Category Archives: Alemanha

  • 1
Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

5 Lições para você ser um blogueiro melhor- III Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros

Tags : 

O III Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros em Berlim foi um fim de semana de muito aprendizado.

Mudar de país para encarar uma nova vida é um dos maiores desafios que se pode ter. Nesse novo mundo até uma ida a um supermercado pode ser frustrante já que podemos nos sentir analfabetos por não entender a língua local.

Sem contar qeu aos poucos vemos as nossas chances de uma carreira brilhante na profissão que escolhemos diminuírem exponencialmente, ainda que se tenha mestrado, doutorado ou 10 anos de experiência.

E o mais difícil ainda, passamos por tudo isso longe da maior parte das pessoas mais importantes de nossas vidas.

Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

Recomeçar dói. Recomeçar exige coragem, persistência e resiliência. É exatamente por isso que o Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros, que reúne anualmente blogueiros tupiniquins que moram na Europa, me tocou tanto.

Conheci muita gente que transforma esse desafio de imigrar em textos cheios de amor e muitas vezes em oportunidades de negócios.

Então venho aqui dividir as cinco maiores lições que blogueiros me ensinaram no III EEBB.

Aprendi no III Encontro Europeu de Blogueiros Brasileiros

1. Sobre o recomeço

Quando se chega a um novo país de mala e cuia, os obstáculos se multiplicam. Se antes você não tinha nenhuma dificuldade de se expressar, agora provavelmente terá. Se seu diploma e experiências eram muito bem vistos no Brasil, talvez na Europa você precise estudar muitos anos para  completar seus estudos.

Não é à toa que muitos desistem do sonho de morar fora. Esse recomeço é tão difíciel que se não for acompanhado de força e determinação pode minar toda e qualquer possibilidade de sucesso. Os blogueiros que conheci no III EEBB são exemplos de pessoas que recomeçaram e não desistiram das suas metas. Muitos fizeram de seus blogs seu sustento, sua empresa.  São verdadeiros guerreiros! Pois imagine, se é difícil construir um negócio em lugar onde conhecemos muito bem, imagina fazer isso em outro país?

Você deve estar se perguntando qual é a chave de superar o recomeço quando se imigra. Os blogueiros do encontro de Berlim me ensinaram que não somos só jornalistas, analistas internacionais, professores ou vendedores. Na verdade, somos cada experiência que tivemos, cada livro que lemos, cada pessoa que conhecemos.

Portanto, somos muito mais que nossas profissões e carreiras. Somos pessoas com plena capacidade de criar algo novo. E você quer um momento melhor para praticar sua criatividade de se reinventar do que quando estamos frente ao desafio do recomeço?

Talvez você não siga exatamente o que planejou para sua vida, mas aqui se abre uma porta para que você construa um sonho que se encaixa ainda melhor na sua vida do que seus antigos planos. Para isso, temos que pensar fora da caixinha.

2. Você é mais capaz do que pensa

Voce talvez esteja pensando: “Ah, mas para me reinventar e seguir um novo caminho, preciso ter conhecimentos que não tenho. E agora?”

Uma coisa é certa: ninguém sabe tudo. Acredite, sempre é tempo de aprender habilidades novas. Desenvolva a capidade de aprender algo sozinho. Todo blogueiro teve que aprender muita coisa difícil por conta. WordPress, ferramentas de SEO, webdesign, marketing, redes sociais, fotografia, video…

Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

Com a internet, há um mundo de possibilidades para se aperfeiçoar. Não dependemos mais de salas de aulas tradicionais para aperfeiçoar nossos conhecimentos. Os blogueiros do III EEBB me fizeram lembrar que há tantas opções de aulas online, muitas vezes gratuitas oferecidas por universidades renomados do mundo. Além disso, você já ouviu falar da história da mulher que construiu sua casa assistindo só tutoriais do Youtube? Pois é, tudo é possível. Basta começar.

Ah, deixa eu te contar um segredo! A maioria das empresas amam esse empurrão que posts de blog dão para os negócios delas. Que tal pensar nas parcerias que se pode construir?

3. Blog é trabalho sério

Se você investe no seu blog para que ele seja muito mais do que um hobby, trate-o  como uma empresa. Para isso você precisa estabelecer metas, ter disciplina e  muito planejamento para alcançá-los. E assim é com tudo na vida, não é?

