Nova York com bebê de um ano

0
536
Nicole divando em Nova York com essa vista top do Mandarin Oriental.

Viajar para Nova York com bebê de um ano pode ser um desafio antes mesmo de embarcar. Afinal, uma cidade grande, com tantas atrações, exige muito planejamento para que os pais e a criança possam aproveitar todos os passeios?

Durante a montagem do meu roteiro de viagem para Nova York, uma das minhas maiores preocupações era encontrar atividades que pudessem ser interessantes para a Nicole e, também, para nós, os adultos.

Isso porque um bebê de um ano tem muita energia, já não é aquele ‘serzinho’ quieto que fica deitado no carrinho e dorme várias vezes ao dia. São crianças cheias de energias e vontades, e precisamos adaptar o roteiro para que todos aproveitem a viagem da melhor forma possível. Além de estarmos atentos à alimentação, à segurança e ao conforto de todos.

Times Square - Nova York

Se você, mamãe, está lendo esse post em busca de uma resposta para a pergunta: devo viajar para Nova York com um bebê de um ano? A resposta é: definitivamente sim!

Mas buscar informações e organizar todos os detalhes é o primeiro passo para o sucesso dessa aventura.

Afinal, o que preciso saber para viajar para Nova York com bebê de um ano?

Nova York tem atividades que agradam pessoas de todas os estilos, gostos e idades. Por isso, tem muita coisa para se fazer com um bebê também. Inclusive já tenho um post sobre os melhores passeios para fazer em Nova York com bebê de um ano. Tudo testado a aprovado pela Nicole. 🙂

Aproveite e compre aqui o seu ingresso para visitar as atrações de Nova York sem filas

Mas a chave do sucesso de uma viagem desse estilo é acertar na escolha da hospedagem.

Hospedagem

Encontrar hotel em Nova York é uma tarefa bem complicada! A oferta é grande, mas os preços são altos, principalmente se você fizer questão de se hospedar em Manhattan, que foi o meu caso.

Praticamente todas as atrações que eu pretendia visitar ficam nessa parte da cidade e, para mim, não fazia sentido gastar muito tempo com descolamentos.

Para quem vai viajar para Nova York com um bebê de um ano, acho essencial escolher um lugar espaçoso e bem localizado. Já posso adiantar que nos hospedamos em 2 hotéis diferentes durante nossa viagem: o World Center Hotel e o Skyline Hotel, cada um em um lado de Manhattan.

A cidade é enorme e você vai levar muito tempo em deslocamentos, mesmo escolhendo hotéis bem localizados. Você pode, no entanto, minimizar essa parte escolhendo o lugar certo, sabe?

Essa era a vista do nosso quarto no One World Center Hotel de Nova York.
Essa era a vista do nosso quarto no One World Center Hotel de Nova York.

Se você está procurando seu hotel em Nova York, leia reviews do booking.com ou hotels.com e veja o que as outras pessoas dizem sobre o local. Selecione hotéis que as pessoas falem bem sobre o tamanho do quarto. Uma outra opção é alugar um apartamento por meio do airbnb.com.

Essa dica da hospedagem vale ouro! Por mais que faça várias atividades apropriadas para bebês de um ano, seu filho(a) vai ficar muito tempo no carrinho.

É um alívio chegar em um quarto que tenha espaço para a criança correr e gastar a energia.

Suite do One World Center Hotel de Nova York - Espaço ideal para famílias! :D Foto: Divulgação One World Center Hotel
Suite do One World Center Hotel de Nova York – Espaço ideal para famílias! 😀 Foto: Divulgação World Center Hotel.

Leia também: 5 dicas polêmicas para viajar com crianças

Transporte

O metrô de Nova York é muito confuso e, na maioria das estações, pelo menos nas quais eu passei, não tinha elevador. Você vai subir muitas escadas carregando o carrinho. Por isso, o melhor é investir um pouco mais na hospedagem e evitar andar de metro o máximo possível.

Pegar ônibus em Nova York com carrinho de bebê é uma tarefa ainda mais complicada. Isso porque você vai ter que fechar o carrinho todas as vezes que entrar no veículo, pois não é permitido andar com o carrinho aberto com a criança sentada nele.

O melhor mesmo é ficar o mais próximo possível das atrações que pretende visitar, evitar deslocamentos com transporte público e, sempre que possível, optar por um táxi mesmo.

Taxi Nova York

Do aeroporto para o centro de Nova York

Definitivamente, considere pegar um táxi (ou Uber), tanto na ida quanto na volta do aeroporto para o seu hotel em Nova York. O aeroporto é super confuso, o transfer “Airport Shuttle” para, literalmente, no meio da rua, no meio dos carros passando. Além disso, você terá de carregar o seu bebê no colo. Eles não oferecem cadeirinha de bebê.

Também achei que o motorista dirigia “loucamente” no meio do trânsito agitado de Nova York. Não acho seguro! Essa foi nossa opção na chegada à cidade, mas eu não faria isso novamente!

Melhor investir um pouco mais em segurança. Foi o que fizemos na volta, optando por Uber. Foi bem mais tranquilo e confortável!

Alimentação

Por mais que você não goste de fast food, não há como fugir disso em Nova York. Você vai se render a um bom hambúrguer algumas vezes durante a viagem. Por isso, leve comida pronta para que seu bebê não tenha que comer “besteiras” durante os passeios.

Eu sou muito exigente com alimentação, até para mim mesma. Prefiro que minha pequena-viajante se alimente de forma saudável em qualquer circunstância.

Hamburguer Nova York

Aqui na Suécia temos várias opções de comidinhas prontas e eu sempre levo daqui mesmo as papinhas e sachês de frutas para as nossas viagens. Já viajei para muitos países que não tinham essa possibilidade. Também já encontrei sachês de frutas com adição de açúcar, chocolate e muitos conservantes. Acho um absurdo! Então eu sempre levo as papinhas que a Nicole já está acostumada e sempre que possível escolho as opções de papinhas e sachês orgânicos.

No supermercado Whole Foods, de Nova York, tem várias opções de smoothies de frutas para bebês. Os produtos são ótimos e ecológicos, mas não tem opção de “comida” mesmo.

Se optar pelos sachês, compre apenas os de frutas. Encontramos alguns sabores de legumes e até comprei um para experimentar, mas não gostamos.

Nova York com bebê de um anoOutra sugestão é ter sempre frutas na bolsa e, se possível, preparar alguma refeição no hotel.

E você, tem alguma dica para viajar para Nova York com bebê de um ano?

Siga agora nossa página no Facebook e o Instagram @viajarpelaeuropa porque tenho sempre dicas de viagens com bebês e dicas sobre a vida na Suécia.

Nova York com bebê de um ano

Procurando hotel em Nova York? Recomendamos hotels.com.

Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!
468x60_reload-V2

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário