, tomar o delicioso vinho quente, ou mesmo chocolate quente para aquecer o frio. Um ambiente super agradável para as comprinhas de fim de ano.

Agora imagina quando esse mercado de natal está localizado em um dos parques temáticos mais lindos do mundo!

O que fazer em Copenhague no natal Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

O que fazer em Copenhague – Parque Tivoli

O Tivoli Gardens é um dos parques temáticos mais visitados do mundo. Inaugurado em 1843, o local recebe mais de 4 milhões de visitantes todos os anos. O Tivoli está localizado a poucos minutos a pé da Estação Central de Copenhague, sendo super acessível chegar até lá caminhando da estação ou do centro da cidade. O parque  tem uma aconchegante mistura de exuberantes jardins, diversas atrações e ótimos restaurantes. Parte do segredo do Tivoli Gardens é que há sempre algo que agrada a todos os gostos. Dizem também que ele serviu de inspiração para Walt Disney.

O que fazer em Copenhague no natal 2Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

O parque Tivoli é uma atração super tradicional em Copenhague e com a decoração de Natal ele fica ainda mais especial. Todos os anos o parque reabre no mês de novembro com uma decoração natalina diferente. O tema deste ano é Castelo de bolo de mel. Confira o calendário oficial antes da sua viagem, pois o parque fica fechado alguns períodos do ano para arrumação da nova decoração e dos jardins.

Leia também: O que visitar em Copenhague

O que fazer em Copenhague no natal 3Foto: Visit Copenhagen

Além do mercado de Natal, durante o mês de Dezembro, você pode ainda assistir ao espetáculo de águas e luzes no Lago do Tivoli . O evento acontece diariamente de hora em hora, a partir das 19:45. O espetáculo é  lindo!  As águas que dançam ao som de belas músicas, além de luzes coloridas  e até mesmo  fogo que acompanha todo esse ritmo. Faz lembrar muito o show das águas em Las Vegas. Até me pergunto se o Hotel Bellagio  também não tenha se inspirado por aqui!

mercado_de_natal_tivoliFoto: Tivoli Gardens / Fotografo: Lasse Salling

Outra atração dessa época  é o papai Noel, que chega no teatro do Tivoli para uma sessão de fotos com as crianças. Vale lembrar que não é permitido tirar fotos com a própria máquina fotográfica. As fotos são feitas apenas pela equipe do parque.

mercado_de_natal_tivoli-julemanden-hilser-pa-barn-3994
Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Se você procura o que fazer em Copenhague no Natal ou Réveillon poderá assistir ainda ao festival de fogos de artifício do Tivoli. Eu não tive a oportunidade de assistir mas imagino que seja lindo.

Tivoli, the 170-year-old amusement gardens in central Copenhagen, used to be only a summer pass-time. In 1994, however, the first Christmas in Tivoli opened, and Tivoli’s special magic proved to be longer lasting than the short Danish winter days. With thousands of lights adorning the historic buildings and gardens, and with charmingly themed villages and shops full of tasty treats and dazzling decorations, Tivoli oozes Christmas. Add to that the wonderful restaurants and the many thrilling rides, and you are set for a day’s adventure.Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Leia também: Os melhores perfis de Instagram para você seguir o natal na Europa

Para entrar no Tivoli existem diferentes tipos de ingresso. Tem uma opção que lhe dá direito apenas a entrada no parque, permitindo passear pelos jardins e ir aos restaurantes. O que nessa época de Natal já é bem legal, porque tem todo o encanto da decoração e todas as barraquinhas do Mercado de Natal.

Caso mude de ideia e também queira ir aos brinquedos ainda sim é possível comprar tickets avulsos dentro do próprio parque.

mercado_de_natalFoto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Se você já estiver certo que pretende ir ao brinquedo, compre um ticket que além de dar acesso ao parque você poderá brincar em todos eles. Eu acho ótimo que tenham diversas alternativas, pois se você quiser só conhecer ou ir a um restaurante paga um valor menor, concorda?

Os brinquedos vão dos mais tradicionais, como carrossel e trenzinhos, aos mais radicais como aqueles que despencam das alturas ou montanhas-russas com loopings, aquelas inversões de 360° impulsionadas pela velocidade proveniente de uma descida ou lançamento impulsionado.

mercado_de_natal

Foto: Tivoli Gardens

Eu fui nos brinquedos mas confesso que foi apenas nos menos radicais. Posso colocar a culpa no frio?! {risos} Mas ainda sim experimentei a montanha-russa Rutschebanen (foto abaixo), que tem partes dentro de uma montanha e fora. Adorei e até repeti! Essa não tinha looping  mas para quem gosta de adrenalina tem vários brinquedos com mais emoção, se é que me entendem!

Tivoli Gardens amusement park in Copenhagen is a must for all visitors to the city, young and old. Tivoli is located just a few minutes walk from City Hall, and with the Copenhagen Central Station as its nearest neighbour it is very easy to get to. Tivoli Gardens was founded in 1843 and has become a national treasure and an international attraction. Fairy tale writer Hans Christian Andersen visited many times, as did Walt Disney and many other celebrities, who all fell in love with the gardens. Part of Tivoli Gardens' secret is that there is something for everyone. The scenery is beautiful with exotic architecture, historic buildings and lush gardens. At night, thousands of coloured lights create a fairy tale atmosphere that is completely unique.Foto: Tivoli Gardens / Fotografo: Anders Bøggild

Eu visitei o Tivoli a noite, pois queria ver o parque todo iluminado e o show das águas. Milhares de luzes coloridas criam uma atmosfera de conto de fadas que é completamente única e confesso que fiquei com vontade de voltar durante o dia. Mas assim fico com um bom motivo para voltar a Copenhague, não é mesmo?

E você, também tem dicas do que fazer em Copenhague no Natal?

 


  • 23

Lido, o cabaret mais luxuoso de Paris

Tags : 

Paris é uma cidade encantadora e repleta de atrações clássicas. A visita à majestosa Torre Eiffel, o passeio às margens do Rio Sena e os shows dos luxuosos cabarets são alguns dos programas indispensáveis a todos os turistas. Nessa viagem eu estava curiosa para também apreciar a boemia parisiense. E foi isso que me levou a incluir no meu roteiro o show do Lido, o cabaret mais luxuoso de Paris.

lido-entrada

O Lido de Paris fica localizado na avenida Champs-Elysées, pertinho do Arco do Triunfo. Antes de ir ao show, tinha passeado pela charmosa avenida ao longo do dia. Linda, graciosa e com muitas lojas de luxo, a Champs-Elyséees é um espetáculo à parte quando escurece e ela é iluminada.

lido-paris-show

Meu show estava reservado para as 21h. O ideal é chegar com, pelo menos, 30 minutos de antecedência. Antes do início do espetáculo propriamente dito, houve uma apresentação de um músico no palco. Podíamos até ir a ele fazer algumas fotos.

Desde abril de 2015, o espetáculo apresentado no cabaret Lido Paris é o Paris Merveilles, criado e dirigido por Franco Dragone, conhecido por seu trabalho com o Cirque du Soleil. O espetáculo tem cerca de 1 hora e 40 minutos de duração.

O show do Lido Paris é realmente muito glamouroso. Figurino magnífico, muito brilho, plumas e lustres enormes no cenário. Todo o show é um passeio por vários lugares famosos da capital francesa com um mix de coreografia cativante, algumas acrobacias, cancan e, claro, um pouquinho de topless.


Compre seu ingresso para visitar as atrações de Paris sem filas! 😉

lido-paris-top-less

Leia também: Vale a pena optar pelo jantar espetáculo no cabaret no Lido?

Fiquei impressionada com o glamour do show. A cada ato, o cenário é trocado, mas sem que haja pausas. Tudo acontece durante o show, de forma muito sutil. O chão do palco por vezes “afunda” e uma nova e grandiosa cena se inicia. Tudo impressiona! Seja o jogo de água com chafariz, o imenso lustres de cristal ou a pista de patinação no gelo que chegam a tirar o folego dos espectadores. Tudo isso com uma iluminação também deslumbrante.

lido-de-paris-show

O espetáculo é realmente lindo! Ele nos conduz a uma viagem por toda uma cidade que se transforma diante dos nossos olhos. Um passeio em que os grandes ícones da capital francesa são os cenários que compõem esse inesquecível show!

Existem diversas opções de tickets com preços variados, que podem incluir jantares, experiências que começam com passeio noturno de limousine e que podem incluir também comemorações de datas especiais. Também é  possível visitar o Lido apenas para assistir ao show, que no caso foi a minha opção, Espetáculo as 21h com Champagne, esse ticket tem o valor de 115€ por adulto.

Uma experiência que super recomendamos em Paris!

E você, já visitou algum cabaret de Paris?

Site oficial: Lido de Paris


  • 38

O que fazer em Stavanger – Viking Tour

Tags : 

Os vikings conquistaram o mundo por meio de séries, como Vikings e Game of Thrones. Toda essa popularidade acabou gerando negócios até mesmo para o turismo. Agora temos a possibilidade de fazer um Viking tour em Stavanger, na Noruega. Nada como conhecer os lugares onde viveram os verdadeiros vikings da história, não é mesmo?

web_hent_bilde7mud6ek2

Os Vikings fazem parte da história medieval escandinava. Ao Viajar pela Noruega você encontrará diversas referências a esse povo guerreiro. Uma ótima maneira de conhecer um pouco mais sobre a cultura viking é fazer o Viking Tour em Stavanger, um passeio que vai te levar a explorar locais de grande importância para a história deste povo. A visita a campos de batalha, locais de rituais, cerimônias e a outros importantes eventos estão dentro do roteiro. Tudo é apresentado por meio do olhar de estudiosos. Temos, então, uma real perspectiva de como viviam os que habitavam a Escandinávia anos atrás.

 

viking3

Embarquei no porto de Stavanger, em um ônibus todo personalizado com decoração viking. Até mesmo a guia estava vestida com trajes típicos, tudo havia sido preparado para entrarmos no clima desse tour. Durante todo percurso, a guia foi nos contando, em inglês, a história e algumas curiosidades dos Vikings.

Nossa primeira parada foi no Sverd i Fjell, um monumento comemorativo localizado no Fjord de Hafrs e que celebra a unificação da Noruega. Nesse marco, a guia nos contou um pouco das batalhas que ocorreram na região e nos mostrou a réplica de uma espada utilizada naquele tempo.

Leia também: O que são os fjords norugueses

img_7067

Em seguida, passamos pela Sola Ruinchurch, uma igreja de pedra do século 12. Incrível pensar como este marco histórico resistiu bravamente ao tempo.

img_6927

A nossa parada seguinte foi a Domsteinane, um círculo de pedras arqueológicas localizado uma pequena floresta. Acredita-se que o local era utilizado para rituais de julgamentos e punições ou se trate de um altar. São 24 pedras dispostas na vertical e formando um círculo com cerca de 22,5 metros de diâmetro. Ao centro, há algumas pedras que formam um tipo de mesa.

img_6861

Partimos para a Iron Age Farm, uma fazenda que retrata os anos 350 a 550. Vestida com trajes da época, a proprietária do local nos mostrou o interior de uma das casas de pedra e nos explicou como era a rotina e as tarefas diárias há cerca de 1.500 anos.

Ela também nos ensinou a técnica que era utilizada para fazer fogo, falou sobre o processo de produção das roupas e nos mostrou as formas de preparação de alimentos.

viking2

Muitas histórias foram contadas nesse tour. O passeio é tão interessante que o tempo passa super rápido. Foi tão envolvente aprender sobre essa cultura que fiquei com a sensação de que poderia ficar ali horas e horas.

O local é bem pitoresco e fica ainda mais charmoso com a presença destas simpáticas ovelhinhas. Muito charme!

viking1

No fim do tour você pode optar por voltar ao centro de Stavanger ou aproveitar para conhecer o Museu Arqueológico, gratuitamente, já que o local tem parceria com o Tour Viking. É uma ótima opção para quem deseja se aprofundar um pouco mais na cultura Viking.

viking

Vale lembrar que o tour Viking acontece apenas entre os meses de maio e agosto, tem duração de 2 horas e 30 minutos (sem considerar a visita ao Museu Arqueológico) e o valor do passeio é de 45o NOK (cerca de 50€).

GuideCompaniet é uma empresa que faz parte da Destino Viking Association, associação que visa promover o Mundo Viking com base em conhecimentos consolidados em pesquisas acadêmicas.

Fiz o tour Viking a convite da Guide Companiet. A opinião é minha!


  • 18

O que fazer na Noruega – Flor og Fjære – uma ilha tropical em Stavanger

Tags : 

Geralmente quando pensamos em Noruega logo imaginamos montanhas e muita neve, não é mesmo? Mas o país apresenta paisagens deslumbrantes e bem diversificadas, sendo que no verão, podemos até mesmo nos aventurar  em um jardim tropical exuberante, acreditam? Flør og Fjære,  ou Ilha das Flores, fica localizada próximo a Stavanger, e, trata-se de uma ilha que parece ter saído de um conto de fadas.

img_7151

Em um passeio pelo porto da cidade, logo que me mudei para Stavanger, vi um barco estampado com flores lindas. Parecia um lugar encantador! O interesse foi tamanho que parti em busca de informações sobre aquele lugar lindo. Era um pedacinho de Flør og Fjære. Como a temporada de visita à ilha se encerra no final de setembro, só consegui visitar o local este ano. Gostei tanto que já fui duas vezes nesta temporada!

img_7176

Um pouco da história:

Em 1965, Åsmund e sua esposa Else Marie revelaram a amigos o desejo de plantar flores na ilha. Ninguém deu muito crédito. “Como seria possível um jardim florido em um país como a Noruega?”, eles devem ter se perguntando. Mas deu certo! O grande jardim abraçado pelo mar tem mais de 50 mil espécies, entre rosas, palmeiras, cactos, bonsai, bamboo, árvores frutíferas e muitas outras. Um verdadeiro deleite visual!

img_7167

Atualmente, é Olav Bryn, filho de Åsmund, que está à frente dos jardins. Ele cria e estuda novas combinações durante o inverno para apresentar uma nova coleção maravilhosa de flores e cores a cada temporada. Olav diz se inspirar no arco íris para ampliar esse colorido jardim.

img_7240

Desde 1995, Flør og Fjære é aberto ao público com uma mistura de um exuberante jardim e uma deliciosa refeição com vista para o mar e os fiordes. Cerca de 30 mil visitantes desfrutam desse santuário por temporada (que vai de maio a setembro). Uma curiosidade: em 2007, a Rainha da Noruega, Sonja Haraldsen, celebrou o aniversário de 70 anos na ilha.

img_7363

Leia também: O que visitar em Stavanger

O passeio:

O acesso à ilha é somente de barco. O percurso, saindo do porto de Stavanger, leva cerca de 20 minutos. Ao chegar em Flør og Fjære, o turista é guiado em um tour de 30 minutos pela ilha. Assim ele conhece um pouco da história e das curiosidades dos jardins.

img_7368

Após o tour, os visitantes são direcionados ao restaurante para apreciar uma deliciosa refeição assinada pelo chef André Mulder. Tudo com uma agradável vista para os fiordes. Ah, e não se desespere! Após o almoço ou jantar você terá mais tempo para apreciar os jardins e tirar mais fotos! [risos] E, acredite! Você vai querer tirar fotos em cada pedacinho dessa ilha mágica.

img_0751

O menu é aberto com a Fisk Soup, prato típico norueguês. Para mim, foi a melhor que já provei na Noruega até hoje! Uma explosão de sabores! Só de lembrar me dá água na boca!

img_7182

Em seguida, o buffet apresenta opções de peixes (normalmente bacalhau e salmão, saladas), massas e carnes. Por fim, é servida a sobremesa. Vale lembrar que, caso você tenha alguma restrição alimentar, basta contactar o local com antecedência para a preparação de um menu especial.

img_7189

Bom, finalizada a refeição, os turistas retornam para os jardins para aproveitar toda a beleza da ilha.

img_7252

Todo o passeio tem cerca de cinco horas de duração, entre tempo de barco, tour, refeição e tempo livre. Você pode optar por visitar esse paraíso pela manhã ou a noite. Eu já estive em Flør og Fjære nos dois turnos. Como a ilha só está aberta para visitação durante a primavera e verão, não se preocupe, o dia estará claro, não importa o turno escolhido para o passeio.

img_7358

Informações úteis: 

– Faça sua reserva online aqui;

– Aberto de segunda a sábado, de maio a setembro;

– Normalmente você pode optar entre 2 turnos (almoço ou jantar);

– Acesso somente de barco, saindo do Porto de Stavanger;

– Preços: 1.090 NOK para adulto, 390 NOK crianças entre 3 a 12 anos e 150 NOK para crianças de 0 a 3 anos; (cerca de 121 €, 43€ e 17€ respectivamente).

E você, já tinha pensado em visitar um jardim tropical na Noruega?


  • 2

London Eye e cruzeiro pelo rio Tâmisa

Tags : 

Sabia que é possível incluir um passeio de barco no Rio Tâmisa junto com a visita a London Eye? Eu queria muito passear nesse ícone de Londres para poder ver a cidade do alto, e, quando soube dessa opção de combinar com o passeio de barco, achei uma super ideia. Ver a capital inglesa de dois ângulos bem diferentes. Genial, né?

A 653481

Foto: Divulgação London Eye

Planejando seu passeio

Você pode escolher os horários em que deseja fazer o passeio em cada uma das atrações. Não há uma sequência definida. O planejamento dependerá do que está incluso e questões ligadas à logística. No meu caso, acabei fazendo o passeio em horários separados, como expliquei neste post Roteiro de 3 dias em Londres. Eu queria ver o pôr do sol no alto da London Eye, que aliás, valeu super à pena. Olha que vista incrível!

View from the top of the Victoria Tower, the lesser known of the two towers of the Houses of Parliament, towards Big Ben, the River Thames and the London Eye Millennium Wheel, Westminster and the cityscape to the east. Dusk. Sunset. Britain 100.

Foto: Visit Britain / James McCormick

 London Eye

A London Eye foi inaugurada em 2000 e foi feita para celebrar a chegada deste novo milênio. São 32 cápsulas que representam os 32 distritos de Londres. Até 2006, ela era a maior roda gigante do mundo, com 135 metros. Perdeu este posto quando a China inaugurou a roda gigante Estrela de Nanchang, de 160 metros. Posteriormente, Las Vegas superou a marca, inaugurando a roda gigante High Roller, que tem impressionantes 167 metros.