Estipule quantas horas por semana trabalhará no seu blog, faça um planejamento anual, cumpra deadlines. Mas, atenção, o mais importante é que você venda seu blog como seu negócio. Comece explicando aos seus familiares e amigos que seu blog é não é apenas um hobby.

Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

Sonhar é preciso mas planejar é o melhor caminho para que você cumpra esses sonhos. Lembre-se que nada cai do céu. É preciso persitência para chegar ao seu objetivo.

4. Acredite no seu sonho

Viver de blog, assim como qualquer start-up, é um investimento incerto. Por vezes, as metas que você traçou não serão cumpridas e é claro que o desânimo pode bater. Mas você ouviu falar em alguma empresa bem-sucedida que teve fundadores que desistiram na primeira topada? Nenhum empreendedor de sucesso chegou ao seu objetivo sem obstáculos.

Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

Lembre-se também de não deixar as atitudes negativas que a/o circulam afetarem seu trabalho. Escute a opnião das pessoas, mas não desista no primeiro “ah, mas essa coisa de blog nunca dá certo”, “você deveria parar de perder tempo com blog”. Coloque suas convicções e sonhos em primeiro lugar. Desistir logo de cara não é uma opção. Ninguém disse que era fácil.

5. Você não está sozinho

Sabe aquele ambiente de competição em que uma empresa atropela a outra para se dar bem? No mundo dos blogueiros de viagem não tem lugar para isso. O mais bonito do III EEBB foi ver que blogueiros brasileiros de viagem são muito unidos.

Aliás, o encontro serve justamente para que mostremos uns aos outros que não estamos sozinhos nesse sonho de levar nosso amor por viagens mundo a fora através da internet.

É para nos relembrar que muitos de nós passamos pelas mesmas dificuldades e temos as mesmas dúvidas. É para provar que a união é sim a chave do sucesso. Uma andorinha só não faz verão, não é mesmo?

Encontro Europeu de blogueiros Brasileiros

O EEBB é mais do que um encontro europeu de blogueiros brasileiros, é a certeza de que não é preciso sonhar sozinho!

E você, com o que anda sonhando hoje?

Um muito obrigada aos bloggers Nicole Plauto e Pacelli Luckwu do blog  Agenda Berlim e Claudia Boemmels da revista Brasileiros Mundo Afora por organizarem esse evento que foi um sucesso.

Um agradecimento especial aos patrocinadores do III EEBB : Scandic Berlin Potsdamer Platz | visitBerlin | Microsoft Berlin | GetYourGuide

Um agradecimento ao fotógrafo Felipe Minnicelli, que fez todas as fotos lindas do Encontro.

Veja também todos blogs incríveis que estiveram no III EEBB: Agenda Berlim | Almost Locals | Ana de Amsterdam | Aqueles que viajam | As viagens da Re | Backpackingalone | Barcelona emociona | Blog Brazuka | Brasileiros Mundo Afora | Catalogo de viagens | Claudias Welt | Conexão Berlim | Cultuga | De Café por Barcelona | Destino Munique | Direto de Paris | Ducs Amsterdam | Em Roma | Entre duas culturas | Eu Ando Pelo Mundo | Euro Dicas | Grossa, eu?! | Guia de Roma | Italia per Amore | Ká.entre.nós | Kely pelo mundo| Ligado em Viagem | Londres com crianças | Londres Pra Você | Manaira Araujo | Maria De Lux | Me Joguei no Mundo | Milão nas mãos | No mundo da Paula | o Porto encanta | Praga Boemia | Rumo a Lisboa | Rumo a Madrid | Sete Mil Km | Sol de Barcelona | SOSViagem | That Good Trip | Trend Tips | Trupe da Trip | Turista Fulltime | Um casal na Alemanha | Viagem Hamburgo | Viagem Jovem | Viajando por Aí | Viajar pela Europa | Viajoteca | Viva Toscana | Viva Viena | Vou para a Alemanha

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

  • 4

15 lições que aprendemos com as viagens!

Com tantas idas e vindas pela Europa afora aprendi muito sobre o que podemos prever em uma viagem. Existem coisas que acontecem sempre e nunca mudam… Buscando inspiração para organizar o próximo destino criei uma lista de 15 ítens que todo viajante deve saber e lembrar que acontece!

15 Lições para as próximas viagens e para a vida! 😀

Um sanduíche e um passeio no Parque de Munique

Um sanduíche e um passeio no Parque de Munique

1 – Se perder ou ter dificuldade de entender o mapa é muito comum. Quem nunca?

2 – Pegar o metro no sentido contrário ou linha errada acontece nas melhores famílias…

3 – Acordar 1h a mais ou a menos porque esqueceu de mudar a hora do celular, fácil! Culpa de quem inventou o fuso-horário…

4 – Comer sanduíches todos os dias, fato! Por mais que se queira parar bonitinho para todas as refeições ninguém quer perder tanto tempo em almoços e jantares e deixar de visitar os lugares né? Por isso o Fast Food é um grande amigo dos viajantes!

 5– Fazer coleção de imã de geladeira, chaveiro ou postal torna-se a coisa mais linda do mundo!

 6– Pedir explicações para os nativos, não entender nada e continuar perdido… #tenso

7 – Perceber que o dinheiro é pouco para tudo que você quer fazer.

8 – As primeiras igrejas foram  as mais lindas que já vi no mundo, a partir da 3ª elas ficaram mais ou menos toda iguais. hehe

9 – Sempre vai achar que os dias disponíveis que temos para visitar “aquela” cidade são poucos…

10 – Vai aprender a ter paciência, principalmente com a fila para as atrações ou vôos em atraso.

11 – Não devemos colocar Deus e o mundo na mochila, depois somos nós que vamos sofrer para carregá-la. hahah

12 – Fazer amizades nas situções e lugares mais inusitados é uma das melhores coisas que acontecem nas viagens.

13- Chegar faminto em um restaurante pedir um prato típico e acabar experimentando uma gororoba e sair de lá com mais fome ainda…  #viajantesofre hehe

14 – Visitar o McDonald’s de todos os lugares para onde for é quase garantido!

15 – Os perrengues que passamos na viagem caem logo no esquecimento quando voltamos para casa e já estamos pensando em programar a próxima!

E vocês? Quais foram as lições que aprenderam com as suas viagens?

Passou por aqui? Comenta vai! 🙂

Leia também: O Doce e o Amargo de Morar Fora; Quem nós Somos; Os melhores aplicativos de Viagens; Como programar a primeira viagem para a Europa.


  • 4

Berlim

Minha família por parte de mãe é de origem alemã, tanto que a cidade onde minha mãe cresceu no interior do Rio Grande do Sul, Santa Lucia, há pessoas que falam o alemão com mais frequência do que o português. Lembro-me ainda das minhas férias na infância em Crissiumal, que tinha dificuldades em me comunicar com um dos meus primos, porque ele era pequeno e só falava alemão. Uma ótima oportunidade para que eu aprendesse esse idioma recheado de consoantes 😉

Na cúpula do Reichstag

Na cúpula do Reichstag

A Alemanha sempre me despertou interesse por vários motivos: pelo que provocou na I e II Guerra Mundial, pela cultura de andar de bicicleta, por tudo ser plano, gastronomia… Em 2010 tive o prazer de conhecer Munique, aumentando ainda mais o desejo de conhecer a capital. Como em 2013 retornei a Portugal, para fazer intercâmbio, coloquei como objetivo levar a minha mãe em uma viagem para a Alemanha, sendo Berlim o destino.

Eu e mamãe no Portão de Brademburgo

Eu e mamãe no Portão de Brademburgo

Berlim respira memórias da I e II Guerra Mundial. Por todos os lados da cidade é possível ver imagens da época e pedaços do muro. Também é uma cidade que respira ou almeja perfeição, seja na qualidade do transporte público, na agilidade do caixa do super mercado, no silêncio em assistir a um concerto… tudo por lá parece andar em sincronia. Se você sai do ritmo dos alemães, você é atropelada, inclusive por bicicletas…

Pedaços do muro espalhados pela cidade

Pedaços do muro espalhados pela cidade

Senti uma grande diferença nas pessoas e afeto de Munique para Berlim. Com exceção do hostel e do Konzerthaus, onde o atendimento foi impecável, o resto dos lugares nem para auxiliar a minha mãe que fazia o esforço de desenrolar as palavras que ela conhece do idioma. Nas vezes que fomos a restaurantes os garçons já questionavam “Do you speak english?”… Mas que impaciência… Azar o deles… Por que nós estávamos mais preocupadas em respirar a beleza da cidade do que a falta de paciência dos alemães de Berlim.

Pubs a beira do rio a caminho da estação 🙂

Transporte em Berlim

Do aeroporto para o centro: Existem dois aeroportos em Berlim o SXF Berlin Schoenefeld e o Flughafen – Tegel TXL, ambos possuem ligação com o trem que o leva a qualquer parte da cidade onde poderá fazer conexão com tram, ônibus, metro… O preço custa em média é de 3,20€.

DSC04068

Veja o mapa dos transportes públicos aqui

Onde se hospedar em Berlim

Os hosteis em Berlim não possuem o costume de oferecer café da manhã, mas é muito fácil encontrar locais bem localizados, próximos a mercados e cafés com bons preços. Inclusive, o Hostel Check In, onde fiquei hospedada, localizado na rua Markgrafenstrasse 68, próximo da Checkpoint Charlie fica em cima de uma galeria, onde há o supermercado Lidl e vários cafés, sem contar que a região é muito movimentada e pertinho de vários pontos turísticos.

Antigo posto militar Checkpoint Charlie

Antigo posto militar Checkpoint Charlie

O preço da diária foi de 10€ por pessoa em quarto coletivo. Apesar de ter de dividir o quarto com mais 9 pessoas, não senti desconforto nem insegurança com meus objetos de viagem, pois nos quartos há armários com cadeados. O hostel também possui estrutura de espaço para lazer, cozinha e muitos banheiros.

O que visitar em Berlim

Konzerthaus Berlin: É a Ópera de Berlim que fica localizada na praça Gendarmenmarkt ao meio das Igrejas Gêmeas. Se você aprecia música, verifica a programação para ver se é possível incluir em seu roteiro de viagem um programa musical. Tenha a certeza de que se surpreenderá tanto com a qualidade do programa quanto com o interior da arquitetura da Konzerthaus.

Sala de espetáculos pequena da Konzerthaus

Sala de espetáculos pequena da Konzerthaus

Frente da Konzerthaus Berlin

Frente da Konzerthaus Berlin

Uma das igrejas gêmeas

Uma das igrejas gêmeas

Unter den Linden: Esta é a Avenida Principal de Berlim-Leste, com diversas construções famosas. Siga sempre esta avenida para passar pela Ópera Estatal,  Embaixada Russa, Humboldt Universität, Faculdade de Direito e o  Neue Wache (memorial pras vitimas da guerra).

Amável arquitetura da Humboldt Universität

Amável arquitetura da Humboldt Universität

Interior do memorial pras vitimas da guerra

Interior do memorial pras vitimas da guerra

Ilha dos Museus: Organize seu tempo para incluir no roteiro a visita nos museus da ilha. Há a opção de comprar um Area Ticket (em alemão “Bereichskarte”) para entrar nos cinco museus da ilha. O preço para um dia é de 18€ e para três dias é 24€.

Se deseja aumentar o número de visitas nos museus de Berlim, veja o museopass, o qual da direito a entrada para os 60 museus da cidade que podem ser visitados durante 3 dias.

Ilha dos Museus

Ilha dos Museus

Sobre os 5 museus da ilha

Museu Real Prussiano ou Neues Museum: Museu Novo onde há a exposição do busto da rainha egípcia Nefertiti.

Old National Gallery (Alte Nationalgalerie): Galeria Nacional Antiga que exibe coleções do Impressionismo, Romantismo, Neoclassicismo, Biedermeier e início do Modernismo.

Bode-Museum: Museu Bode abriga uma coleção de esculturas, Arte Bizantina, além de uma grande coleção de moedas.

Altes Museum: Museu Antigo que exibe uma coleção de antiguidades da Grécia e Roma.

A entrada convidativa do Altes Museum

A entrada convidativa do Altes Museum

Pergamonmuseum: Museu Pergamon é o mais famoso e o mais visitado museu de Berlim, o qual exibe uma coleção magnífica com destaque para as estruturas da antiguidade exibidas em tamanho original como o Altar de Pérgamo – a entrada de um templo da antiguidade grega, com suas escadarias, colunas e esculturas, e que deu nome ao museu; o Portão do Mercado de Mileto, uma construção romana do Século 2 na cidade de Mileto; a Porta de Ishtar, o oitavo portão que dava acesso a cidade da Babilônia; a Fachada de Mshatta, que fez parte do palácio Qasr Mshatta na Jordânia.

