Palermo por Juliana Lindgren

0
256


A viajante Juliana Lindgren é brasuca de São Paulo, tem 30 anos e é licenciada em Letras pela USP e em fonoaudiologia pelo Karolinska Instutet de Estocolmo. Ela veio a primeira vez a Europa em 2003, para estudar francês por 3 meses em Paris. A segunda vez foi em 2005 quando ela resolveu enfrentar o frio de verdade e fazer au pair na Suécia. E como a terceira é de vez, em 2007 o que a trouxe de volta foi um amor sueco, que a mantém na Capital da Escandinávia até hoje.

Juliana Lindgren.
Juliana Lindgren.

Juliana já visitou um total de 16 países na Europa, o número de cidades ela perdeu as contas, mas dentre todos os destinos Europeus que conhece ela define Palermo como sua favorita.

E por que Palermo?

Palermo foi uma cidade que me surpreendeu muito. Achei que fosse ser puro caos, mas que nada. A cidade é super bonita, cheia de igrejas, casarões, o Teatro Massimo (onde foi filmado algumas cenas do Poderoso Chefão), os mercados típicos, uma delícia de lugar! O trânsito realmente era super caótico, gente buzinando o tempo todo e tal, mas de resto só tenho elogios.

Palermo, Sicília, Itália.
Palermo, Sicília, Itália.

O que você visitou por lá?

Levamos um santo Lonely Planet cheio de dicas. O que eu me lembro bem é da catedral, do Teatro Massimo e uma visita muito bizarra às catacumbas Capuchin. Tipo um cemitério só que sem caixões” (Não sei se é boa ideia continuar com essa parte da história… ) Onde desde 1599 se embalsam corpos que ficam expostos para os visitantes. Tinha a sessão dos padres, a dos homens, das mulheres e dos professores/médicos/advogados. Muito impressionante! Juro Gi que eu quase passei mal lá dentro”. (E eu juro que tô passando mal só pensar) o.O Tinha gente que era só esqueleto, mas tinha corpos muito bem-preservados.

Capuchin-catacombs-of-Palermo
Capuchin-catacombs-of-Palermo

Mas nem só de cemitério sem caixões sobrevive uma viagem fala aí das baladas… rs

Encontramos um bar de rock chamado Rocket Bar (no Lonely Planet), muito legal. Só tinha gente local e no fim da night eu e o Jens viramos os djs.

*Nós acreditamos Juliana, porque depois da meia noite todos os gatos são pardos e todos os alcoolicamente bem dispostos Djs. (=

Bar de Rock em Palermo.
Bar de Rock em Palermo.

Dicas da Juliana sobre Palermo:

*Em agosto  faz um calor dos infernos. Saíamos de manhã, depois na hora do almoço voltávamos para o hotel, e no fim da tarde  dá passear de novo.  Até porque tudo fechava para o almoço.

*As praias eram show de bola, o mar mediterrâneo azulzinho te esperando…

*Em Palermo mesmo era baratinho comer e beber. Mas em Cefalu, que é uma cidade mais turística, eram um pouco mais caro.

*Pedir vinho da casa é sempre uma boa pedida. Boa relação preço e qualidade.

Verão em Palermo.
Verão em Palermo.

Próxima viagem:

Vou para Toscana na páscoa e no verão vai rolar uma viagem com a mulherada. O destino ainda é desconhecido. Ah! E se o verão sueco for bom vou ter que aproveitar para viajar pela suécia também.

Passou por aqui? Comenta vai?

Qual sua cidade favorita na Europa? Envie um email para info@viajarpelaeuropa.eu e nos conte sobre “Sua Viagem” :D

Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!
468x60_reload-V2

Deixe Seu Comentário

SHARE
Previous articleEuropa de Carona
Next articleMelhor Destino Europeu 2013 : Istambul

Jornalista, mineira, 30 anos, ariana e mãe da Nicole. Atualmente morando na Suécia.
Não acredito no impossível e quero fazer uma viagem de volta ao mundo com minha filha de quase 3 anos.
Conecte-se comigo nas Redes Sociais e faça parte dessa aventura!

Deixe seu comentário