Como economizar em hospedagem e não abrir mão do conforto?

5
1398

[wp_ad_camp_1]

Gostamos de economizar em hospedagem mas não abrimos mão do nosso conforto, não é mesmo?

Aliás, nada pode ser mais desagradável em uma viagem do que reservar hospedagem em um local que não corresponde às nossas expectativas. Nesses anos de viagens pela Europa tive poucas experiências ruins, mas uma delas, em Amsterdam, foi tão conturbada que acabei por reservar outro hotel,  já que não iria deixar esse detalhe estragar minha viagem. Desde então me tornei ainda mais exigente na hora de procurar hotéis.

Na Europa existem diversas ofertas de viagem low cost. E para fazer uma viagem realmente em conta buscamos economizar também na estadia. O que não significa ter abrir mão do conforto, certo? 

Além disso vale lembrar sempre que o barato pode sair caro, por exemplo: reservar um hotel/hostel bem barato, mas muito afastado do centro, sem café da manhã, sem Internet e depois ter que pagar extra por todos esses serviços pode sair mais caro do que reservar um hotel mais central. Por isso vale a pena fazer as contas de todos esses gastos e verificar o custo/benefício do local onde pretende se hospedar.

Para ajudar nessa tarefa resolvi deixar aqui as minhas dicas sobre como encontrar hospedagem com ótimo custo-benefício ou até mesmo de graça na Europa.

Seis dicas para economizar em hospedagem

1- Tempo: Despenda de muito tempo para procurar sua hospedagem. Faça uma análise dos prós e contras: localização, serviços inclusos no preço e leia os comentários dos outros hospedes. Vale sempre olhar as fotos dos clientes no Tripadvisor.

 2- Faça cálculos: Por norma os hostels são mais baratos, mas quando se viaja acompanhado (amigos, namorado) as vezes o preço de um hotel dividido por 2 ou 3 é o mesmo valor que pagariam por um hostel. E  provavelmente ficar em um hotel vai ser mais confortável e com certeza terão mais privacidade.

 3- Comodidades: Leia sempre o que está escrito nas especificações do estabelecimento sobre o que está incluso ou não no preço. Existem locais que cobram pela Internet, toalha, roupa de cama e vários outros produtos e serviços. Fuja deles!

4- Localização: Muito importante verificar a distância do estabelecimento até os pontos turísticos que pretende visitar, de outra forma além de perder tempo com o deslocamento acaba gastando mais em passagens.

Leia também: O que você não deve fazer em Paris

5- Pontuação: Veja a pontuação que o estabelecimento recebeu através da média feita pela opinião dos outros hóspedes. Leia os comentários dos antigos clientes. É através deles que você poderá ter uma visão mais clara sobre o tipo e qualidade do serviço que estão sendo oferecidos. Já comentei que sou exigente e, por norma, nunca me hospedo em hotéis com menos de 8,5.

 6- Saber utilizar o Couchsurfing: O couchsurfing é uma ótima opção, pois além da hospedagem ser gratuita você acaba por ter indicações sobre a cidade por uma pessoa que vive lá. Mas também é preciso saber como utilizar. São pessoas dispostas a te receber na casa delas e não comerciantes. Seja simpático e interaja com elas. Veja como foi a minha experiência com o couchsurfing.

Se você está procurando hospedagem na Europa, recomendo o o Booking.com –  site que utilizo para reservar hotéis onde as revisões dos outros hóspedes são ótimas. =)

E você, tem alguma dica imperdível para economizar em hospesdagem sem abrir mão do conforto?

 

Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel!

5 COMMENTS

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.