Berliner Dom: A bela Catedral de Berlim fica ao lado da Ilha dos Museus, enquanto você descansa nos jardins pode apreciar sua arquitetura sem custo, mas se deseja conhecer o interior da Catedral, a visita guiada possui o custo de 7€.

Berliner Dom

Berliner Dom

Fernsehturm: É a famosa Torre da TV.  Ao visualizar a catedral já é possível enxergar a torre, basta caminhar alguns metros para vê-la mais de perto. Se quiser pode subir até o topo da torre pelo preço de 12,50€.

Cúpulas e pontas disputando a atenção :)

Cúpulas e pontas disputando a atenção 🙂

Na mesma zona da torre, ou praça onde está a torre, você irá conhecer a Neptunbrunnen (Fonte de Netuno), Berliner Rathaus (Prefeitura de Berlim) e a Igreja Marienkirche. Seguindo a Avenida você chegará na Alexanderplatz onde poderá fazer compras em várias lojas e nas Galeries Lafayette Berlim, que tem uma arquitetura muito moderna. Aproveite também para tomar uma cerveja em algum pub por ali.

Fonte de Neptunbrunnen e Marienkirche

Fonte de Neptunbrunnen e Marienkirche

Salão do Prédio da Prefeitura

Salão do Prédio da Prefeitura

Movimento na Alexanderplatz

Movimento na Alexanderplatz

Ao chegar na Alexanderplatz, se ainda não sentirem o cansaço bater, podem pegar um S-Bahn e seguir até a Warschauer straße e caminhar pela East Side Gallery (Galeria do Muro de Berlim).

Galeria do Muro de Berlim

Galeria do Muro de Berlim

Uma das obras da galeria que repercute pela cidade

Uma das obras da galeria que repercute pela cidade

Mais uma das obras da galeria

Mais uma das obras da galeria

Reichstag: O Parlamento foi um dos locais que mais gostei de conhecer em Berlim, além da beleza de sua restauração após a II Guerra Mundial, é uma atração “obrigatória” para todos que desejam saber mais da história da Alemanha. É possível visitar a cúpula do Parlamento das 8h às 10h, basta agendar a visita pelo site oficial Deutscher Bundestag e clicar em Visit the Bundestag e selecione a opção Online Registration. No dia da visita lembre-se de chegar 10 minutos antes do horário agendado junto do bilhete de reserva e do passaporte.

Reichstag

Reichstag

Ver Berlim do alto na cúpula do Reichstag o/

Ver Berlim do alto na cúpula do Reichstag o/

No dia da visita ao Reichstag, inclua no roteiro os pontos turísticos que ficam ao redor como:

Holocaust Gedenkstätte: Além de passar pelos blocos do Monumento às vitimas do Holocausto, no subterrâneo há um pequeno museu, que possui histórias de várias famílias judias, como documentos, mensagens… A entrada é gratuita e possui audioguia em português por apenas 3€.

Perca-se entre os blocos do Holocaust Gedenkstätte

Perca-se entre os blocos do Holocaust Gedenkstätte

Exposição no Museu Holocaust Gedenkstätte

Exposição no Museu Holocaust Gedenkstätte

Brandenburger Tor: Fotos no Portão de Bradenburgo, maior símbolo de Berlim, não podem faltar.

O Portão de Bradenburgo no fim do dia :)

O Portão de Bradenburgo no fim do dia 🙂

Aproveite a vista para saborear um Currywurst com batatas fritas na praça Pariser Platz que fica em frente ao portão.

Currywurst com batatas fritas... hummm

Currywurst com batatas fritas… hummm

Warschauer Strabe: Estação principal de Berlim, a qual foi toda restaurada após a II Guerra Mundial. Além das conexões com vários transportes, em seu interior há praticamente um shopping.

Encontro de brasileiras na frente da estação :)

Encontro de brasileiras na frente da estação 🙂

Sachsenhausen: Se tem tempo e curiosidade de conhecer um campo de concentração deve programar uma visita ao Sachsenhausen. Apenas a 40 minutos do centro de Berlim você chega a uma pequena vila com casinhas típicas onde ainda preservam este memorial. A entrada é gratuita e também tem audioguia em português por 3€. Saindo da estação do Portão compre o bilhete de metro até a Linha C e pegue a linha rosa S1até Oranienburg.

