Category Archives: Deserto do Saara

  • 0

Uma viagem inesquecível ao deserto do Saara

Andar de camelo pelo Saara, o maior deserto quente do mundo; dormir sob milhares de estrelas; conseguir ver muitas estrelas cadentes; conhecer a cultura dos berberes, povo que habita essa região antes mesmo que os árabes. Tudo isso sempre esteve na minha bucket list, lista de sonhos viajantes. Agora imagina viver essa aventura toda na companhia da sua família?

saara ac

Crédito Auberge Café du Sud

Essa foi a segunda vez que eu visitei o Marrocos. A primeira foi há seis anos, quando realizei o sonho de conhecer o Saara com um grande amigo. A experiência foi tão incrível que voltei ao deserto com a minha família aventureira. Fizemos uma linda viagem pelo Marrocos, mas o Saara foi o lugar que roubou o coração de todos. Foi, sem dúvida, uma das melhores experiências de nossas vidas.

saara

Dicas essenciais para visitar o deserto do Saara

Pense na maior sensação de calor que você já teve! Pois bem, essa sensação é quatro vezes maior no deserto do Saara. Visitamos essa inóspita região do mundo no fim de maio e chegamos a pegar uma temperatura de 47 graus Celsius. Poderia ser ainda pior, já que a temperatura média no deserto do Saara é de 50 graus Celsius. Portanto, prefira qualquer estação do ano que não seja no verão (entre junho a final de agosto).

Leve muita água, protetor solar e também protetor labial (eu esqueci o meu no carro e sofri).

IMG_6797

Aproveite e entre no clima da cultura berbere e compre um lenço típico. Use-o quando estiver andando de camelo. O lenço vai te proteger.

Como chegar ao Deserto do Saara

O melhor ponto de partida para explorar o deserto do Saara é Mergouza, cidade próxima da Argélia. Fizemos uma viagem de carro pelo Marrocos, por isso alugamos um carro em Fez. De lá até Merzouga são 500km. Para que a viagem não fosse muito cansativa, optamos por dormir uma noite em Midelt.

Não foi tão simples achar o hotel no qual nos hospedamos, já que nosso GPS não achou as coordenadas. Acabamos nos aventurando pelo caminho errado. O carro até afundou um pouquinho na areia (rs). Felizmente encontramos um hotel e o pessoal, simpático como sempre, nos indicou a direção correta. Mas o que seriam as viagens se não fossem esses perrengues para contar depois, né?

DSCN3374

Tudo faz parte! Dessas experiência podemos reter ensinamentos. Portanto, fique atento! Você vai ter a sensação de estar andando no meio do nada, indo para lugar nenhum, mas é isso mesmo. Uma pequena parte da estrada é em areia batida, no entanto mesmo carros normais conseguem fazer o percurso. Veja só o mapa:

mapa auberge

Outra opção é pegar um tour de três dias desde Marrakech até o deserto, passando por outras cidades importantes, como Ouazazarte e Ait Ben Haddou – Patrimônio Mundial da Unesco. O Auberge Café du Sud, hotel em que ficamos, oferece essa opção.

image (7)

O  deserto do Saara é um ambiente hostil dada a temperatura e a baixa umidade do ar. Escolher um bom lugar para ficar é fundamental. Posso afirmar que a escolha pelo Hotel Auberge Café du Sud foi muito acertada, pois além de termos sido muito bem recebidos, o hotel tem uma ótima estrutura.

DSCN3383

Chegando ao hotel Auberge Café du Sud, deixamos o carro no estacionamento e descansamos um pouco. No final da tarde, partimos para as tendas no meio do deserto. A escolha do horário para os passeios em um deserto como o Saara é fundamental. Lembre-se sempre que o sol é escaldante. Além disso, vimos o pôr-do-sol batendo nas dunas enquanto andávamos de camelo. Isso foi mágico!

saara 7

Acampamento no meio das dunas do Saara

Foram duas horas de camelo até nossas tendas, em Erg Chebbi, a maior duna da região. O caminho por entre as altas dunas de areia foi incrível. Nos sentimos como o povo Berbere.

GNAE1140

Aprendemos a andar de camelo, a respeitar ainda mais essa cultura fantástica e até cantamos a marchinha de carnaval “Allah-la-ô”. Isso tudo acompanhados pelo nosso guia local, que por acaso cantarolou conosco (rs).

Saara

No acampamento fomos recebidos com um típico chá de menta do Marrocos. O pessoal do Auberge Café do Sud é muito simpático e atencioso. E o melhor: eles falam português! Aliás, o site deles tem versão em português.

saara 10

Isso deixou nossa experiência ainda mais incrível, porque, com exceção da minha irmã, minha família não fala inglês. Dessa forma, todos puderam interagir e aprender mais sobre a cultura local. O preparo para receber os visitantes é algo de se admirar. Eles falam várias línguas!