A pod on the London Eye high above the London skyline at night.

Foto: Visit Britain / Pawel Libera

Sem dúvida, a London Eye é um ícone moderno da capital britânica e um dos melhores lugares para ver Londres do alto. A volta completa pela London Eye leva 30 minutos, tempo o suficiente para você tirar diversas fotos de vários cartões postais da cidade. O movimento da roda gigante é tão lento que nem sentimos ela se mover. (Rs)

Os ângulos mais cobiçados são os que oferecem vista para o Big Ben, para o Palace of Westminster e para a St Paul’s Cathedral.

london-eye

Leia também: O que ver na St Paul`s Cathedral

Minha estratégia de ver o pôr do sol não deu muito certo, pois a previsão do tempo mudou e o céu ficou bem nublado. Mesmo assim, gostei do visual de lá de cima. Adorei o passeio!

As filas para a London Eye costumam ser um pouco longas, mas ela tem um fluxo relativamente rápido, pois cada uma das 32 cápsulas pode levar até 25 pessoas. Se você quiser investir mais, pode comprar o fast track (embarque prioritário). Por meio dele, é possível pegar uma fila express, o que encurtará o tempo de espera.


London Eye River Cruise

A nossa opção foi fazer o passeio no primeiro horário do dia, às 10:45. Saímos do hotel sem tomar café, deixamos para fazer isso à beira do Rio Tâmisa, bem próximo da London Eye, para já iniciarmos o dia admirando a paisagem.

cruzeiro-london-eye

O percurso do Cruzeiro tem duração de 40 minutos. Uma guia vai explicando, em inglês, e mostrando cada monumento, ponto turístico, ponte e prédio. (Existem fones com narração em outras línguas. O português não está incluso).

Pelo que observamos, o London Eye River Cruise é o único cruzeiro que passa debaixo da ponte Westminster Bridge e em frente à fachada do Palace of Westminster. Muito legal, pois a vista dela deste ângulo é fabulosa!

O Cruzeiro seguiu pelo Rio Tâmisa, até passar por baixo da Tower Bridge e a retornar ao píer na London Eye. Por ser um passeio feito de dentro do rio Tâmisa, os ponto turísticos que estão à margem do rio podem ser apreciados por ângulos diferentes dos habituais.

The Tower of London is a historic royal palace, former prison and fortress and national landmark on the banks of the River Thames in London. The White tower. UNESCO world heritage site. View of the palace from across the river, from the South Bank river walk. Tower Bridge.

Foto: Visit Britain / Historic Royal Palaces

Alguns dos pontos turísticos mostrados durante o Cruzeiro são: Big Ben, Palace Westminster, Tower of London, Tower Bridge, Navio-museu da marinha Real britânica, City Hall, Teatro Nacional, dentre outros.

The Tower of London is a historic royal palace, former prison and fortress and national landmark on the banks of the River Thames in London. The White tower. UNESCO world heritage site. View of the palace from across the river, from the South Bank river walk.

Foto: Visit Britain / Historic Royal Palaces

Leia também: Passo a passo para visitar a Torre de Londres

Informações úteis: A London Eye disponibiliza também passeios privados em suas cápsulas, que podem abrigar de 3 a 25 pessoas. Há também a Tasting Capsule, que é uma experiência de degustação de alguns vinhos ou champanhe com direito a duas voltas de 30 minutos pela London Eye. Quem contrata o serviço tem direito ao embarque prioritário. Que tal?

Está em dúvida se quer ver Londres da London Eye durante o dia ou a noite? Problema resolvido! Compre o ticket Day and Night, você terá direto a duas voltas, uma em cada turno. 😉

As cápsulas disponibilizam um kit multimídia interativo que pode ser usado para ter mais informações sobre os pontos turísticos.

privatecapsule

Foto: Divulgação London Eye

Como chegar

De metro: as estações de metrô mais próxima são Waterloo e Westminster.

De ônibus: os ônibus que passam por lá são: 4, 76, 88, 159, 172, 220, 381, 430, 453, 521, RV1.

2257_1600x800

E você, também gostaria de ver Londres do alto?

Para mais informações e ingressos visite o site oficial: London Eye


  • 20

Qual a melhor época para visitar a Noruega ?

Tags : 

O verão é a minha estação favorita para viajar pela Noruega. Adoro aproveitar os dias longos e temperaturas amenas para fazer trilhas e visitar os famosos fjordes noruegueses. Mas a verdade é que esse país escandinavo, de paisagens deslumbrantes, oferece atracões inesquecíveis em qualquer época do ano.

Fjords

Foto: Robin Strand

Se está pesquisando a melhor época para viajar para a Noruega saiba que realmente depende  de você e do seu estilo viajante. De cruzeiros, a  eventos ao ar livre e a famosa aurora boreal. O país oferece experiências únicas em qualquer estação. Vou fazer aqui um resumo das atividades mais comuns de cada uma delas para te ajudar a escolher a época que combina mais com seu perfil, combinado?

O que fazer na Noruega na Primavera / Verão

A primavera é muito celebrada pelos noruegueses. Depois de meses no frio e na escuridão é hora de voltar a apreciar o charme das flores que começam a brotar e colorir as cidades, os dias passam a ser mais longos e quentes, e a população volta a aproveitar os passeios ao ar livre.

Nessa época do ano as pessoas amam visitar parques! É comum ver famílias inteiras sentadas na grama pegando um solzinho (no meio da cidade) e fazendo picnics nas praças. Inclusive,  várias atrações e bares só reabrem nos meses na primavera. Portanto, esse período é indicado para quem quer aproveitar ainda um pouco de “friozinho ” nórdico e conhecer uma Noruega mais colorida e animada.

Leia também: Onde comer barato na Noruega

IMG_0004

Alguns passeios são apenas possíveis no verão. As três trilhas mais famosas da Noruega: Preikestolen ou Pulpit Rock, Kjeragbolten (aquela com uma pedra presa entre uma fenda nas montanhas) e Trolltunga, a lingua do Troll, podem ser exploradas apenas durante o verão europeu. É entre os meses de maio a setembro que podemos nos aventurar com segurança por essas paisagens por conta da ausência de neve no trajeto. Vale lembrar que mesmo na primavera a neve costuma resistir e ainda dificultar esse tipo de aventura.

Para quem vai  fazer trilhas é aconselhável verificar sempre as condições do tempo no dia do passeio. Se ele estiver instável, é melhor deixar para fazer adiar. Quando fui pela primeira vez a Preikestolen não verifiquei nada disso. Era um dia lindo, estava sol e céu azul mas ventava bastante. A trilha foi tranquila mas quando chegamos no alto o vento quase levava a gente [risos]. É bem perigoso, sem contar que atrapalha as fotos.

Leia também: Tudo que você precisa saber para visitar Preikestolen, a trilha mais famosa da Noruega

preikestolen-pulpit-rock-and-the-lysefjord-lysefjorden-tr-fn254ahm_800

Foto: Terje Rakke

Os cruzeiros também são muitos comuns na primavera e verão. Eles conduzem os turistas aos majestosos fjords da Noruega e oferecem ângulos incríveis para fotos. São passeios muito populares, não apenas para turistas, mas também entre os próprios noruegueses.

IMG_7781

O sol da meia noite é um curioso fenômeno que poder ser observado no verão. Entre os meses de maio e julho, no norte da Noruega, o sol nunca se põe. No resto do país o pôr do sol  acontece por volta das 11 da noite mas nunca chega a escurecer realmente. O céu fica apenas em um tom azul escuro até o amanhecer, que acontece por volta das 3 da madrugada.

Aproveitando esse fenônemo, curiosíssimo para nós brasileiros, muitos passeios e eventos são organizados durante a noite, como: safari de observação de baleias, mergulho noturno, cinema ao ar livre.

img_0869

Para quem quer apreciar um pouco mais da cultura norueguesa, visitar o país no Dia da Constituição Norueguesa, comemorado em 17 de Maio. As ruas do país ficam lotadas. Os noruegueses se vestem com trajes típicos e celebram sua nacionalidade. Em Oslo, capital do país, o desfile é prestigiado pela família Real. Tem um post completo sobre esta data tão comemorada aqui na Noruega.

dia-nacional-da-noruega-em-frente-ao-palacio-real-foto-por-visitoslo-heidi-thon

Foto: Heidi Thon

Se você gosta de boa gastronomia, em julho acontece o principal festival de comida dos países nórdicos, o Gladmat, na cidade de Stavanger. É literalmente uma delícia aproveitar todos os dias deste festival de comilança, o evento é uma verdadeira vitrine para os alimentos, a gastronomia e a cultura local. Além disso é de Stavanger que partem vários passeios para os incríveis fjords noruegueses e para a famosa trilha de Preikestolen.

img_1496b

O que fazer no Outono / Inverno na Noruega?

Essas são as estações que normalmente os brasileiros evitam por medo do frio. Na verdade aqui é bem frio mesmo (rs), mas, como diz um ditado norueguês: “Não existe tempo ruim e sim roupas inapropriadas”. Então é preciso se agasalhar bem, vestir as roupas e acessórios certos  e curtir as atividades incríveis que só acontecem nessas estações.

O charme das caminhadas pelas montanhas e florestas para contemplar a exuberância das cores outonais. Tempeturas ainda amenas, e uma explosão de cores que com certeza renderão fotos que mais parecem pinturas!

outono4

Essa também é a época da colheita de amoras e cogumelos, ingredientes muito apreciados na gastronomia da Escandinávia.

cogumelo2

Na medida em que o fim do ano se aproxima as temperaturas vão diminuindo e os primeiros flocos de neve começam a cair é dada a largada para a temporada de esportes de inverno. Patinação no gelo, esqui, e é também muito divertido brincar como criança nos parques cobertos de neve, com trenós ou pranchas para deslizar pelos morros. Esta é uma diversão comum entre os noruegueses e, o melhor de tudo, é grátis!

foto 2

Quem vem à Noruega no inverno geralmente vem em buscca de conhecer a  fantástica Aurora Boreal, não é mesmo?  Esse fenônemo indescritível, com condições de visibilidade bem específicas, atrai pessoas de todo o mundo e é um  atração à parte. O “ballet” das luzes que colorem o céu é uma experiência mágica! Os melhores meses para ver a Aurora Boreal são entre setembro e março. As Auroras acontecem com maior frequência no norte do país.  

A Suécia também é outro local indicado para ver a Aurora Boreal. Confira aqui onde e quando ver a Aurora Boreal na Suécia.

Aurora Boreal em Tromsø

Seja qual for a sua preferência a Noruega é um lugar de paisagens e atrações inesquecíveis e tem programação o ano todo. Primavera de muitas flores e festas, verão do sol da meia noite e das trilhas imperdíveis, outono de cores incríveis e o inverno da majestosa Aurora Boreal e esportes de inverno.

E agora? Conseguiu decidir quando programar sua viagem para a Noruega?

 

 

 


  • 2

4 passeios imperdíveis para descobrir o Porto

Tags : 

Qual é o seu tipo de passeio preferido para conhecer uma cidade? Para mim, não há passeio melhor do que aquele onde percorremos por ruelas, becos, bairros, sítios desconhecidos, tudo e mais alguma coisa caminhando. Mas não podemos nos limitar apenas às nossas preferências, não é mesmo? Quando viajamos temos de estar sempre aberto ao novo. É por seguir esse lema que quebrei “preconceitos” e me surpreendi com muitos passeios incríveis que já experimentei pela Europa afora.

viajarpelaeuropa_cruzeironodouro_porto

E por falar em “incrível”, é impossível não falar dos imperdíveis passeios para descobrir o Porto. Eu que morei lá duas vezes em períodos distintos (2010 e 2012) ainda tenho muitos encantos daquela cidade para descobrir. No IIEEBB, realizado no Porto, mais de 40 blogueiros foram convidados a descobrir a cidade através de 4 passeios diferentes. Nada mais justo do que eu contar para vocês e motivá-los a fazer o mesmo. Porque o Porto é um encanto e tem muitas atividades adoráveis e atrações lindas  para serem descobertas. Vamos lá?