Entrada do Campo de concentração - "O trabalho te faz livre"

Entrada do Campo de concentração – “O trabalho te faz livre”

Lembram do filme "O menino do pijama listrado"?

Lembram do filme “O menino do pijama listrado”?

Mais 10 lugares para conhecer em Berlim

1 – Sony Center: O prédio da Sony. Fica em uma galeria do outro lado da Gedächtnis-Kirche onde além de você apreciar uma arquitetura lindíssima poderá desfrutar de uma cerveja alemã em um dos bares.

Interior do prédio da Sony. Wow!

Interior do prédio da Sony. Wow!

2 – Gedächtnis-Kirche: Uma igreja com arquitetura muito diferente.

3 – KaDeWe: Um prédio com várias galerias. No último andar tem um restaurante com comida a quilo e lojas de doces muito gostosas.

4 – Kurfürstendamm: Uma rua de compras muito famosa. É lá que estão as lojas mais caras da cidade.

5 – The Story of Berlin: Museu que conta a história de Berlim.

6 – Peek & Cloppenburg Berlin Tauentzienstrasse: Loja de vidro com uma arquitetura muito bonita, a qual chama a atenção de vários turistas.

7 – Museum für Naturkunde: Museu da história natural.

8 – Jüdisches Museum Berlin: Museu que conta a história dos judeus pela visão dos mesmos.

9 – Deutsches Technikmuseum Berlin: Museu que conta a história da Alemanha até os dias de hoje.

10 – Lojas DM: É uma rede de lojas com preços muito atrativos, seja para a compra de produtos de higiene e beleza como também alimentos. Nesta loja há uma sessão de vendas de produtos em tamanho mini, ótimos para quem adora praticidade ao viajar pela Europa.

Passou por aqui? Comenta vai! 😉

Texto por: Naiara Back

Procurando hotel em Berlim? Recomendamos Booking.com

Leia também: Réveillon em Berlim


  • 3

Revéillon em Berlim

Tags : 

Se a ideia de passar o Revéillon em Berlim não sai da sua cabeça, mas só de pensar em passar a noite enfrentando temperaturas negativas e neve seus pensamentos congelam. Não desanime! Aqui vai uma lista das 7 melhores festas em ambiente fechado para manter as temperaturas quentíssimas e começar o próximo ano com muita animação e calor humano. #partiu!

Brandenburger Tor - Onde acontece o show de fogos no Ano Novo - Foto por: Gisele Almeida

Brandenburger Tor – Onde acontece o show de fogos no Ano Novo – Foto por: Gisele Almeida

As 7 melhores festas de Réveillon em Berlim

1 – Berghain/Panorama Bar

O Réveillon no Berghain/Panorama Bare vai reunir os Djs residentes da casa em 3 pistas. A festa começa a partir da 1h. Antes disso dá para aproveitar os shows e os fogos de artifício que marcam o início do novo ano no Portão de Brandemburgo. Os ingressos são limitados e por isso é aconselhável comprar antecipadamente. O Berghain/Panorama Bar funciona dentro de uma antiga usina elétrica desativada. Algumas máquinas e objetos foram preservados para fazer parte da decoração. O local fica em um bairro mais afastado, a melhor forma de chegar até lá é de taxi.

Os bilhetes para o Réveillon estão à venda na bilheteria do clube durante as outras festas no mês de dezembro. Endereço: Rudersdorfer Str. 70, 10243 – Berlin Friedrichshain. Email: support@berghain.de Tel: +49 0 302 9360210.  Mais informações no Site Oficial.

2 – Tresor Berlin

Com uma seleção variada de Djs a discoteca Tresor Berlin promete agitar a noite de Revéillon com muita música eletrônica. Sendo considerada uma das melhores baladas eletrônicas do mundo, a discoteca Tresor Berlim traz uma seleção de Djs internacionais  para agitar a última noite do ano. E para quem perder a festa da Tresor na noite de Reveillon, e ainda tiver forças no primeiro dia do ano, vai poder aproveitar a balada do dia seguinte a partir da 23:59h. Duas oportunidades para quem não quer abrir mão de começar o ano em uma das baladas mais animadas de Berlim. Endereço: Kopenicker Strasse 70, 10179. Mais informações no Site Oficial. 