Um dos funcionários me falou que eles aprendem tudo com os turistas. Não há escolas de idiomas por lá, e as cidades mais próximas não têm muita estrutura. Eu me daria por satisfeita com apenas 10% dessa capacidade de aprender outros idiomas de forma tão rápida.

IMG_7322

Hora de conhecer nosso quarto! Eu nunca tinha imaginado que um acampamento no meio do deserto do Saara tivesse uma estrutura tão incrível. Uma cama confortável, eletricidade, banheiro e chuveiro aquecido. Tudo isso decorado no estilo saariano. Lindo demais!

Auberge du sud

saara 11

O passeio inclui também jantar e café da manhã. No jantar, comemos Tagine de carne, prato típico do Marrocos, com vegetais, frutos secos e especiarias. E as porções eram bem servidas.

Depois do jantar fomos surpreendidos pelo pessoal do Auberge Café du Sud. Era hora de festa! Eles tocaram músicas típicas e foi lindíssimo. Um dos momentos mais bonitos desse passeio.

Auberge du sud

Até minha irmã e minha mãe arriscaram uns batuques (rs).

Saara a

Ficamos até tarde olhando aquele céu inacreditável cheio de estrelas e, por isso, perdemos a hora de ver o nascer do sol. Quando você for, não perca esse espetáculo de jeito nenhum! Um despertador pode ser útil.

O pessoal do Auberge du Sud te leva para o alto das dunas para ver o sol aparecendo devagarzinho. Eu fiquei tão triste por ter perdido que subi um pouco das dunas só para tentar sentir o gostinho. (rs)

saara e

Antes de sairmos do acampamento, tomamos um típico café da manhã marroquino, com pão de trigo duro, geleias, mel e ovos. Tudo estava uma delícia! Além dos sabores agradáveis, não é todo dia que se pode tomar café da manhã em família no meio do maior deserto do mundo, não é mesmo? Amamos a experiência!

Auberge du sud

Fizemos o trajeto de volta também de camelo. Mais uma vez, foi  incrível! Pudemos ver o Saara no pôr-do-sol e também no inicinho da manhã.

Saara ab

Chegando ao hotel, fomos convidados para tomar um banho de piscina e ducha, mas infelizmente tínhamos que pegar a estrada para chegar a tempo no nosso próximo destino. As fotos abaixo são motivos mais que suficientes para um futuro retorno.

Crédito: Auberge Café du Sud

Crédito: Auberge Café du Sud

saara 13
Se você tiver mais tempo, eu recomendo se hospedar também no hotel Auberge Café du Sud, além do acampamento. O lugar é lindo, parece cenário de filme. Ai, bateu saudade dessa aventura maravilhosa…
Saara c

O que aprendi com o povo do Saara

O mais incrível de ser um viajante são os aprendizados que tiramos de cada destino que conhecemos. Viajar nos permite conhecer de perto a vida de outros povos. Assim, podemos começar a entender suas dores e sacrifícios. Isso amplia nossos horizontes.

Essa experiência nos levou a um lugar lindíssimo, mas extremamente difícil de se viver por conta do clima extremo e da infraestrutura precária. Por vezes, tivemos dúvidas se as cidades que víamos na beira da estrada eram reais ou abandonadas.

DSCN3763

Mas, de fato, se tratavam de cidades habitadas.

DSCN3771

Como turistas, tivemos conforto o tempo todo e, portanto, não sentimos um milésimo do que é, de fato, viver naquelas condições. Todos da minha família se comoveram com as dificuldades dos nativos. Mas, principalmente, todos aprenderam a admirar a força, a gentileza e a inteligência do povo berbere. Este moço da foto, por exemplo, fez da areia seu forno e está assando pão embaixo da terra.

DSCN3686
Por lá muitos não sabem ler e escrever. Ainda assim, eles conseguem falar três ou quatro línguas, além das marroquinas (árabe, francês e alguma língua berbere, que possui mais de 300 variações).

Saara

Depois dessa viagem, fiquei com um sentimento de gratidão enorme ao povo berbere, que foi tão gentil em dividir um pouco da cultura deles conosco. Eles nos abriram a mente e nos ensinaram que o que torna uma viagem inesquecível é aprender a enxergar o mundo de outra maneira. Com certeza, essa viagem para o Deserto do Saara nos marcou para sempre. Obrigada povo berbere!

IMG_6078

E você, quer viver essa experiência inesquecível de dormir no deserto Saara? Conta para a gente 😀

Para saber mais sobre o Hotel no deserto do Saara, vejao site do Auberge Café du Sud.

Aproveite as ofertas da TAP e marque já sua próxima viagem pela Europa! Promotion 468x60
Aproveite as melhores ofertas e reserve já o seu hotel! 468x60_reload-V2

Viajar pela Europa no Facebook

Hotéis

Booking.com

Instagram

Gisele Almeida em O mundo segundo os brasileiros

Receba nossas dicas imperdíveis para a sua viagem

Promotion 468x60 468x60_reload-V2
Close