DSC01345

1 – Caminhando

DSC08478

Esse é o passeio mais tradicional para descobrir o Porto. Se perder nas ruelas da Sé a caminho da Ribeira ou então pelas cores e cenários artisticos da Rua das Flores. Subir as ladeiras e suspirar ao ver a vista… Ah! A caminhada compensa! É caminhando que se surpreende com os detalhes: reduza o rítmo da caminhada, pare, olhe e tire fotos. Pensa se fica alí mais uns minutos e então encontra outro atrativo bem perto, num piscar de olhos. É caminhando também que o contato com as pessoas, turistas ou locais, acontece de maneira mais fácil: basta pedir uma informação qualquer. Alias! Quando estiver no Porto ou em outra cidade de Portugal, peça informação da localização de determinado destino. Por quê? Pergunte e descobrirá! 😉

DSC08452

2 – Vou de bike, você sabe…

viajarpelaeuropa_passeardebicicletanoporto

A bicicleta é meu transporte preferido! Um dia ainda vou morar numa cidade da Holanda ou da Alemanha. Ah… Barcelona também está na lista das possibilidades rsrsr. Tem coisa mais gostosa do que pedalar rápido e depois descansar as pernas enquanto aprecia uma vista e sente o vento refrescante no rosto? Não importa se é frio ou calor, ir de bike sempre será um passeio a considerar.

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto

Descobrir o Porto de bicileta é um passeio inperdível. Na minha primeira pedalada pelo Porto o passeio foi da Foz até o Passeio Alegre. Posso dizer que não foi algo muito rápido, pois o Porto nos convida a parar e descer da bicicleta inúmeras vezes, afinal com tantas vistas e detalhes para serem descobertos não há como resistir e dar a aquela pausa estratégica para se encantar com a paisagem incrível.

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto2

viajarpelaeuropa_passeardebicicleta_porto3

O nosso passeio de bicicleta foi um convite da Bike Tours Portugal. Experimente também!

3 – Elétrico

viajarpelaeuropa_passeardeeletrico_porto

O passeio de elétrico é um dos mais genuínos no Porto. Esse transporte nos leva a descobrir a cidade através de uma autêntica viagem no tempo. Há diversos percursos, como por exemplo, os que passam pelas principais ruas da Baixa e a região da Foz. Independente da escolha, o passeio é pura diversão e claro um charme, afinal você descobrirá paisagens do Porto através da janela de um meio de transporte que é um ícone na cidade! Mesmo quem já trilhou caminhando o percurso do elétrico, mais de uma vez, experimente o passeio do elétrico. Seja aberto para o novo e veja o Porto numa outra perspectiva, ok?

viajarpelaeuropa_passeardeeletrico_porto2

4 – Cruzeiro

O cruzeiro das seis pontes do Rio Douro é um dos passeios de barco mais famosos do Porto. É uma descoberta as margens do Porto, Gaia e da arquitetura das seis pontes por onde o barco passa.

viajarpelaeuropa_cruzeironodouro_porto2

A primeira vez que fiz este passeio o embarque foi no cais de Gaia e a segunda no cais do Centro Congressos da Alfândega. As duas opções são ótimas, pois junto do cruzeiro é perfeitamente possível conciliar outras atraçãos no Porto, como por exemplo uma visita nas Caves ou um passeio pela Alfândega.

O nosso cruzeiro no Rio Douro foi uma oferta do Douro Azul. Super recomendamos 😉

Já escolheram um dos 4 passeios para descobrir o Porto? Na dúvida: experimente todos!

O convite para descobrir o Porto através destes 4 passeios imperdíveis foi parte da programação do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, organizado pela Rita Branco do blog O Porto Encanta e patrocinado pela Associação de Turismo do Porto.


  • 3

As 5 atrações imperdíveis de Estocolmo

Tags : 

Vocês sabem o quanto eu adoro Estocolmo e como gosto de viver nessa cidade linda e cheia de coisas para fazer o ano todo, independente da estação e da temperatura (rs).

Mesmo morando aqui desde 2012 eu ainda me sinto turista. Adoro passear, conhecer novos lugares e repetir passeios também. E claro, mostrar meus lugares favoritos para os amigos que me visitam.  Por isso quero compartilhar com vocês as atrações imperdíveis para se visitar em Estocolmo! Museu Vasa - Estocolmo

Essa lista é valiosa, principalmente para quem tiver pouco tempo na cidade. Ah! A lista está na ordem decrescente para você saber o que priorizar. 😉

5 – Palácio Real de Estocolmo

O Palácio Real é a residência da família real sueca em época de eventos oficiais. Quando não está sendo utilizada pela realeza, o palácio está aberto ao público. Você vai visitar os quartos, salões de jantares e outros aposentos do local.

Lembrando que no valor do ticket já está incluso a entrada para o “Tesouro”, lugar onde ficam expostos as jóias e objetos valiosos que perteceram aos membros da monarquia sueca por várias gerações. Peças incríveis, cheias de detalhes e histórias!

viajarpelaeuropa_visitar_paláciorealdeestocolmo


Compre seu ingresso para visitar as atrações de Estocolmo sem filas! 😉

4 – Polkagriskokeri

Polkagriskokeri é fábrica de doces típicos da Suécia. Na minha participação no programa O Mundo segundo os brasileiros em Estocolmo, mostrei essa loja de doces típicos e todo mundo só me perguntava onde era a tal fábrica!

Sabe aqueles guarda chuvinhas que colocamos na árvore de natal? Pois é, eles foram inventados na Suécia e uma filial da fábrica original fica em Estocolmo.

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo

A loja  é super fofa e fica em Gamla Stan. Além de experimentar e levar esses deliciosos doces típicos suecospara casa você poderá ver como eles são feitos, ao vivo e a cores!

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo

3 – Skansen

O Skansen é o Museu a céu aberto de Estocolmo e fica da ilha de Djurgarden. No Skansen você vai ter a oportunidade de ver como era a vida na Escandinávia antigamente: casas típicas, trabalho, roupas… Parece uma viagem no tempo!

Skansen - Estocolmo

Além disso o espaço tem animais típicos do norte da Europa. É super fofo! Nesse post aqui já contei como chegar até o Skansen e qual a melhor época para visitá-lo.

Skansen - Estocolmo


Compre agora seu ingresso para visitar o Museu Skansen de Estocolmo sem filas! 😉

2 – Museu Vasa

O Museu Vasa é um dos museus que eu mais gostei de visitar na vida! Eu vou lá sempre que posso, seja sozinha ou com amigos, e toda vez que vou encontro uma novidade, algo que não tinha visto antes.  É incrível!

Museu Vasa - Estocolmo

O Museu Vasa foi construído para abrigar o navio Vasa que ficou no fundo do mar mais de 300 anos e foi resgatado praticamente intacto. Após um intenso trabalho de recuperação, que montou mais de 14.00 peças do navio em seu local de origem.

A história do navio e de como ele foi reconstruído é contada de forma bem interativa ao longo dos 7 andares do museu. Essa é a atração (paga) que eu mais recomento em Estocolmo.

Museu Vasa - Estocolmo.

1 – Gamla Stan

Gamla Stan, em sueco quer dizer “cidade velha” e é o centro histórico de Estocolmo. Foi ali que nasceu a capital da Suécia. Você vai caminhar por ruas estreitas e cheias de história, uma incrível viagem à época medieval!

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo

 

É por lá também que ficam localizados o Museu Nobel de Estocolmo, o  Palácio Real e a fábrica de doces Polkagriskokeri.

viajarpelaeuropa_visitar_estocolmo 

Gamla Stan é visita obrigatória em Estocolmo, se vier em Dezembro você terá a oportunidade de ver o belíssimo mercado de natal, com guloseimas e produtos típicos da Suécia, se vier no verão vai sentar nas esplanadas dos belíssimos cafés da região e experimentar aquele famoso Fika. É em Gamla Stan que também está localizado o interssante Restaurante Viking.

viajarpelaeuropa_visitar_restaurantevikingestocolmo

Se você quiser conhecer os cantinhos imperdíveis do centro histórico da cidade eu posso te levar. Leia as nossas informações sobre o nosso “Tour Guiado em Português por Gamla Stan” e venha se conhecer Estocolmo comigo! 😀

Assista minha participação no programa “O Mundo Segundo os Brasileiros -Estocolmo”!

E para você, qual atração é imperdível em Estocolmo?

Siga o nosso Facebook e o nosso Instagram (@viajarpelaeuropa) e acompanhe fotos fresquinhas do nosso dia a dia na capital da Escandinávia.

Vi ses! Até já!


  • 1

Tour Gastronômico pelo Porto

Tags : 

Olá pessoal,

está no ar o nosso primeiro vídeo da viagem pelo Porto! Viajamos para o Porto para participar do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros. Para quem acompanha o blog Viajar pela Europa no Facebook e Instagram sabe que o que mais fizemos nessa viagem foi comer (rs) …. E comer bem!

viajarpelaeuropa_gastronomia_porto

Por isso resolvi mostrar para vocês o deliciso tour gastronômico que fizemos com a empresa Taste Porto Food Tours, uma passeio pelo centro da cidade indo literalmente de mesa em mesa para degustar pratos típicos  deliciosos!

Aperte o play e atenção: é um vídeo de dar água na boca! 😀

E você, qual o seu prato típico preferido da cidade do Porto?

 


  • 14

II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros no Porto

Tags : 

A cidade do Porto terá sempre um lugar de destaque no meu coração. Foi a primeira cidade que morei na Europa, fiz amigos, concluí minha faculdade e onde nasceu o blog Viajar pela Europa.

viajarpelaeuropa visitar porto

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Voltar ao Porto para reencontrar os amigos queridos que ainda moram lá, levar a Nicole para visitá-los, conhecer pessoalmente vários blogueiros que já “convivo” no mundo virtual e ainda divulgar o turismo na cidade tinha um sabor mais do que especial para mim. Foi tudo perfeito!

Viajamos para o Porto especialmente para participar do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, um evento que começou em Barcelona, em 2014, quando a querida Cristina Souza do Blog Sol de Barcelona e a Magê do Blog Milão nas mãos, tiveram a brilhante ideia de reunir os blogueiros que vivem na Europa para trocar experiências sobre a profissão e fazer isso de uma forma que todos nós amamos: viajando!

viajarpelaeuropa visitar porto

O IIEEBB foi organizado pela blogueira que melhor conhece a cidade do Porto, a Rita Branco, do Blog O Porto Encanta, e patrocinado pelo Associação de Turismo do Porto.

viajarpelaeuropa_visitar_porto

O evento começou oficialmente na sexta-feira, dia 13 de  Novembro, onde fomos recebidos em hotéis cinco estrelas da cidade. O Sheraton Porto, Crowne Plaza Porto e Porto Palace. Vamos contar sobre esses maravilhosos hotéis em um novo post. Aguardem!

Durante os dias do evento visitamos vários lugares incríveis no Porto, nos divertimos muito, e fomos recebidos à melhor maneira portuense: com hospitalidade e mesa farta, sempre!

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Em breve vamos falar sobre todos os lugares que visitamos nesses dias maravilhosos que passamos no Porto e vem muita dica imperdível sobre a cidade. Enquanto isso acompanhe o nosso Facebook e o nosso Instagram  e através das hashtags #IIEEBB #followporto e #visitporto você pode ver as fotos maravilindas postadas por todos os blogueiros durante o evento!

viajarpelaeuropa_visitar_porto

Mais de 40 blogueiros participaram do II Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros. O próximo, em 2015, já tem cidade marcada: Berlim aqui vamos nós!

Confira a lista de todos os blogueiros que estiveram presentes no IIEEBB. Só gente linda e compentente!

Ducs Amsterdam | Sol de Barcelona | Creative Helena | Aprendiz de Viajante | Brasileiros Mundo Afora | Agenda Berlim | Milão nas Mãos | Almost Locals | Barcelona Emociona | Chicken or Pasta | Direto de Paris | De café por Barcelona | Travel With Pedro | Esto es Madrid! | No Mundo de Paula | Rumo a Madrid | That Good Trip | Ka entre nós | Turismo em Roma | Cartas em Portador By Savanna Home & Kids handmade| Eu ando pelo mundo | Brazuka | Vivi em Madrid | O mundo que eu vi | Catalogo de viagens | Trend Tips | 360 Meridianos | Cultuga | Euro Dicas | Cantinho da Irina

 
 E você, gostou de conhecer os blogueiros brasileiros que vivem na Europa ?
 

 


  • 2

5 motivos para visitar a região da Beira do Interior de Portugal

Tags : 

Quem é que tem manias de organização e limpeza? É só eu? Mas aposto que você também gosta de fazer listas, quer seja de supermercado, de presentes de natal, de compras em geral, de roteiros de viagens… Não é?