3 – Watergate Berlin

Na Watergate a festa de Ano Novo começa assim que o relógio marcar a meia-noite do dia 31 de dezembro. Com a presença de uma seleção de Djs do cenário techno internacional para agitar as pistas até as 5h da manhã. A discoteca é famosa pela sua decoração e pela vista para o Rio Spree, que leva a imaginação a um cenário intergalático e o jogo de luzes que vai do chão para o teto.

Para se programar com antecedência a Watergate já disponibilizou a venda de bilhetes on line.  Quem comprar pela Internet deve imprimir o comprovativo e levar no dia da festa. Além do ticket é solicitado a identidade/passaporte na entrada. Se não tiver documento de identificação não entra. Endereço: Falckensteinstrasse 49, 10997 – Berlin. Tel: +49 0 30 6128-0395. Mais informações no Site Oficial. 

4 – Kulturbrauerei

Dá para imaginar um balada com 15 pistas de dança, mais de 30 DJs? Essa ninguém vai poder reclamar de que não tocou o estilo musical preferido é certo. Rock, pop, dance classics and hot club sounds com R & B, Black Music, House e Electro. O bilhete custa a partir de 29€ e dá para curtir a festa toda, até o dia amanhecer. E antes dá para curtir um pouco da Festa de Réveillon no Portão de Brandemburgo, ou mesmo se reunir no pátio da Kultrbrauerei a meia-noite para ver a queima de fogos. De resto é soltar o dançarino que há dentro de você e começar o novo ano com muita animação. Entrada para festa: 59€. Horário 00:15h. Jantar e festa 249€. Horário 20h. Endereço: Kulturbrauerei, Knaackstraße 97, 10435 Berlin. Mais informações no Site Oficial.

5 – Felix Club Restaurant : “Vista-se como se o mundo fosse o seu palco”!

No Felix Club Restaurante há duas opções: Festa, que começa a partir de 00:15h, por 50€ (compra antecipada). E para quem prefere começar a festa mais cedo pode iniciar com um jantar com aperitivo Champagne Roederer Brut Premier e o menu fondue exclusivo: carne, filé de cordeiro, salmão e camarões em um banho de erva-cidreira, gengibre, pimenta e especiarias. Além de vinho, água e café inclusos, por 249€ (jantar e festa). É preciso fazer reserva com antecedência. Deve também preencher o formulário e enviar para o email: verkauf@adlon-holding.de. Mais informações no Site Oficial.

6 – Asphalt

Para esperar a chegada do novo ano alimentando o ouvido música clássica, o Asphalt (Restaurante e Clube localizado dentro do Hotel Holton) oferece um jantar, com música ao vivo com trilha sonora por conta do Briner Sibylle no Grand Piano junto com o saxofonista Gary Wiggins Sibylle Briner. Mas se quiser passar primeiro a virada do ano no Portão e depois ir para um local fechado, existe a opção de entrada só para a festa.

As portas abrem às 19h, iniciando o jantar com música ao vivo às 20h e as 22h a festa. O bilhete custa 35€. A festa de Ano Novo com 5 pratos de jantar, incluindo o bilhete custa 159€. Faça sua reserva clicando aqui.

7 – Berliner Fernsehturm

Escolha sua fantasia e passe o Réveillon no alto da Torre de Fernsehturm (a Torre de Televisão de Berlim com 368m de altura). Com uma das melhores vistas para a cidade de Berlim, a festa de Réveillon da Berliner Fernsehturm promete um baile de máscaras (traje não obrigatório, mas vale a pena entrar na brincadeira né!). Iniciando às 19h o jantar  buffet seguida da festa animada por Djs, o valor do ingresso é de 249€ . Endereço: Alexanderplatz 10178 Berlin. Mais informações no Site Oficial.

O Réveillon de Flávia em Berlim

A experiência de Flavia Pigozzi

Estava morando em Lisboa e minha amiga Gabriela Bove veio me visitar para viajarmos para Berlim. Ambas pesquisamos bastante sobre a cidade e a passagem de ano. Por coincidência muitos de meus amigos que moravam em Lisboa também foram passar o Réveillon em Berlim e para termos uma viagem bem organizada e divertida criamos um grupo de brasileiros no Facebook. Acabou que várias pessoas foram adicionados ao grupo, mas na virada do ano todos acabamos nos perdendo.