E listas de motivos para visitar um lugar ou fazer tal coisa num lugar? Tudo bem se não tem essas manias, mas acontece que eu ADORO e é por isso que entrego de bandeja 5 motivos para visitar a região da Beira do Interior em Portugal. Anotem tudo porque é imperdível!

1- Serra da Estrela

A Serra da Estrela é a serra mais queridinha dos portugueses e turistas. Super famosa no país, é daqueles destinos imperdíveis numa viagem a Portugal, principalmente no inverno quando ela está toda coberta de neve.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela3

Mas engana-se quem pensa que a Serra da Estrela é um destino apenas de inverno. É sim um local para se visitar em todas as estações. Sério! Se tiver oportunidade, programe-se, pelo menos uma vez na vida, e faça uma viagem para a serra em qualquer uma das estações ou quem sabe pelo menos uma vez em cada uma delas. O outono é tão colorido quanto a primavera e o verão é tão cheio de atrações quanto o inverno. Vale super à pena!

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela

Blogtrip e Phototrip: Viajar pela Europa e O Porto Encanta 🙂

E além disso o caminho para a Serra da Estrela é recheado de atrações e chegando lá há de tudo: trilhas de bicileta ou a pé, rota dos queijos ou uma caça aos sabores gastronômicos da região, museus, spas e cabanas acolhedoras, esportes radicais, aldeias históricas… Atrações e motivos é o que não faltam, neh?

viajarpelaeuropa_beiradointerior_serradaestrela2

2- Casa do Comendador Francisco

Depois de 14 anos fechada a sete chaves, a Casa do Comendador Francisco, conhecida também como Casa Senhora dos Verdes, abriu as portas para muito bem receber. E os motivos? Reviver memórias através de histórias das várias gerações da família de Tereza de Jesus e do comendador Francisco Esteves.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_casadocomendadorfrancisco2

Localizada na vila de Manteigas, a casa que agora é um alojamento local, dispões de um total de três quartos e duas suítes para muito bem hospedar os apaixonados por história. Além dos serviços de hospedagem, a casa está de portas abertas para eventos familiares e sessão fotográfica. Tudo no mais puro estilo “reviver memórias”.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_casadocomendadorfrancisco

3- Belmonte

Confesso que Belmonte não estava na minha listinha de destino de viagens para 2015. Mas como não se pode recusar um convite para por o pé na estrada (obrigada minha amiga Sandra da agência Simply B), fiz as malas e fui descobrir a terra daquele que descobriu o Brasil. Sim! É ele: Pedro Alvares Cabral. O mais incrível de viajar para Belmonte é conhecer a história do nosso país na versão portuguesa e ter a consciência que numa história sempre existe dois lados.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte

Na terra de Cabral, atrações não faltam: o Castelo que foi administrado pela família Cabral, a Igreja de Santiago e o Panteão dos Cabrais, o Museu dos Descobrimentos e o Museu Judaico de Belmonte, a Sinagoga Judaica… e lá se vai mais uma listinha.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_museudosdescobrimentos2

Ficaram curiosos em saber mais de tudo de bom que há em Belmonte? Eu conto no próximo post. Fiquem atentos as novidades através do nosso Facebook e Instagram 😛

DCIM102GOPRO

DCIM102GOPRO

4- Sabores da Beira do Interior

Existe delícia maior do que adentrar na cultura local do que pelo pecado da gula? Se tem ítem de uma listinha da qual eu não abro mão é a de provar a comida típica do local. E a região da Beira do Interior sabe nos agradar muito bem: a vila de Manteigas tem enchidos de encher olhos e barriga; e a Serra da Estrela tem os melhores e inconfundíveis queijos da serra.

Em Belmonte eu provei um bacalhau que entrou para o top dos melhores pratos típicos da vida: o bacalhau Assado na Telha. E porquê gaúcha não vive sem carne, não pude resistir ao delicioso Segredos de Porco, se querem saber qual é o segredo eu conto: é a barriga do porco cortada em fatias bem fininhas e servido com batata frita e purê de couve-flor. Uma combinação e tanto. Humm…

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_restaurantedocastelo

Se pensam que acabou, “cá” em Portugal não se sai da mesa antes de uma sobremesa e um café. Para fechar o espaço da barriga um rodízio de doces variados: arroz doce, tijelada, leite creme e panacota.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_restaurantedocastelo2

5- Hospedagens genuínas

E põe genuína nisso! O Convento de Belmonte é a hospedagem perfeita para quem procura um local para gastar as energias e descansar. Sua estrutura é uma recuperação das ruínas do antigo Convento de Nossa Senhora da Esperança, sobre uma Ermida construída no século XIII e é bem provável que por lá estejam alguns vestígios de antigos lugar de culto pagãos.

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_conventodenossasenhora

Conseguem imaginar esse local? Eu ajudo! Assim como a Casa do Comendador Francisco, o Convento preserva integralmente toda a herança histórica de um convento, ou seja, toda a arquitetura em anfiteatro, entre os pinhais da Serra da Esperança e uma deslumbrante paisagem sobre a região da Cova da Beira e Serra da Estrela.

Os quartos possuem nomes de santos e o bar é na sacristia. Um pecado é não ficar lá hospedado quando viajar para a Beira do interior! 😉

viajarpelaeuropa_beiradointerior_belmonte_conventodenossasenhora2

Ah…. e já ia me esquecendo. Devem estar se perguntando porque é uma hospedagem perfeita para gastar energias e descansar, não eh? Não fiquei lá hospedada, mas não pude deixar de sentir a atmosfera calma e aconchegante de um convento, principalmente nos quartos, os quais possuem uma vista de rezar e agradecer.

E quanto as energias, não vejo a hora de gastá-las numa “caça aos cogumelos” e depois num workshop gastronômico. Ainda há diversas opções de lazer que o Convento de Belmonte indica aos hospedes.

DCIM102GOPRO

Acha que ainda precisa de mais motivos para viajar para a Beira do Interior? Chame pela Simply b, uma agência que organiza experiências originais e memoráveis. Independente da viagem iniciar no sul ou norte de Portugal, a Simply b vai lhe proporcionar uma viagem à medida!

Nós já experimentamos! E também já incluímos a Beira do Interior na listinha dos destinos mais incríveis de Portugal.

E você? Malas prontas?

 


Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close