Réveillon em Berlim - Flavia e a amiga Gabriela

Flavia e a amiga Gabriela em Berlim

Eu eu e minha amiga acabamos indo para o Portão e depois voltamos para o hostel One 80 onde estávamos hospedada, pois lá tinha festa, muito boa por sinal… Passar a virada de ano junto de milhares de pessoas no Portão é muito tradicional. Turistas é o que não falta para você abraçar e desejar felicidades para o próximo ano. É sempre muito legal procurar fazer coisas tradicionais da cidade para sentir sensações diferentes como comer salsicha e tomar cerveja. Saiu tudo como esperávamos, o único porém, foi em ter marcado o voo para o dia 1ª do ano, ao invés do dia 2. Também é valido pesquisar festas para depois dos fogos e estar com roupa adequada para o frio, afinal, a grande festa acontece na rua.

 Ano Novo em Berlim - Foto por: Flavia Pigozzi

O Réveillon de Eduardo em Berlim

A experiência de Eduardo Macagnan

Eu passei em Berlim a passagem de ano de 2008 para 2009 no frio e na neve. A festa que os alemães preparam para o Ano Novo é muito bem organizada. Eles cercam mais de 2km ao redor do portão tornando o ambiente como se fosse uma festa em local fechado. Há varias tendas com bebida e comida típica. Apesar do frio, há diversas bandas locais que animam a noite, sem contar no show de fogos de 10 a 15 minutos que clareiam o céu com tanta luz. Para entrar na festa há uma revista minuciosa, para quem deseja levar bebidas deve estar preparado, eu e meus amigos colocamos dentro das calças, como estávamos cheio de roupas conseguimos disfarçar bem… O transporte público funcionou a noite inteira, facilitando a vida de todo o turista.

Ano Novo em Berlim - Foto por: Eduardo Macagnan

Ano Novo em Berlim – Foto por: Eduardo Macagnan

Passou por aqui? Comenta vai! 😉

Por: Naiara Back

Leia também: O que visitar em Berlim.


  • 0

Réveillon em Berlim

Tags : 

A festa mais popular no Réveillon em Berlim acontece em Brandenburg Gate (Portão de Brandemburgo), com shows de vários artistas nacionais e internacionais, performance de laser, fogos de artifícios e o melhor: entrada free! Ieiiii Feliz Ano Novo! o/

Portao de Brandemburgo - Onde acontece a queimas de fogos do Réveillon de Berlim. Foto por: Daniel Kifarkis

Portao de Brandemburgo – Onde acontece a queimas de fogos do Réveillon de Berlim 🙂

Se imagina que vai passar a noite toda ao frio, não se preocupe, várias tendas com Djs começam a animar a festa a partir das 19h. E outras com bebidas e comida estarão espalhadas pelo local do evento.

Diferente de outras capitais da Europa a festa não acaba depois dos fogos da meia-noite, continua até as tantas. O que prova que as baixas temperaturas não atrapalham a animação.

3 dicas para aproveitar o Réveillon em Berlim

1 – Chegue cedo! Os portões abrem a partir das 12h e os Djs começam a tocar a partir das 19h. Se houver superlotação, os portões de acesso aos palcos podem ser fechados.

2 – Para a segurança objetos cortantes, incluindo garrafas e copos de vidro não são permitidos. Pode levar bebida, mas em garrafas de plástico (máximo 500ml por pessoa). Também são proibidos qualquer tipo de aerossóis (sprays); fogos de artifício e quaisquer objetos que poderiam ser usados como armas. As bolsas serão revistadas na entrada e esses objectos serão confiscados.

3 – Não há parques de estacionamento por isso nem vale a pena pensar em ir de carro. O transporte público funciona a noite toda. As paradas do metro (U-Bahn) mais próximas são Bellevue, Tiergarten, Potsdamer Platz, Friedrichstrasse e Koch Street. O S-Bahn Brandenburger Tor será fechada a partir de aproximadamente as 17 horas, devido ao fechamento do Pariser Platz.

Endereço: Ano Novo no Portão de Brandeburgo – Parizer Platz – 10119 – Berlin.

Passou por aqui? Comenta vai! 😉

Leia também: O que visitar em Berlim e As melhores festas de Ano Novo em Berlim.

 


Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close